Importante centro comercial desde os tempos antigos, Osaka surge no contexto da atualidade como uma das mais representativas cidades japonesas, seja pela sua História, seja pela sua força econômica. Com quase 2,7 milhões de habitantes, a urbe é a terceira maior do país, perdendo apenas para Tóquio e Yokohama. Um dado interessante é que durante...

Leia Mais
  • População 2.665 milhões

  • Hora local 18:15

  • 100 Iene R$ 3,09

  • Temperatura local 29.01º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Osaka

Atrações turísticas em Osaka

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Osaka

Hospedagem em Osaka

menor valor maior valor
Albergue R$ 98,08 R$ 721,59
Apartamento R$ 112,09 R$ 2.229,33
Pousada R$ 119,10 R$ 1.216,20
Hotel R$ 283,73 R$ 1.705,36

Alimentação em Osaka

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 20,77 ¥ 672.00 a R$ 26,33 ¥ 852.00
  • Almoço


    R$ 30,41 ¥ 984.00 a R$ 43,40 ¥ 1404.00
  • Jantar


    R$ 37,09 ¥ 1200.00 a R$ 56,38 ¥ 1824.00

Guia Osaka

Importante centro comercial desde os tempos antigos, Osaka surge no contexto da atualidade como uma das mais representativas cidades japonesas, seja pela sua História, seja pela sua força econômica. Com quase 2,7 milhões de habitantes, a urbe é a terceira maior do país, perdendo apenas para Tóquio e Yokohama. Um dado interessante é que durante os dias úteis o município comporta quase 4 milhões de pessoas, já que mais de 1 milhão de indivíduos se deslocam de regiões periféricas para trabalhar lá. Por todas as suas características, a cidade – situada na província de mesmo nome, mais precisamente na área de Kansai – é a segunda mais rica do Japão e a sétima do mundo, com um PIB de 417 milhões de dólares.

Apesar do seu caráter de negócios, a cidade encanta também pela sua História. Ela é uma das mais antigas do país, possuindo inclusive construções seculares que esbanjam beleza e tradição. O Castelo de Osaka, cartão postal do município, é uma delas. Construído há mais de 400 anos, o local é incrível e conta a história de guerras e de unificação de um Japão milenar.

A região também é um importante hub marítimo, aéreo e ferroviário, sendo uma localização interessante para aqueles que querem visitar outros lugares do país. Por lá, o viajante tem fácil acesso às antigas capitais japonesas, Nara e Kyoto, além de poder viajar para o Mar Interior do Japão, uma das atrações turísticas mais belas da nação.

Etimologicamente, Osaka significa “ladeira grande”, mas nem sempre o município se chamou assim. Registros históricos datados de 1498 mostram a nova nomenclatura já sendo usada, mas antes disso a cidade se chamava Naniwa. Com a Segunda Guerra Mundial, a urbe – importante centro industrial da época – foi devastada, assim como regiões que apresentavam características semelhantes. Porém, mostrando mais uma vez a eficiência japonesa, a área se reergueu das cinzas para novamente despontar como um importante polo econômico do Japão.

Por mesclar negócios, diversão e História, Osaka recebeu cerca de 9,4 milhões de turistas no ano de 2016, número que representa um crescimento de 31% em relação ao período interior. Isso mostra o interesse crescente dos turistas pela cidade, que estão descobrindo pouco a pouco tudo o que Osaka tem a oferecer. Um dado curioso é que a região era chamada de “cozinha da nação” durante a Era Edo. Isso porque era lá o centro nacional de comércio de arroz e de armazenamento de peixes e grãos.

Como chegar

Infelizmente não há voos diretos para quem parte diretamente do Brasil. Nesse caso, o turista deverá encarar ao menos uma conexão para chegar ao seu destino final. Algumas das companhias aéreas disponíveis para fazer esse itinerário são a Emirates, a American Airlines, a KLM e a AirFrance, por exemplo. Dois são os aeroportos que recebem os voos internacionais, o Aeroporto Internacional de Osaka Kansai (KIX) e o Aeroporto Osaka Itami (ITM).

As maiores chances de chegada acontecem pelo Aeroporto Internacional de Kansai. De lá até o centro da cidade, o viajante conta com o serviço Airport Express, operado pela empresa JR West, ou ainda com ônibus regulares. Em ambos os casos, o turista deverá se encaminhar para o Terminal 1, onde os dois serviços podem ser utilizados. Também é possível fazer o trajeto por meio de táxis, mas nesse caso a corrida sai bem cara, uma vez que demora entre 50 e 60 minutos.

Mesmo que seja o meio de transporte mais rápido, o avião não é o mais utilizado para chegar lá. Isso porque Osaka é abastecida por uma boa rede ferroviária, que ajuda muito quem já está no país. Portanto, o que geralmente acontece é o viajante comprar uma passagem aérea do Brasil para Tóquio e, então, percorrer o país via transporte terrestre. Outra alternativa é alugar um carro para percorrer as regiões ao redor com mais flexibilidade, mas tenha em vista que Osaka é uma cidade populosa, então você poderá perder bastante tempo engarrafado.

Para quem está em países vizinhos, como a Coréia do Sul, há ainda a chance de chegar ao local por meio de ferry boats. A viagem dura em média 17 horas partindo da cidade coreana de Busan, mas a boa notícia é que o percurso pode ser feito durante o período noturno.

Vida noturna

Como qualquer cidade grande, Osaka garante aos moradores e turistas muitas opções de diversão noturna. Portanto, se a sua ideia é sair para tomar um drink, ouvir boa música ou, ainda, dançar na companhia de amigos, o município não deixa nada a desejar. Muito pelo contrário, difícil mesmo vai ser ir embora da cidade com a sensação de que conheceu todos os lugares que gostaria!

Diferente de Tóquio, os estabelecimentos noturnos de Osaka ficam concentrados em poucas regiões boêmias. Isso porque na capital do país tudo fica espalhado, dificultando um pouco a locomoção. Portanto, uma das áreas mais tradicionais para quem deseja sair à noite é Minami, situada ao redor da Estação Namba. O nome Minami significa “sul” em japonês, e o local conta com diversos restaurantes, lojas, bares e casas noturnas. Em termos de agitação, é um dos principais hubs de entretenimento da cidade japonesa. A boa notícia é que o distrito é bastante acessível por ônibus e trens, para aqueles que não pretendem pagar por táxis.

Na região de Minami ainda existem áreas que merecem atenção especial. Dotonbori é conhecida pelos seus restaurantes, muitos deles 24 horas. Essa é uma parte de Osaka que nunca dorme e, portanto, ótima pedida para vida noturna. Aproveite também para dar uma passadinha em Shinsaibashi, um enorme shopping com muitas boutiques, lojas e lugares para comer a típica comida local. Outra área interessante é Amerikamura, um local jovem e cheio de tendência. A localidade é considerada a versão de Osaka para o Harajuku, o distrito de Tóquio onde a cultura teen predomina.

Outro grande polo boêmio da cidade é Umeda, localizado ao norte da cidade. A área fica próxima às estações Umeda e Osaka, além de ser abastecida por diversas linhas de ônibus. Nos últimos anos a região vem sofrendo grandes renovações e melhorias, sendo as mudanças facilmente percebidas na enorme rede de hotéis, restaurantes e shoppings que o local comporta.