Já dizia Alberto Caeiro, um dos heterônimos de Fernando Pessoa: "Pelo Tejo vai-se para o mundo". E foi assim que os portugueses chegaram até nós. Agora, é nossa vez de voltar às terras portuguesas, seja pelas águas do rio Tejo, que corta a cidade e confere a ela uma paisagem toda especial, ou por ar, voando com a companhia portuguesa TAP.

Uma cidade que conserva todo o charme de Portugal em suas ruas de paralelepípedos, casas com fachadas de azulejos e o som do fado saindo das ruas de Alfama. Essa é Lisboa, a capital portuguesa que, apesar de seus mais de 500 mil habitantes, ainda tem cara de cidadezinha do interior. Mas não se engane: você irá encontrar por lá todas as opções que uma grande metrópole oferece.

Leia Mais

Estranhamente, algumas das principais atrações da cidade não são tão turísticas quanto se imaginaria: um passeio por Lisboa no bonde 28 é quase tão imperdível quanto a parada para desfrutar de um dos deliciosos Pastéis de Belém originais, na fábrica próxima à famosa Torre de Belém. Você também irá se encantar com o sotaque português, que muitas vezes pode soar estranho aos ouvidos menos acostumados.

Um rápido passeio pelas ruas do centro já levará os viajantes a se deparar com o Café A Brasileira e é bom não fugir quando passar por ali pensando que é um ponto de encontro dos turistas brazucas. Pelo contrário, o lugar possui grande importância na vida cultural da cidade, tendo reunido artistas e intelectuais desde sua abertura. Um dos clientes mais famosos foi Fernando Pessoa, hoje imortalizado em uma estátua de bronze em frente à cafeteria.

De qualquer forma, o difícil será não gostar desta cidade cheia de encantos, berço da língua e da literatura portuguesa, com uma gastronomia que parece ter sido feita sob medida para engordar os turistas desavisados. E talvez uma das surpresas mais gostosas seja descobrir que existem sim cidades muito econômicas para se conhecer na Europa Ocidental - e Lisboa é, sem dúvida, uma das que apresentam um dos melhores custos para sua viagem.

Graças à proximidade cultural, o destino é também um ótimo ponto de partida para quem pretende seguir viagem pelo Velho Continente e ainda não sabe por onde começar. Comece pelo fado, pelo português da padaria, pelas ruazinhas de escadarias e desvende pouco a pouco todos os encantos desta capital cheia de charme. Quando menos perceber, você irá descobrir uma Lisboa que não está nos livros de história e que vai muito além de qualquer estereótipo: uma cidade onde você poderia ficar dois dias ou dois anos e sempre teria algo novo para conhecer.

Como chegar

Localizada na ponta oeste da Europa, Lisboa é um ótimo destino para quem viaja do Brasil e é possível encontrar voos diretos entre os dois países com saídas de muitas capitais brasileiras, incluindo Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Recife, Salvador, Natal, Fortaleza, Belém, Belo Horizonte e Porto Alegre. A principal companhia aérea a operar estes trechos é a portuguesa TAP.

Quem já estiver na Europa também poderá chegar à cidade através de algumas das muitas companhias aéreas de baixo custo, das quais as mais conhecidas são EasyJet e RyanAir. Este tipo de empresa oferece preços ótimos, que podem ser uma boa opção para viajantes em busca de economia enquanto conhecem o continente. Na hora de economizar, viajar de ônibus também costuma ser uma boa pedida e ainda permite que os viajantes observem a paisagem durante o trajeto.

Outra opção é fazer o percurso entre Lisboa e outras cidades próximas viajando de trem. Nesse caso, a viagem costuma ser mais confortável e também permite que você observe a paisagem entre uma cidade e outra, embora normalmente os preços sejam mais elevados em relação a outros meios de transporte. Através da companhia RailEurope, é possível adquirir passes de trem para viagens dentro de Portugal ou mesmo combinando-as com viagens a outros países próximos, como Espanha e França, por exemplo. 

Vida Noturna

Quem passa pelas tranquilas ruas do Bairro Alto ou de Alfama durante o dia não imagina o quanto a cidade se transforma ao anoitecer. O mesmo acontece com seus habitantes, que podem parecer reservados à primeira vista, mas engatam uma ótima conversa após a primeira taça de vinho.

É nas “tascas” (algo como os nossos queridos botecos) que os portugueses e turistas se encontram para apreciar alguns petiscos acompanhados de uma cerveja gelada ou dos excelentes vinhos da região, de preferência ao som de fado ao vivo. Não gostou de nenhuma das opções de bebidas? Peça para provar uma ginjinha, bebida licorosa típica portuguesa obtida a partir da maceração de uma frutinha chamada ginja, bastante parecida com a cereja.

Se preferir uma experiência diferente, opte pelas casas de fado, que geralmente oferecem o show com o jantar incluído por um preço fechado, opção que pode sair um pouco do orçamento de alguns.

É nos muitos bares do Bairro Alto que a festa de fato começa e costuma durar até as duas da madrugada, quando a maioria dos bares fecha suas portas. A partir daí, quem pretende seguir a noite pode rumar para as casas noturnas localizadas nas Docas do Alcântara e se jogar na balada, que vai até o dia amanhecer.

  • População 530.847 mil

  • Hora local 00:11

  • 1 Euro R$ 3,81

  • Temperatura local º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Lisboa

Atrações turísticas em Lisboa

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Lisboa

Hospedagem em Lisboa

menor valor maior valor
Albergue R$ 53,58 R$ 585,52
Apartamento R$ 137,77 R$ 3.255,74
Hotel R$ 176,04 R$ 1.951,75

Alimentação em Lisboa

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 14,49 € 3.80 a R$ 27,07 € 7.10
  • Almoço


    R$ 30,20 € 7.92 a R$ 56,70 € 14.87
  • Jantar


    R$ 45,00 € 11.80 a R$ 79,32 € 20.80