Quanto Custa Viajar
Para onde viajar
Passagens aéreas baratas
BUSCAR CIDADE:
Atrações turísticas

O que fazer em Lisboa

Você está em: Lisboa > O que fazer


Passeios

Tours e passeios em Lisboa

Gastronomia e vida noturna   |   Ar livre   |   Compras   |   Passeios aquáticos   |   Veja todos os tours e passeios

1 US$ 91.71 | R$ 280,89
Excursão Privada de Degustação de Vinhos na Região Norte de Lisboa
3 avaliações
Siga para o norte de Lisboa, você irá visitar 2 das mais famosas da região, mas pequenas adegas de vinho. Você irá saborear e descobrir vinhos históricos e raros, um deles embora esteja há muito tempo extinto em Portugal. Conheça a história local e saboreie seu azeite de oliva produzido e pão tradicional.


2 US$ 57.32 | R$ 175,56
2 avaliações
6 US$ 57.32 | R$ 175,56
1 avaliações
7 US$ 119.22 | R$ 365,15
0 avaliações
Passeios

Atrações turísticas em Lisboa

1
€10.00 | R$ 32,39
2
€8.50 | R$ 27,53
3
€6.00 | R$ 19,43
4
Adultos
€14.00 | R$ 45,34
Crianças 4-12
€9.00 | R$ 29,15
Idosos +65
€9.00 | R$ 29,15
5
€4.50 | R$ 14,57
6
€5.00 | R$ 16,19
7
Adultos
€20.50 | R$ 66,39
Crianças 3-11
€14.50 | R$ 46,96
8
Visite diversas atrações turísticas com um único bilhete. Mosteiro dos Jerónimos + Torre de Belém + Museu Naciona de Arqueologia + Museu de Arte Popular + Museu Nacional de Etnologia + Museu dos Coches

€25.00 | R$ 80,97
9
€6.00 | R$ 19,43
10
Mirante da Senhora do Monte
Ótimo local para um passeio e fotos no fim da tarde

€0.00 | R$ 0,00
11
Museu da Marinha
Conheça a história da navegação portuguesa.

€0.00 | R$ 0,00
12
Parque Eduardo VII
Parque muito bonito e bem cuidado.

€0.00 | R$ 0,00
13
Praça Marquês do Pombal
Praça localizada na região central de Lisboa

€0.00 | R$ 0,00
14
Museu agradável com obras diversificadas para todos os gostos

Ticket
€10.00 | R$ 32,39
15
Igreja que marca pela sua bela arquitetura

Museu
€2.50 | R$ 8,10

Guia


Uma visita a Lisboa não pode começar por outra parte senão pelo bairro de Belém, ou Santa Maria de Belém, onde a história de Portugal começou a tomar forma rumo às grandes navegações. Localizado a cerca de seis quilômetros do centro da cidade, o bairro era considerado antigamente o lugar mais seguro para atracar no rio Tejo. Talvez por isso tenha sido este o local de onde saíram as grandes embarcações que partiram em 1.500 de Portugal e acabaram chegando em nossas terras - e o resto da história você já conhece bem...

Foi só depois deste período de descobrimentos que o Rei D. Manuel mandou construir uma torre para proteger a cidade. O local ficou conhecido como Mosteiro dos Jerônimos e é uma das principais atrações para quem vai a Lisboa. Chegando lá, o visitante pode acompanhar os painéis explicativos que contam um pouco do impacto que a chegada à América teve sobre os portugueses.

Por sua importância histórica, o mosteiro é considerado como Patrimônio Mundial da Humanidade, assim como a Torre de Belém, que já foi forte, prisão, alfândega e até farol. Hoje, ela é um dos principais monumentos turísticos do país e oferece uma vista privilegiada da cidade a quem se aventura a conhecê-la. Quem der sorte, poderá visitar a Torre no primeiro domingo do mês, quando a entrada no monumento é gratuita.

Enquanto estiver em Lisboa não deixe também de conhecer o moderno Centro Cultural de Belém, onde está localizado o Museu Berardo. Com entrada grátis, o espaço exibe uma coleção de mais de 800 obras de arte moderna e contemporânea, incluindo obras de artistas como Picasso, Francis Bacon e Andy Warhol.

Na saída, a dica é apreciar um dos famosos Pastéis de Belém em sua receita original - ao invés de entrar na fila de quem quer pegar os pasteizinhos para levar para casa, entre e sente em uma das mesas disponíveis na parte interna do espaço para apreciar o doce com calma em um ambiente aconchegante. Não esqueça também de reservar um tempinho para uma rápida passada no Padrão dos Descobrimentos, um enorme monumento em forma de navio que também conta com um mirante para apreciar a belíssima vista do Tejo.

Para ir de um lado a outro, o bonde é o veículo lisboeta por excelência, e o elétrico 28 serve praticamente como um city tour, passando pelos bairros de Alfama, Baixa, Chiado e chegando até o Campo de Ourique, pertinho da Casa de Fernando Pessoa, onde o poeta português morou durante os últimos 15 anos de sua vida e que foi posteriormente transformada em uma casa de cultura. No local é possível ver uma réplica do quarto do poeta e o espaço conta até mesmo com uma área interativa (perfeita para quem viaja com crianças) que ganhou o carinhoso nome de Sonhatório.

E já que o assunto é cultura, é impossível conhecer Lisboa sem caminhar pelas ruas do bairro de Alfama, um dos mais tradicionais da cidade e também reduto do fado, ritmo que expressa como nenhum outro a nostalgia portuguesa. A vida em Alfama parece se arrastar pelo tempo e ganha um ar de vizinhança antiga, em que as pessoas ainda param na calçada para dar bom dia umas às outras. Mas além das disputadas casas de fado, que, diga-se de passagem, são um programa imperdível na cidade, Alfama também é lar de um dos mirantes mais bonitos de Lisboa, o mirador Porta do Sol, que oferece uma bela vista do entardecer na cidade.

Próximo dali fica localizado o Castelo de São Jorge, uma fortaleza repleta de história que foi construída pelos muçulmanos durante o século XI. Hoje suas torres atraem turistas de todas as partes do mundo, que buscam conhecer mais sobre a construção e aproveitar a incrível vista do local. Com tanta história quanto o castelo, a Sé Catedral é um dos templos mais importantes da capital portuguesa, erguido no século XII sobre uma mesquita após os mouros serem expulsos da região. Embora parte de sua estrutura tenha sido afetada pelos terremotos que atingiram a cidade, o local continua sendo parada obrigatória para quem passa por lá.

Para os fãs da vida noturna, o destino certo após o cair do sol é o Bairro Alto, onde bares e restaurantes parecem brotar a cada temporada, fazendo com que as noites de Lisboa sejam mais agitadas e felizes. O bairro é também ponto de encontro entre pessoas de diversas faixas etárias, reunindo desde estudantes até casais mais velhos em busca da deliciosa gastronomia portuguesa. Se a ideia é provar um autêntico bacalhau português, o prato típico estará esperando pelos apetites mais afoitos nos diversos restaurantes dos bairros da Baixa e do Chiado.

Para quem busca conhecer mais sobre as tradições do país, o Museu Nacional do Azulejo e o Museu do Fado oferecem visitas imperdíveis onde será possível saber mais sobre estes dois patrimônios nacionais. Em relação à arte, porém, o Museu Calouste Gulbenkian é o grande destaque, reunindo mais de 6 mil obras de arte egípcia, mesopotâmica, europeia e oriental em seu acervo.