Se você pretende viajar para o Chile, é bem provável que ao pesquisar passagens aéreas tenha visto o nome da JetSmart, empresa chilena considerada uma companhia aérea low cost, ou seja, que vende bilhetes realmente mais baratos.

Por se tratar de uma companhia ainda desconhecida pelos brasileiros, resolvemos falar mais sobre a JetSmart — até mesmo porque a equipe do Quanto Custa Viajar já viajou com eles, fazendo o trecho Santiago-Calama em outubro de 2019. Saiba mais sobre a companhia para economizar em suas próximas viagens.

JetSmart: companhia aérea chilena low cost

Foto: divulgação / JetSmart

Em agosto de 2019, a ANAC (Agência Nacional de Avião Civil) autorizou a operação da JetSmart no Brasil . A low cost chilena oferece voos direto para Santiago, saindo de Foz do Iguaçu, de Salvador e de São Paulo.

Além da chegada ao Brasil com passagens aéreas baratas, a empresa oferece vários voos entre os países da América do Sul. Confira a lista de destinos operados pela JetSmart:

Brasil

Chile

  • Santiago
  • Arica
  • Iquique
  • Calama
  • Antofagasta
  • Copiapó
  • La Serena
  • Concepción
  • Temuco
  • Valdivia
  • Puerto Montt
  • Balmacedo
  • Puerto Natales
  • Punta Arenas

Peru

Argentina

Colômbia

JetSmart é confiável?

Foto: divulgação / JetSmart

Sim, a JetSmart é uma companhia aérea confiável e você pode comprar suas passagens para viajar pelo Chile sem medo. A empresa foi criada pela Indigo Partners, fundo privado de investimento com mais de 15 anos de experiência desenvolvendo linhas aéreas Ultra Low Cost com sucesso em nível mundial. No momento, possui investimentos em Wizz Air (Europa do Leste), Volaris (México) e Frontier Airlines (Estados Unidos).

Durante a viagem da equipe do Quanto Custa Viajar para o Atacama, em outubro de 2019, nós fizemos o trecho Santiago-Calama com a JetSmart e não tivemos nenhum problema de atrasos ou até mesmo dentro da aeronave. Aprovamos e recomendamos!

A frota da companhia aérea é nova, apesar de ter aviões simples — são todos os novos Airbus A320. As poltronas seguem o mesmo estilo dos voos doméstico, em reclinar muito, mas são confortáveis.

O fato de não ter comida gratuita a bordo, sendo que até mesmo a água deve ser comprada, check-in online para evitar impressão de bilhete e a questão da cobrança extra somente se o viajante precisar despachar a bagagem também ajudam a reduzir os preços das passagens.

O passageiro pode levar sem custos adicionais uma mochila pequena dentro do avião que tenha 45cmx35cmx25cm com no máximo 10 kg. Se for um mochilão com mais de 10 kg, por exemplo, terá que pagar e despachar! São esses alguns dos detalhes que fazem com que os preços das passagens aéreas sejam mais baixos e que o viajante pague só o que realmente for usar. Por que uma pessoa só com mala de mão precisa pagar o mesmo valor de passagem do que outra que despacha uma mala de 23 kg, não é mesmo? Essa é a filosofia das low cost!

Mas é mesmo mais barato? Fizemos uma simulação rápida

Para termos uma noção de preços, fizemos uma simulação rápida de saída em São Paulo para Santiago, com datas de voo para abril de 2019. Os bilhetes na JetSmart ficaram R$ 350 por pessoa mais baratos se comparados com o voo mais em conta localizado no mesmo período.

Isso sem contar que com a JetSmart, os voos são diretos. Assim, você chega ao destino e volta para casa mais rápido, sem precisar fazer conexões demoradas que aumentam o tempo de voo para pelo menos 17 horas!

Então, resumindo:

  • Pesquise passagens com antecedência para garantir bons preços;
  • Se pretende trazer itens do Chile para o Brasil: compre o despacho da mala com antecedência (na hora é mais caro);
  • Leve mochila pequena para não gastar com cobranças extras;
  • Não tem comida gratuita a bordo, leve peso chileno se quiser comprar algo.

E aí, você já viajou com a JetSmart? Conta aqui nos comentários como foi sua experiência, a nossa foi boa e recomendamos a companhia 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *