Já deve ser unânime afirmar que Nova York é uma das cidades mais espetaculares do mundo, com uma diversidade de coisas para ser ver, fazer, comer e vivenciar. A cidade é rica e influente, pulsando dinamismo, agito cultural e novas tendências a cada esquina.

Mesmo se você está cansado de ver essas ruas, praças e edifícios em...

Leia Mais
  • População 8.406 milhões

  • Hora local 14:30

  • 1 Dólar americano R$ 5,28

  • Temperatura local 10.76º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Nova York

Atrações turísticas em Nova York

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Nova York

Hospedagem em Nova York

menor valor maior valor
Apartamento R$ 262,57 R$ 3.819,61
Pousada R$ 428,69 R$ 428,69
Hotel R$ 1.066,36 R$ 6.882,59
Albergue R$ 1.521,84 R$ 1.521,84

Alimentação em Nova York

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 63,39 $ 12.00 a R$ 113,57 $ 21.50
  • Almoço


    R$ 84,52 $ 16.00 a R$ 184,89 $ 35.00
  • Jantar


    R$ 114,10 $ 21.60 a R$ 221,86 $ 42.00

Guia Nova York

Já deve ser unânime afirmar que Nova York é uma das cidades mais espetaculares do mundo, com uma diversidade de coisas para ser ver, fazer, comer e vivenciar. A cidade é rica e influente, pulsando dinamismo, agito cultural e novas tendências a cada esquina.

Mesmo se você está cansado de ver essas ruas, praças e edifícios em dezenas de filmes e seriados, a visita in loco é garantia de grandes emoções e descobertas.

De um lado estão os incríveis arranha-céus, que convivem com parques extremamente arborizados. Suas ruas são frequentadas por pessoas de todas as partes do mundo, com culturas extremante diversas. Seus restaurantes estão entre os mais tops do mundo, não importa a especialidade, assim como seus hotéis.

É a chance de vivenciar aqueles momentos dignos de filmes hollywoodianos: como sentar em um banquinho do Central Park e ver a vida passar, parar em frente à vitrine da Tiffany’s, se deslumbrar com as lojas da Quinta Avenida ou ver um home run no Yankee Stadium com um hot dog na mão.

Formada por cinco áreas, a cidade desdobra-se em Staten Island, Queens, Bronx, Brooklyn e a famosa ilha de Manhattan. É nesta última onde estão os principais pontos turísticos da cidade e lugares clássicos para a visita dos turistas.  Na ilha, encontra-se a Times Square, o Empire State e Top of the Rock.

Os musicais nas casas ao longo da Broadway também têm ali sua morada, assim como a grandiosidade de museus como o MoMA e o Metropolitan. E não dá para esquecer de dar uma passada no Madison Square Garden. 

Em uma viagem a Nova York, outra parada obrigatória é a Estátua da Liberdade, símbolo de esperança para os imigrantes que chegaram aos Estados Unidos e se fazem presentes em cada rua dessa cidade. Os passeios que vão até a estátua pelo rio Hudson, passando pela Ellis Island, formam uma importante tríade dos roteiros nova-iorquinos.

Mas a estadia na Big Apple não precisa ser formada só de clichês. A cidade está em eterna transformação e é capaz de agradar turistas de todas as idades e com gostos completamente distintos. É para quem gosta de programas culturais, de musicais, de atividades ao ar livre, paisagens urbanas, história, gastronomia, compras, eventos esportivos e uma lista infindável de atrações. Cada um pode montar o roteiro que mais interessa. Poucos lugares têm o potencial de agradar tanto e durante o ano inteiro.

Vale registrar que Nova York realmente é enorme e sempre é bom ficar o máximo de dias possíveis. Por isso, tenha em mente que é uma cidade cara, tanto para se hospedar quanto para comer e, por essa razão, um bom planejamento da viagem é fundamental. 

O que fazer em Nova York

Na cidade mais cosmopolita do mundo, em Nova York existe uma infinidade de atividades para fazer e a cidade é literalmente do viajante para descobrir cada cantinho maravilhoso e encantador.


A cidade que nunca dorme possui uma vastidão de pontos turísticos e passeios, tornando impossível ver tudo em uma só viagem a Nova York. Para um bom apreciador, qualquer canto de lá é uma descoberta e possibilidade do que fazer.


Mas para te ajudar a descobrir o que fazer em Nova York, vai depender muito do seu gosto, quantos dias vai ficar por lá e especialmente do seu bolso, pois lá as coisas não são tão acessíveis.


Para ter um direcionamento inicial do que fazer em Nova York, especialmente conhecendo o local pela primeira vez, visite a Times Square e suas lojas, a 5ª avenida, o Central Park e os prédios com mirantes da cidade, como Rockefeller Center.

Aqui tem muito mais dicas sobre o que fazer em Nova York, a cidade que nunca dorme e possui mil cidades dentro de uma só.


Onde ficar em Nova York

Nova York possui um dos metros quadrados mais caros do mundo, e por isso as hospedagens têm preços bem elevados quando comparados a outros destinos internacionais do mundo.


Por ser muito grande, Nova York é dividida em várias regiões e bairros, e o turista pode decidir se hospedar um pouco mais perto ou um pouco mais longe dos pontos turísticos dependendo do acesso ao metrô e outros transportes.


Por ser um dos lugares mais visitados do mundo todo, Nova York tem muitas opções de hospedagens, de hostels à hotéis de luxo e em qualquer esquina é possível encontrar um hotel.


Para ajudar o viajante a não cair em uma cilada e ficar em um bairro ruim ou muito longe dos lugares que quer conhecer, confira o nosso guia de regiões e opções de hospedagens em Nova York.


Alimentação em Nova York

Nova York é uma cidade muito grande e agitada, por isso o viajante vai conseguir se alimentar em algum lugar em qualquer hora do dia, inclusive de madrugada.


Claro que a comida típica é a americana, então o visitante vai ver em toda esquina carrinhos de lanches (especialmente de cachorros quentes e pizzas), além de muitos cafés e restaurantes de redes populares nos Estados Unidos.


Uma das vantagens de Nova York ser uma das maiores cidades do mundo e um dos principais centros turísticos e comerciais do seu país é que reúne também opções de gastronomia do mundo todo, ou seja, você vai conseguir encontrar lugares incríveis de qualquer culinária.


Em nosso guia de onde comer em Nova York veja dicas de quais restaurantes visitar, a faixa de preço e a nota dos locais.


Passeios em Nova York

Uma cidade com passeios para quem procura uma pegada mais intelectual, comercial, badalada ou histórica, Nova York tem todos os tipos de passeios, até de helicóptero sobrevoando a cidade.


Em Nova York é possível fazer passeios históricos, gastronômicos, museus e mais. Também é possível fazer o passeio para visitar a Estátua da Liberdade por barco, que fica na ilha Ellis.


Próximo à cidade ainda fica um dos maiores outlets do país, então existem tours de compras e outras opções.

Com muitos passeios à disposição, aqui falamos sobre os principais para ajudar seu roteiro de viagem.


Quando ir a Nova York

Nova York é apaixonante em qualquer mês, com charme especial no inverno pois neva e a cidade ganha uma super decoração na época do natal, então os apaixonados pelo feriado vão se apaixonar se passarem por ali durante o fim do ano.


Para quem não é fã de frio, evite totalmente os períodos entre novembro e março, pois é congelante e neva.

 

Nova York é muito cheia em qualquer época, mas se possível, vale evitar os feriados e férias, como julho, que ainda faz altas temperaturas.


Aqui te contamos quando ir para Nova York , confira e fique por dentro da melhor época do ano para viajar, a média de temperaturas dos meses, de chuvas e um detalhamento completo sobre o tema.


O que levar para Nova York

Nova York é uma cidade com climas super variados a depender da época do ano em que o viajante a visita. Naturalmente com temperaturas mais amenas, no verão a cidade alcança temperaturas absurdas que chegam aos 41ºC.


Para quem vai no verão, só leve um casaco para o avião, de resto aposte em roupas frescas e leves, pois o viajante vai andar muito a pé em Nova York.


Já no inverno, especialmente se for em período de neve, o frio é algo que não estamos acostumados aqui e as roupas devem ser térmicas, com sapatos, meias apropriadas para neve e que não molhem. Casacos, gorros, luvas, cachecóis, nada é demais quando falamos do frio de lá.


Documentação para viajar a Nova York

Brasileiros precisam daquela documentação completinha para viajar a Nova York, isso quer dizer passaporte com validade de pelo menos seis meses à frente do período da sua viagem, ou seja, se viajar em maio, tem que estar válido até novembro, daquele ano no mínimo.


Tão importante quanto ou até mais, para ir para os EUA é necessário visto de turista aprovado aqui no Brasil, então nada de sair comprando viagem antes de ter seu visto aprovado e muito menos viajar com o visto vencido/próximo do vencimento, pois não deixarão o viajante entrar no país.


Além disso, os aeroportos estão solicitando os comprovantes de vacina, então acesse o ConectSus e faça a impressão da sua carteira vacinal completa em português e em inglês também.


Uma dica de viajante para viajante: faça seguro viagem antes de ir. A saúde americana é caríssima e qualquer gripe que precise de exames vai custar uns bons mil dólares no seu bolso, o que é uma loucura em um câmbio de R$6. Evite problemas e faça seguro viagem por um valor bem inferior e garanta cobertura e menos dores de cabeça.


Para evitar problemas na alfândega e imigração, que sempre encrencam com brasileiros com medo de ficarmos por lá para sempre, indicamos levar impresso também os comprovantes de passagens aéreas (ida e volta), reserva de hotéis e passeios.


Serviços para a sua viagem a Nova York

Conhecer Nova York é o sonho de muitos viajantes, mas é um destino com preços bem elevados mesmo quando falamos de EUA e dólar caro.


Para ajudar o viajante a realizar esse e outros sonhos, temos uma ferramenta para ajudar o viajante a monitorar as melhores passagens e preços para Nova York.


Chegando lá, é importante saber como se locomover na cidade, para evitar perder tempo precioso nessa cidade encantadora e que não recomendamos alugar carro.

 

Como chegar

Diversas cias aéreas ligam as principais cidades do Brasil a Nova York. Há voos diretos, que normalmente são um pouco mais caros, com a Delta Airlines, United Airlines, Latam e American Airlines e voos com conexões também podem ser feitos com Aerolíneas Argentinas, Air Canada, Avianca, Copa Airlines e Aeromexico. 

Nova York está bem conectada com o mundo através de três aeroportos: LaGuardia Airport, que é o mais próximo do centro, é utilizado mais para voos domésticos e fica no Queens, John F. Kennedy International Airport, ou apenas JFK, que também fica no Queens, mas é muito maior que o LaGuardia e é um dos aeroportos mais movimentados do mundo, e por último, o Newark Liberty International Airport, é segundo maior da região e que fica no estado vizinho de Nova York, New Jersey. 

Para sair do aeroporto de JFK até o centro de Nova York, distante 25 quilômetros do centro, uma das opções é utilizar o AirTrain que vai até Manhattan em cerca de 40 minutos. O trajeto pode ser feito também de ônibus com o MTA NYC Bus, que é mais barato, mas a viagem dura cerca de 1 hora. Os serviços de van também são uma boa opção, mais confortáveis, te deixam na porta do hotel. As empresas Super Shuttle e Go Airlink fazem o serviço.

Para sair do aeroporto de LaGuardia até o centro de Nova York, distante 15 quilômetros do centro, as mesmas empresas que fazem o serviço de vans no aeroporto de JFK trabalham em LaGuardia, além das empresas de ônibus Airport Service e Metrobus, que são os ônibus comuns.

Para sair do aeroporto de Newark até o centro de Nova York, distante 26 quilômetros do centro, além das empresas Super Shuttle e Go Airlink que trabalham com serviço de vans, há opção de ônibus das empresas New Jersey Transit e Newark Airpot Express que levam o passageiro até Manhattan.

Táxi é sempre uma alternativa confortável e cara partindo de qualquer aeroporto, mas para quem viaja com muitas malas ou com criança, pode ser a melhor alternativa, ainda mais após uma longa viagem.

Vida noturna

Conhecida como a cidade que nunca dorme (The city that never sleeps), Nova York possui uma animada e diversificada vida noturna. A região da Times Square é super turística e há diversos restaurantes, bares e baladas para conhecer a vida noturna de Nova York, mas lembre-se que tudo ali é voltado para os turistas e não para os moradores. Tente caminhar pela Times Square durante o entardecer, melhor ainda se nessa hora puder estar em um daqueles bares rooftop, que são bares no terraço dos edifícios, em Nova York há muitos desses normalmente com vistas magníficas da cidade e durante os meses de verão ficam ainda mais cheios.

Os tradicionais musicais da Broadway dificilmente não estão na programação de um turista que visita Nova York. Há diversos espetáculos para escolha, desde os mais disputados como Rei Leão e Cinderella, o animado Mamma Mia com os maiores sucessos do Abba, os clássicos O Fantasma da Ópera e Chicago, até o The Book of Mormon, que já ganhou vários prêmios, mas é recomendado estar com o Inglês mais fluente para entender a história.

As baladas em Nova York normalmente têm horários diferentes que as do Brasil, começam mais cedo, entre 22h00 e 23h00, e terminam mais cedo também, entre 03h00 e 04h00. Há casas noturnas especializadas nos mais diversos estilos musicais e na maioria delas o dress code é levado muito a sério, por isso é recomendado verificar o que o local pede para vestir, em geral, é indicado ir bem arrumado, isso facilita a entrada em muitos lugares, principalmente naqueles que são mais badalados. 

Para quem não tem tanta disposição para casas noturnas e prefere sair para jantar, Nova York reserva inúmeras opções: restaurantes, bares, mercados, padarias e até carrinhos de rua, tudo vai depender do gosto e bolso do viajante.