O Castelo de São Jorge é uma das principais atrações de Lisboa. A visita é uma imersão histórica no século 11, quando foi construída pelos muçulmanos na região onde se localizava o bairro islâmico. Com a conquista de Lisboa por D. Afonso Henrique, ocorrida em 1147, os espaços do castelo construído durante a dominação árabe foram sendo adaptados e ampliados para receber a família real. Afonso Henrique se tornava então o primeiro rei de Portugal.

O arquivo real foi instalado em uma das torres do Castelo de São Jorge e o edifício foi sendo transformado ao longo dos séculos. Por lá, eram recebidas personalidades portuguesas e de outras nações, além de serem realizadas festas e eventos até o século 16.

Quando Portugal foi anexado à Coroa Espanhola, em 1580, o castelo foi usado como uma fortaleza militar, o que se manteve até o início do século 20. Após o terremoto que destruiu grande parte de Lisboa, em 1755, a estrutura foi bastante afetada e precisou de muitas alterações, fazendo com que os vestígios do antigo paço real só fossem redescobertos durante as obras de restauro realizadas entre os anos 1938 e 1940.

Foto CC BY-SA 3.0 Concierge.2C

Hoje, o Castelo não tem mais usos militares ou mesmo serve como paço real. Ele transformou-se em atração turística, aberta sete dias por semana. Além de conhecer mais sobre a história lisboeta com a Exposição Permanente, os visitantes podem descobrir os vestígios do bairro islâmico que existia no local durante o século 11 no Sítio Arqueológico. Os jardins e o miradouro do castelo complementam a experiência e prometem ótimas fotos da viagem, enquanto o Café do Castelo é uma parada perfeita para descansar.

Encontre os melhores preços para voar para Lisboa

Como chegar no Castelo de São Jorge?

Você pode chegar ao Castelo de São Jorge usando o elétrico 28, o bondinho mais famoso de Lisboa. Descendo no Miradouro de Santa Luzia, basta uma caminhada de cerca de 400 metros e você já estará na atração. Apesar de curto, o trajeto envolve algumas subidas e descidas, podendo se tornar cansativo para algumas pessoas.

Se não quiser caminhar ou tiver dificuldades de locomoção, a melhor pedida é o ônibus 737, que para coladinho no castelo e evita as ladeiras lisboetas.

Quanto custa o passeio?

  • Entrada geral: 10 euros (cerca de R$ 45)
  • Ingressos para jovens entre 13 e 25 anos: 5 euros (R$ 23)
  • Maiores de 65 anos ou pessoas com deficiência: 8,50 euros (R$ 39)
  • Entrada gratuita para:
    • Menores de 12 anos;
    • Residentes de Lisboa;
    • Jornalistas mediante marcação prévia;
    • Profissionais de turismo registados no RNAAT que estejam em exercício de sua função;
    • Acompanhante de pessoas com deficiência;
    • Residentes de Portugal aos domingos e feriados, das 9h às 14h.

Lisboa do alto – confira dicas de lugares para visitar e ter a melhor vista

Foto via

O que fazer no Castelo de São Jorge

Dentro do Castelo, há muitas coisas a visitar. Graças a isso, é interessante programar os pontos por onde deseja passar com antecedência. Nós te damos uma forcinha para fazer isso, listando abaixo os principais destaques da visita.

Camera Obscura

Também chamada de Câmera Escura, trata-se de um sistema de lentes e espelhos que oferece uma vista detalhada de Lisboa em tempo real e em 360º. Para quem gosta de exposições interativas, é uma parada imperdível durante o passeio: você vai se sentir uma mosquinha sobrevoando os principais monumentos da cidade. As visitas ao espaço ocorrem a cada 20 minutos, entre as 10h e as 17h20.

Exposição Permanente

Uma coleção que reúne diversos objetos encontrados durante as escavações realizadas na área arqueológica. É uma oportunidade incrível de conhecer mais sobre as diversas culturas que passaram pela região desde o século 7 antes da nossa era e entender como elas influenciaram a vida naquele local ao longo dos anos. O destaque, obviamente, fica para o período islâmico, ocorrido entre os séculos 11 e 12.

Foto CC BY 2.0 FlyingCrimsonPig

Jardins do Castelo

Nem só de história é feita a visita ao Castelo de São Jorge. Os jardins da construção também são repletos de biodiversidade e são considerados hoje o único espaço verde de Lisboa com predominância das principais espécies autóctones da floresta portuguesa. Descubra toda a beleza de árvores como os sobreiros, zambujeiros, alfarrobeiras, medronheiros e pinheiros-mansos. Para manter viva a memória da antiga horta que existia no Paço Real da Alcáçova, o espaço manteve também algumas poucas árvores frutíferas.

Sítio Arqueológico

A visita guiada ao sítio arqueológico é bastante recomendada, principalmente se você gostou do que viu na exposição permanente. Os passeios são realizados diariamente em português, inglês e espanhol em horários pré-estabelecidos. No espaço, os visitantes poderão conhecer as primeiras ocupações encontradas na região, que remontam o século 7 antes da nossa era. É também a oportunidade de descobrir mais sobre como era a vida no local durante a época islâmica e encontrar as ruínas da antiga alcáçova, que foi destruída durante o terremoto de 1755.

Horários das visitas guiadas:

  • De novembro a fevereiro: 10h30, 11h30, 12h30, 14h, 15h, 16h, 17h
  • De março a outubro: 10h30, 11h30, 12h30, 14h, 15h, 16h, 17h, 18h30, 19h30
Foto CC BY-SA 1.0 Stefan Didam – Schmallenberg

Castelo e Castelejo

O Castelejo foi construído no século 11 e é uma das visitas mais incríveis durante o passeio ao castelo. Era nessa área que se guardava o arsenal militar e ela era usada também como abrigo para as elites em caso de cerco. Ainda encontram-se no local 11 torres preservadas, uma muralha, uma cisterna e outras construções antigas que sobreviveram ao tempo. Um dos segredos mais curiosos é a chamada “Porta da Traição”, uma pequena abertura por onde passavam mensageiros quando necessário.

Vai viajar? Não esqueça de reservar sua hospedagem em Lisboa

Horários de abertura do Castelo

Os horários de abertura do Castelo de São Jorge variam de acordo com a época do ano.

  • De 1º de novembro a 28 de fevereiro: das 9h às 18h
  • De 1º de março a 31 de outubro: das 9h às 21h

A entrada é permitida até 30 minutos antes do horário de encerramento. Fique atento também aos horários de funcionamento especiais da Camera Obscura, que vão das 10h às 17h20.

São realizadas visitas orientadas ao ao castelejo, ao sítio arqueológico e à exposição permanente três vezes ao dia: às 10h30; às 13h; e às 16h.

Na hora de programar a viagem, fique atento também aos dias de fechamento do Castelo: 1º de janeiro, 1º de maio e 24, 25 e 31 de dezembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verão 2020

Programe-se para curtir as belezas da Bahia no próximo verão! Temos dicas de lugares incríveis para suas férias.