Penha em Santa Catarina foi incluída no mapa de turismo brasileiro, em 1991, quando foi inaugurado o Parque Beto Carrero World. E, apesar do desenvolvimento da cidade estar relacionado com o do parque, a cidade possui outros atrativos e uma forte cultura açoriana, preservada na arquitetura e na culinária local. 

Começando pelo parque, o Beto Carrero...

Leia Mais
  • População 41.14 mil

  • Hora local 04:45

  • 1 Real R$ 1,00

  • Temperatura local 17.53º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Penha

Atrações turísticas em Penha

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Penha

Hospedagem em Penha

menor valor maior valor
Pousada R$ 75,00 R$ 499,90
Apartamento R$ 120,00 R$ 550,00
Hotel R$ 159,00 R$ 266,00

Alimentação em Penha

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 8,40 R$ 8.40 a R$ 21,60 R$ 21.60
  • Almoço


    R$ 14,40 R$ 14.40 a R$ 37,20 R$ 37.20
  • Jantar


    R$ 20,40 R$ 20.40 a R$ 54,00 R$ 54.00

Guia Penha

Penha em Santa Catarina foi incluída no mapa de turismo brasileiro, em 1991, quando foi inaugurado o Parque Beto Carrero World. E, apesar do desenvolvimento da cidade estar relacionado com o do parque, a cidade possui outros atrativos e uma forte cultura açoriana, preservada na arquitetura e na culinária local. 

Começando pelo parque, o Beto Carrero é considerado o maior parque temático da América Latina. O mundo mágico do famoso caubói tem atrações para todas as idades e garante diversão para a família inteira. Em 2013, o complexo modernizou suas atrações e ganhou uma ala para personagens e brinquedos temáticos da Universal Studios e da Dreamworks, que se juntaram aos diversos outros atrativos e shows.

Além do parque, Penha é um destino de viagem para quem gosta de praias. As águas calmas da Prainha e da praia Alegre convidam ao banho e à prática de esportes náuticos. Já os surfistas marcam presença nas praias do Quilombo, Grande e Vermelha, que oferecem boas ondas, assim como a bela e deserta praia do Lucas. Já a extensa Armação é a preferida das famílias. Também merecem uma visita as praias da Paciência, pequena, bem preservada e com mar cristalino e a praia da Saudade, com piscinas naturais boas para banho e um costão perfeito para fotos.

No quesito gastronomia, a cidade também tem seus encantos. Penha é conhecida como “Capital Nacional do Marisco”, devido ao grande cultivo no local, além de possuir restaurantes referência da cozinha açoriana no país.

Em 1777, com a invasão dos espanhóis à ilha de Santa Catarina, atual Florianópolis, muitos açorianos fugiram para outros pontos do litoral, como a Baía de Itapocorói, onde hoje está Penha. O contato com os índios ampliou o receituário desses imigrantes do arquipélago português, baseado em peixes, frutos do mar e temperos, o que tornou a culinária ainda mais rica.

Com bastante bagagem cultural dessa época, a cidade também tem alguns pontos históricos interessantes, como a Capela São João Batista, construída em 1759. A construção foi edificada em um ponto alto do município com vista para a baía de Armação do Itapocorói. Tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional, sua estrutura é feita com óleo de baleias para dar liga na construção de alvenaria.

Há também duas festas principais que movimentam a Penha. A Festa do Divino realizada de acordo com a data de Pentecostes, de maio a junho, e a Festa Nacional do Marisco, com programação que vai desde a gastronomia a apresentações folclóricas e culturais da região.

Como chegar

Para quem vem de regiões mais distantes ou tem pouco tempo disponível, a melhor opção é fazer o trajeto de avião. O Aeroporto Internacional de Navegantes – Ministro Victor Konder (NVT) é o mais indicado nessas circunstâncias. Isso porque o local está a somente 15km do centro da cidade ou, então, a 8km da principal atração local, o Beto Carrero World. Apesar de não serem as alternativas mais viáveis, o Aeroporto Internacional de Florianópolis – Hercílio Luz (FLN) e o Aeroporto Internacional de Curitiba – Afonso Pena (CWB) também podem ser utilizados. Eles ficam a 114km e 207km do Beto Carrero World, respectivamente.

Já para quem vem de mais perto e quer economizar, a boa pedida é chegar ao município por meio de ônibus. Nesse caso, a parada final do viajante deverá acontecer na Rodoviária de Navegantes, que fica situada no coração da cidade vizinha. Como as distâncias entre ambas são pequenas, não será nenhum bicho de sete cabeças se locomover de uma área para a outra. Tome um táxi ou UBER na região e em aproximadamente meia hora você já estará instalado em Penha.

Agora se você está fazendo uma viagem mais estendida pelo sul do Brasil, é certo que você contará com um carro para se locomover de um lado para o outro. Com esse meio de transporte, o turista poderá aproveitar não só o Beto Carrero World e as praias de Penha, como também regiões vizinhas (caso de Navegantes, Balneário Camboriú, Itajaí e até mesmo Florianópolis). Se essa for a sua opção, o caminho irá depender do seu ponto de partida. De Florianópolis e Balneário Camboriú são 114km e 36km, respectivamente, pela BR-101. De Curitiba são 196km pela BR-376 e, depois, pela BR-101. Já de São Paulo, o viajante deverá dirigir 590km pela BR-116, BR-376 e BR-101.

Vida noturna

Apesar de não ter uma noite tão efervescente quanto em cidades vizinhas – caso de Balneário Camboriú (reconhecida nacionalmente pelo seu agito) e Navegantes (que conta com a Praia do Gravatá, uma das mais badaladas de Santa Catarina) – Penha também traz boas opções para quem quer comer e beber bem. O maior epicentro da vida noturna da urbe acontece no centro da cidade, na orla marítima. É lá que estão alguns dos barzinhos, restaurantes, quiosques, pubs e choperias mais procurados por aqueles que querem ver movimento e paquerar um pouco.

O Quiosque do Vargas é um dos mais visitados da região. Com cerveja geladinha e atendimento qualificado, o local atrai turistas descontraídos que buscam petiscar enquanto ainda estão com os pés na areia. Além dos peixes fritos, frutos do mar e pastéis estão entre os mais pedidos da casa. Já o Quiosque da Pedrinha tem estilo similar e preços mais camaradas para os turistas. O nome do local se dá pela vista da Pedrinha, localizada entre as Praias do Quilombo e da Armação.

Agora para quem quer um lugar mais arrumadinho, o Tatuíra Beach é uma boa pedida. Um dos principais atrativos do local é a chance de sentar em mesinhas na areia ou no restaurante, elegendo o ambiente mais indicado para a sua ocasião. Com drinks bem preparados e pratos bem servidos, o estabelecimento ainda garante uma visão para a Praia Alegre.

Mas ainda há alternativas de estabelecimentos em outros bairros da cidade. O Ikurá Sushi Bar, situado na Praia da Armação, garante boa variedade de sushis, além de prezar pelo atendimento atencioso e valores justos. Já o Cois’e’losa, localizado na Praia do Cascalho, tem ambiente bem decorado, cervejas artesanais e ótimos petiscos, como o bolinho de camarão e a porção de iscas de peixe. Se for por lá, aproveite para ver o pôr do sol na Praia do Cascalho, que costuma ser estonteante.