Pequena cidade que fica no interior do estado de Santa Catarina, São Joaquim está localizada a cerca de 300 quilômetros da capital Florianópolis, e é famosa por suas temperaturas frias. Aqui não há nenhum grande monumento como atração, e sim o frio, essa é a principal atração. A temperatura já chegou a 10...

Leia Mais
  • População 26.447 mil

  • Hora local 12:30

  • 1 Real R$ 1,00

  • Temperatura local 27.22º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para São Joaquim

Atrações turísticas em São Joaquim

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em São Joaquim

Hospedagem em São Joaquim

menor valor maior valor
Pousada R$ 100,00 R$ 341,00
Apartamento R$ 136,00 R$ 328,00

Alimentação em São Joaquim

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 10,80 R$ 10.80 a R$ 24,00 R$ 24.00
  • Almoço


    R$ 18,00 R$ 18.00 a R$ 39,60 R$ 39.60
  • Jantar


    R$ 27,60 R$ 27.60 a R$ 58,80 R$ 58.80

Guia São Joaquim

Pequena cidade que fica no interior do estado de Santa Catarina, São Joaquim está localizada a cerca de 300 quilômetros da capital Florianópolis, e é famosa por suas temperaturas frias. Aqui não há nenhum grande monumento como atração, e sim o frio, essa é a principal atração. A temperatura já chegou a 10 graus abaixo de zero e já nevou várias vezes na cidade, não chega a fazer neve suficiente para cobrir montanhas para prática de esportes de inverno, mas é o suficiente para alegrar turistas e moradores.

Conhecida como a cidade mais fria do país, São Joaquim tem cerca de 25 mil habitantes, e durante o inverno vê sua população multiplicada tornando-se manchete nos meios de comunicação do país inteiro devido ao intenso frio. É conhecida também como a Capital Nacional da Maça, embora as temperaturas frias sejam muito mais populares que suas maças. A fruta ganhou até uma festa, a Festa Nacional da Maça, que existe há mais de 50 anos, realizada normalmente entre os meses de abril e maio, época de sua colheita, na festa há todo tipo de delícia feita à base de maça, como tortas, bolos, geléias e licores, mas em qualquer época do ano é possível encontrar a fruta e seus derivados pela cidade. 

Além de temperaturas frias e maças, a Vinícola Villa Francioni é outro atrativo local. A vinícola oferece um tour guiado de aproximadamente 1 hora e meia de duração, que começa contando a história do local e termina com uma degustação dos vinhos produzidos por ali. A Serra do Rio Castro é um trecho super sinuoso da rodovia SC-438, com curvas e subida íngreme. São cerca de 15 quilômetros com vários mirantes e belas paisagens. O Snow Valley é um parque com circuitos de arvorismo, tirolesa, trilhas e muro de escalada que agrada tanto criança quanto adultos. No centro da cidade, o Empório Quatro Estações, vende artesanatos, objetos de decoração e doces da Vinícola Sanjo que é uma das maiores produtoras de maças do país. 

A alta temporada em São Joaquim é entre os meses de junho até agosto, época de inverno. A cidade fica cheia de pessoas ansiosas para ver a temperatura cair e se possível a neve aparecer.

Como chegar

Localizada a 230km de Florianópolis, a cidade da serra catarinense é uma das melhores opções para quem quer ver neve, mas não ir muito longe. Para viajantes que partem de regiões mais distantes, o hub aéreo mais conveniente fica na capital do estado. Portanto, o Aeroporto Internacional de Florianópolis – Hercílio Luz (FLN) é a forma mais fácil de diminuir as distâncias até o local. Essa é uma opção bastante recomendada, pois os preços das passagens geralmente estão mais convidativos no inverno (justamente pelo fato de Floripa ser um destino de praias). De lá até a cidadezinha interiorana, o turista deverá alugar um carro ou ir de ônibus para completar a segunda etapa do trajeto.

Há ainda na região o Aeroporto Federal de Lages – Antônio Correia Pinto de Macedo (LAJ), localizado a 80km de quilômetros de distância de São Joaquim, com voos diretos partindo de Campinas pela Azul. Porém, por ser pequeno e regional, o local conta com pouca disponibilidade de voos e os valores das passagens costumam ser caros. De qualquer forma, coloque-o também em seu radar!

Outra forma de locomoção econômica é por meio de ônibus. Para quem opta por esse meio de transporte, a chegada acontece pelo Terminal Rodoviário de São Joaquim. O local conta com bom atendimento, mas apresenta infraestrutura limitada. De qualquer forma, a rodoviária funciona satisfatoriamente para quem deseja fazer uma viagem mais econômica e sem tanto planejamento prévio. Para turistas que partem de mais longe, é preciso ir primeiro para Florianópolis e, então, seguir rumo ao seu destino final. Da capital até o município catarinense, quem faz o transporte é a Viação Reunidas.

Outra forma interessante de chegar a São Joaquim é com automóvel próprio ou alugado. Garantindo maior flexibilidade à sua viagem, esse meio de transporte é o mais indicado para quem pretende explorar mais a região. Os roteiros mais comuns dessa modalidade saem do próprio estado de Santa Catarina, como também de outras localidades da Região Sul e Sudeste do Brasil. Cerca de 230km separam o município de Florianópolis (aproximadamente 3 horas e meia sem trânsito), 320km de Porto Alegre (4 horas e meia), 440km de Curitiba (6 horas), 850km de São Paulo (dez horas e meia) e 1.280km do Rio de Janeiro (15 horas).

Vida noturna

Quem pensa em um frio de até -10•C normalmente não está muito disposto a colocar os pés na rua no auge da noite. Muitos viajantes, porém, não dispensam uma saidinha para ao menos entender como funciona a vida noturna local. Em São Joaquim as atrações boêmias costumam ser modestas, mas ainda há opções de bares e restaurantes para minimamente satisfazer esse perfil de turista.

Mesmo que menos sofisticados do que em outras regiões do Brasil, os estabelecimentos gastronômicos do município catarinense são uma boa pedida de diversão após o horário comercial. Isso porque nada melhor do que uma comidinha bem gostosa, acompanhada por um vinho e uma boa companhia, para fechar o dia com chave de ouro. Na verdade, os restaurantes e cafeterias da região surgem como grandes atrativos locais, perdendo apenas para o próprio frio. Então não hesite em experimentar o máximo de locais possíveis. Para quem quer jantar bem, algumas boas opções são o Restaurante Pequeno Bosque e o Ristorante Toscano. Agora se a ideia é tomar um café colonial ou comer uma sobremesa, a boa pedida é ir ao Café Serrano.

Mas se a sua ideia é ver um pouco mais de movimento, há alguns bares que também atraem a atenção dos viajantes. Um dos mais populares é o Bar Ramos, localizado no Jardim Caiçara, que além de boas bebidas ainda oferece uma das trutas mais procuradas da cidade. Já o BlackPub é uma opção para quem quer um menu de bebidas mais despojado, como cervejas e drinks. Conta também com um cardápio de hambúrgueres, petiscos e comidas rápidas.

Mesmo com algumas poucas opções, não pense que você terá muitas oportunidades de sair para ver gente e paquerar na cidade. Pelas suas características, São Joaquim acaba atraindo mais a atenção de casais do que de jovens solteiros.