Um dos lugares mais místicos, surpreendentes e famosos do mundo está passando por mudanças. No Peru, o sítio arqueológico Machu Picchu terá horários de visitação restritos a partir de julho de 2017. A medida será implantada para controlar o fluxo de pessoas e garantir a preservação do local.

Embora chateie, a novidade não deveria ser surpresa, afinal, o destino está entre os mais cobiçados e visitados do mundo, com  número recorde no ano passado: 1,4 milhão de pessoas. A partir do mês de julho, quando acontece um dos picos de movimentação, o acesso será para 2.500 pessoas por dia e os ingressos vão disponibilizar apenas dois turnos, das 6h às 12h e das 12h às 17h30. O visitante poderá escolher somente um horário para ir.

Quem comprou ou reservou tickets antes da alteração, segue com a validade dos mesmos, de julho a dezembro. O melhor período para conhecer o santuário inca é de maio a setembro.

Quanto custa: há dois pontos de visitação, Machu Picchu e Huayna Picchu. Cada bilhete custa US$ 70 (R$ 225) adulto e US$ 41 (130) estudantes e crianças de 8 a 17 anos. Para combinar a visita em ambos, sai por US$ 80 (R$ 253) e US$ 57 (R$ 180), respectivamente. Saiba mais aqui.

Confira todos os custos dessa viagem no site do Quanto Custa Viajar!

Agende um passeio completo no Vale Sagrado e conheça todos os lugares incríveis da região!

Curte acampar? Então saiba como fazer isso em Cusco!

Post por Brunella Nunes
Fotos: reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *