Maceió tem a fama de ser o Caribe brasileiro e o título é mais que merecido. Além disso, o apelido já oferece uma bela ideia do que esperar das maravilhosas praias da cidade. Nenhum dos 40 quilômetros de praias desaponta o visitante. São águas transparentes, piscinas naturais, areias douradas e imensas manchas verdes, formadas por coqueiros...

Leia Mais
  • População 1.013 milhões

  • Hora local 11:23

  • 1 Real R$ 1,00

  • Temperatura local 27.69º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Maceió

Atrações turísticas em Maceió

Veja todos

Transporte em Maceió

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Maceió

Hospedagem em Maceió

menor valor maior valor
Albergue R$ 75,00 R$ 295,29
Apartamento R$ 86,00 R$ 3.861,00
Hotel R$ 95,49 R$ 1.092,00
Pousada R$ 96,00 R$ 250,00

Alimentação em Maceió

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 8,64 R$ 8.64 a R$ 14,04 R$ 14.04
  • Almoço


    R$ 18,96 R$ 18.96 a R$ 35,76 R$ 35.76
  • Jantar


    R$ 23,28 R$ 23.28 a R$ 41,88 R$ 41.88

Guia Maceió

Maceió tem a fama de ser o Caribe brasileiro e o título é mais que merecido. Além disso, o apelido já oferece uma bela ideia do que esperar das maravilhosas praias da cidade. Nenhum dos 40 quilômetros de praias desaponta o visitante. São águas transparentes, piscinas naturais, areias douradas e imensas manchas verdes, formadas por coqueiros e fazendas de cana-de-açúcar.

Não é à toa que Luiz Gonzaga cantava as praias do município em suas músicas. Se “Alagoas tem joias tão caras que meus olhos não cansam de olhar”, elas são Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca.  

O grande atrativo da capital alagoana é que as praias urbanas são tão bonitas quanto as mais afastadas. As três praias são responsáveis por grande parte do sucesso da cidade que tem uma das orlas urbanas mais bonitas do Brasil. Um programa obrigatório são os passeios de jangada até as piscinas naturais de Pajuçara, assim como admirar o visual da Ponta Verde. Já Jatiúca é ideal para quem gosta de tomar banho de mar em uma praia de ondas mais fortes.

A orla de Maceió é arborizada e animada dia e noite. O calçadão à beira-mar é o coração da cidade com venda de artesanato e barracas ótimas para aproveitar a praia e a vida noturna. Distante da orla ficam as atrações culturais, espalhadas pelo centro da cidade. São igrejas em estilos arquitetônicos variados e espaços que guardam a rica arte popular do Nordeste.

Como o calor é intenso o ano inteiro, basta que faça sol para que acidade fique alegre, cheia de gente nas areias e repleta com o acolhimento dos simpáticos maceioenses.  A temperatura média anual é de 25ºC, com médias que variam entre 26ºC, no verão, e 23ºC, no inverno. A época de alta temporada e maior movimento obviamente é o Verão, que coincide com o período mais seco do ano e com águas mais claras. O inverno de Maceió é um período mais chuvoso, mas, por outro lado, pode propiciar preços mais convidativos.

A vantagem de conhecer Maceió é poder desfrutar das facilidades de uma cidade com estrutura de uma grande capital, mas que ainda caminha em ritmo de interior, menos acelerado do que outras capitais brasileiras.  Ainda que seja relativamente pequena, os turistas que a visitam contam com aeroporto moderno, bons restaurantes, boa rede hoteleira e infraestrutura voltada para o turista.

Já nos arredores de Maceió, a palavra-chave é rusticidade. Um exemplo é a Costa dos Corais, ao Norte. As praias desertas e acessíveis pela estrada cercadas por coqueirais, como em São Miguel dos Milagres, ficam em simples vilarejos que abrigam charmosas pousadas. Para o sul, o destino é Barra de São Miguel ou Penedo, uma cidade histórica às margens do Rio São Francisco. Da região é fácil chegar a foz do Velho Chico e apreciar o encontro de suas águas com o mar, abraçado por imensas dunas douradas.

O que fazer em Maceió

Praias lindíssimas, dias ensolarados, ótimo clima, mar de cor incrível e ótima infraestrutura para quem quer passar o dia todo esticado no sol esquecendo das obrigações ou para quem quer agito, Maceió consegue unir o charme da praia, do agito e da natureza sem deixar que o fator “cidade grande” afete a experiência de quem busca relaxar em belas praias.

Dito tudo isso, claro que o grande destaque do que fazer em Maceió são as praias, que ocupam 40 km da cidade, possuindo uma das orlas mais bonitas do Brasil com uma paisagem de água transparente e um pôr-do-sol de tirar o fôlego.

Uma das coisas mais legais das praias de Maceió é que tem opção para todos os gostos: para quem quer praias mais movimentadas, rústicas e pouco visitadas.

Maceió ainda tem uma feirinha, a cara de cidades praianas, para você comprar presentinhos, souvenirs e bugigangas.

Saiba o que mais fazer em Maceió aqui e prepare seu roteiro de viagem!

 

Onde ficar em Maceió 

Maceió é um dos destinos mais populares entre os viajantes que querem aproveitar o estado e além de receber muitas pessoas que “só passam” por ali para seguir para destinos mais famosos como Milagres ou Maragogi, Maceió tem seu charme e praias ótimas, por isso também é o destino final de muitos viajantes.

Inclusive, se pensa em conhecer cidades próximas à capital alagoana, considere incluir alguns dias em Maceió e deixe o destino te conquistar com sua beleza e infraestrutura. 

Agora vamos ao que interessa: onde ficar em Maceió? São três principais bairros onde estão concentrados a maior parte dos hotéis e também que ficam próximos das praias e do agito da cidade. São eles os bairros de Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca.

 

Confira aqui uma seleção de hospedagem em Maceió e região.

Alimentação em Maceió 

Assim como outros destinos do Nordeste, Maceió tem entre seus encantos a gastronomia local, com destaque para pratos com frutos do mar e a fartura como carro-chefe de todos os pratos. 

O viajante pode até estranhar que no café da manhã em Maceió já são servidos pratos que mais comumente comemos apenas no almoço e janta, como macaxeira, inhame, batata doce, cuscuz, tapioca, queijo coalho.

Para os alagoanos, essa é a“refeição mais importante do dia”!

Maceió tem vários restaurantes típicos tradicionais da cidade que você precisa incluir como pontos turísticos de sua viagem! Para saber quais são esses locais e em quais bairros eles estão, te contamos mais aqui!

 

Passeios em Maceió 

Como já te adiantamos, uma das coisas mais legais de Maceió – além de obviamente suas praias – é sua localização. A cidade fica a apenas 100 km de São Miguel dos Milagres, uma pequena e lindíssima cidade mais tranquila e com paisagens surreais e a apenas 130 km de Maragogi, destino que compete nas fotos diretamente com as praias e mar do Caribe.

Você ainda pode aproveitar sua viagem a Maceió para fazer um bate e volta da Praia do Gunga e do Francês, para conhecer Barra de São Miguel e outras praias surpreendentes do nordeste brasileiro.

Existem vários passeios incríveis para fazer em Maceió e vale fazer um ou outro mesmo que esse não seja o foco da sua viagem e você queira ficar o dia todo igual um jacaré no sol.

Quer saber quais os passeios mais imperdíveis de Maceió? Veja aqui com valores reais!

 

Quando ir a Maceió 

O Nordeste é “abençoado” de muitas maneiras e seu clima é uma dessas bênçãos. Em Maceió e em outros destinos e capitais nordestinas praticamente não tem frio em nenhuma época do ano. O clima até fica mais “ameno”, mas é sempre quente.

Assim, tem época ruim para viajar a Maceió? Mais ou menos. Isso porque ninguém merece viajar em época de chuva, né? A temporada mais chuvosa da cidade vai de abril a agosto e o período de seca é o mesmo da alta temporada da cidade, com preços elevados e maior lotação.

Mas o que vocês ainda não sabem é que existem alguns meses que conseguem reunir um clima ótimo fora da temporada. Quer saber qual é esse período? Confira aqui!

 

O que levar na mala 

Maceió é um destino de praia, rolês noturnos, passeios e ainda é uma cidade grande, então você provavelmente não vai passar perrengues por lá, já que tem tudo com fácil acesso.

Por lá menos é mais e é um destino que não precisa de muita coisa para o dia a dia (por exemplo como acontece nos destinos de neve, que você precisa levar um monte de roupa pesada e grande). Em Maceió, o viajante pode optar por economizar e comprar sua passagem aérea sem bagagem despachada, incluindo só a bagagem de mão, que costuma ser uma mala pequena de até 10 kg.

Confira este guia para te ajudar a lembrar o que é importante colocar na sua mala para Maceió:

  • Roupas leves e frescas;

  • Roupas de banho: leve mais de um conjunto para usar enquanto o outro seca;

  • Protetor solar: Corporal, facial, labial, além de chapéu e óculos de sol;

  • Hidratante e pós-sol: pegou sol demais? Hidratante, pós-sol e pasta d'água ajudam a manter o conforto.

  • Calçados confortáveis: perfeitos para explorar as praias e fazer os passeios!

  • Remédios de uso diário: apesar de ter farmácia por lá, evite problemas e principalmente se usar algo com receita;

  • Repelente de insetos: para se proteger de mosquitos e outros bichos;

  • Carregador de celular para tirar muitas fotos!

  • Capinha de celular à prova d’água: Para levar seu celular no mar e tirar muitas fotos.

Com essas dicas, sua viagem para Maceió vai ser tranquila e sem preocupações!

Serviços para a sua viagem 

Partiu conhecer Maceió? O destino vira e mexe tem passagens promocionais de várias capitais. Quer garantir que sua viagem aconteça com os melhores preços? 

Comece a programar sua viagem acompanhando os valores das passagens aéreas com parceiro do Quanto Custa Viajar, Turismocity

 

Como chegar

Há uma grande oferta de voos diretos saindo das principais capitais brasileiras para Maceió. Normalmente, as passagens aéreas mais baratas são aquelas que ligam outras cidades do Nordeste à capital alagoana, como voos partindo de Recife ou Salvador - que, com sorte, podem sair por menos de R$ 300 por pessoa.

Outras cidades que possuem conexão aérea direta com Maceió são: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Campinas, Uberlândia, Ribeirão Preto e Brasília. Para quem viaja de outras regiões do Brasil, basta uma escala em um destes aeroportos para aterrissar rapidamente no Aeroporto Internacional de Maceió - Zumbi dos Palmares, localizado a cerca de 25 km da Ponta Verde.          

As principais companhias que voam para a cidade são Gol, Latam, Azul e Avianca. Apesar de ser um aeroporto pequeno, o movimento de voos é constante e os serviços oferecidos aos viajantes não deixam a desejar, com diversas lojas e restaurantes.

Quem vive no Nordeste ou inclui Maceió em um roteiro maior, também poderá chegar à cidade de ônibus ou de carro. As empresas Rota, Gontijo e Real Alagoas operam ônibus com saídas das principais capitais do país. De Recife (PE), a viagem demora cerca de 4 horas; de Aracaju (SE), são apenas 5 horas de ônibus; ou 6 horas para quem sai de João Pessoa (PB).

Mais longas, mas nem por isso impossíveis, são as viagens de ônibus que partem do Rio de Janeiro (RJ), ou de Salvador (BA) para Maceió. Saindo da capital carioca, a viagem dura cerca de um dia, enquanto de Salvador são aproximadamente 11 horas de percurso.

Se percorridos de carro, os trajetos costumam ser ainda mais rápidos, ao mesmo tempo em que permitem acompanhar as belezas do caminho em seu próprio ritmo. Os dois principais acessos à cidade são a BR-101 e a AL-101 - esta última passa pelo litoral, sendo uma boa escolha para quem pretende parar em outras praias ao longo da viagem. 

Vida noturna

São as praias e o calor do sol que atraem os visitantes para Maceió, como acontece em outras capitais do Nordeste. Mesmo assim, a vida noturna na cidade não deixa a desejar, oferecendo muitas opções de bares e casas noturnas para todos os gostos.

À noite, as mesmas praias que recebem turistas durante a luz do dia também se transformam em palco da vida noturna. O calçadão da Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca vira um bom lugar para um passeio ao ar livre e as barracas de praia se transformam no programa ideal para curtir o melhor do fim do dia.

A pedida é aproveitar a noite em Jatiúca, onde vários restaurantes e bares oferecem boas opções para os visitantes. É possível saborear algumas tapiocas típicas da região enquanto caminha pela orla. Na hora da janta ou de seguir para os bares, a avenida Antônio Gomes de Barros (mais conhecida como “Amélia Rosa”, como se chamava anteriormente) é onde se concentra a maior parte das atrações, que vão de restaurantes a pubs.

As barracas Lopana e Kanoa são as mais famosas da Ponta Verde. Versáteis, elas são perfeitas para passar o dia na praia e voltar à noite para aproveitar o agito. Em compensação, o Maikai é um dos lugares mais concorridos. Com dois ambientes, a casa tem uma área para shows e outra destinada à choperia.

Um roteiro cultural pelo bairro histórico do Jaraguá permite que os viajantes conheçam mais da região ao cair da noite. Ao final do passeio, há ótimas opções para continuar aproveitando a vida noturna de Maceió sem sequer sair do bairro. Um antigo casarão restaurado é sede do Rex Jazz Bar, um ambiente para os amantes da música. Outros bares famosos são a Casa da Filó, com o melhor do forró pé de serra, ou a choperia Orákulo