Situada no Peru, a província de Lima, parcialmente banhada pelo oceano pacífico, é a quinta cidade mais populosa da América Latina, contando com cerca de nove milhões de habitantes em sua região metropolitana. Quem deseja planejar uma viagem para conhecer Lima, não pode deixar de fora os principais atrativos turísticos, que são a Catedral de Lima, a Huaca Pucllana, a Praça das Armas, a Praça San Martín, as Ruínas de Pachacámac, o Complexo de San Francisco, o Museu do Ouro, o Museu Larco Herrera, o Palácio do Governo, o Parque do Amor, o Parque Kennedy e o Parque da Reserva.

Leia Mais

Gastronomia e Compras

Durante sua estadia na cidade Lima, você irá se deparar com mais de 400 opções de pratos culinários da gastronomia peruana. Destacam-se o marshmallow de milho, o peixe cru marinado em cebola e limão, o ceviche de frutos do mar ao molho de limão e o polvo na brasa e o lomo saltado. Se algum drink for acompanhar a sua refeição, conheça a Chincha Morada. Quem deseja fazer compras e adquirir presentes pode encontrar artesanatos, doces caseiros, joias, lembranças, roupas e sapatos no Mercado Inca, que possui várias lojas e barracas ou ir aos shoppings caso deseje algo mais sofisticado.

Como chegar

Por ser uma cidade distante do Brasil, a melhor forma dos turistas chegarem à capital peruana é pelo Aeroporto Internacional Jorge Chávez. Situado em Callao, que fica aproximadamente 30 minutos distante do centro de Lima, o aeroporto tem boa infraestrutura, é bastante movimentado e garante ao viajante uma chegada bastante tranquila à região.

As principais companhias aéreas que fazem o percurso a partir do Brasil são a Latam, a Taca e a Avianca. Voar para Lima não costuma ser tão barato quanto ir para outras capitais da América do Sul, como Buenos Aires, Montevidéu e Santiago, mas com planejamento é possível encontrar a sua passagem a um bom preço.

Para sair do aeroporto em direção à capital peruana, a melhor opção é pegar um táxi. Como o local fica em uma cidade próxima e o transporte público por lá não é dos melhores, ir negociar o preço da corrida com os taxistas que ficam na saída do aeroporto pode ser uma boa opção. Já para aqueles que não sabem espanhol e têm medo de serem enganados durante a negociação – infelizmente isso é bastante comum na cidade – uma solução é fazer o percurso com as redes de táxis oficiais do aeroporto, que já vem com preço tabelado e é possível pagar antes mesmo de entrar no veículo.

Para aqueles que querem fazer uma viagem diferente, com muitos quilômetros rodados em estradas, é possível também fazer o trajeto por meio de carro e de ônibus.

Se a sua opção for ir com veículo próprio ou alugado, saiba que os custos não sairão baratos, pois são muitos pedágios, litros de combustível e hospedagens durante o caminho. É o tipo de viagem que requer muito planejamento, não apenas por conta da distância, mas por existirem trechos da estrada bastante perigosos.

Já para aqueles que optam por ir de ônibus, há uma linha que sai da rodoviária do Tietê e termina em San Isidro, um bairro de Lima. São 96 horas de viagem, muitas paradas e bastante desconforto, mas também inúmeras paisagens incríveis pelo caminho. Isso porque o trajeto passa pela Amazônia e também pela Cordilheira dos Andes, garantindo belíssimas fotos para quem opta por esse meio de transporte. Além do tempo, outro inconveniente é o valor da passagem, que acaba sendo bem similar ao praticado em tickets aéreos.

Vida noturna

Apesar de não ter tanta opção como São Paulo e Buenos Aires, a capital peruana também não fica muito atrás quando o assunto é diversão noturna. Assim como na cidade portenha, a noite de Lima começa a esquentar bem tarde e só por volta das 2h da manhã é que as boates estão fervendo. Assim como também acontece com nossos hermanos, os peruanos também costumam fazer um aquecimento para, depois, caírem na noite.

Para quem quer uma opção mais tranquila de pré-balada, a melhor opção é escolher um dos muitos ótimos restaurantes que a cidade oferece. Lima é mundialmente conhecida pela sua gastronomia e ir para lá significa também experimentar o ceviche e o pisco sour, por exemplo. Vale lembrar que os restaurantes fecham cedo, por volta da meia noite, então se essa for a sua opção tenha isso em vista.

Para aqueles que querem começar a noite com mais concentração alcóolica do que de carboidratos e proteínas, os bares são uma ótima pedida. Barranco é o bairro mais boêmio da cidade, com muitos jovens universitários pelas ruas em busca de cerveja gelada a preço mais acessível. Um lugar bem badalado é o Ayahuasca Bar, que se instalou em um antigo casarão de 1875 e possui nada menos do que oito ambientes! Apesar de bastante grande, não se engane: o local lota e é preciso chegar cedo para conseguir sentar em uma mesa!

Agora quando o assunto são boates o point é Miraflores. O bairro, muito requisitado por turistas que procuram uma região bem abastecida por comércio e entretenimento, também acaba sendo o maior expoente da agitada vida noturna da cidade. Duas baladas que se destacam nesse cenário são a Aura, localizada dentro do Shopping Larcomar, com público mais jovem e foco em música eletrônica, e a Bizarro, que toca os sucessos das rádios e mescla ambientes mais agitados e sossegados, o que acaba por atrair o público na faixa dos 30 anos.

Agora se você quiser fazer algo bem típico do Peru, você precisa ir a uma peña. Com influência das culturas espanhola, africana e andina, a música criolla surgiu e se tornou um ritmo com a cara do país. Nas casas de peñas, você verá bailarinos, músicos e cantores fazerem verdadeiros shows para enaltecer o estilo musical. Um dos locais mais aclamados nesta área é a Peña del Carajo, localizada em Barranco. Geralmente as peñas começam por volta das 23h e terminam já no alto da madrugada, por volta das 4h da manhã. Elas costumam funcionar apenas de quintas a sábados.

  • População 8.473 milhões

  • Hora local 10:18

  • 1 Nuevo Sol R$ 1,02

  • Temperatura local 19.53º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Lima

Atrações turísticas em Lima

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Lima

Hospedagem em Lima

menor valor maior valor
Hotel R$ 39,69 R$ 922,82
Albergue R$ 46,07 R$ 279,82
Apartamento R$ 82,69 R$ 1.984,56

Alimentação em Lima

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 7,53 S. 7.40 a R$ 13,64 S. 13.40
  • Almoço


    R$ 15,47 S. 15.20 a R$ 33,80 S. 33.20
  • Jantar


    R$ 19,54 S. 19.20 a R$ 36,85 S. 36.20

Veja também os custos para outras cidades