Nagoya está localizada entre as cidades de Tóquio e Osaka, em uma área na zona noroeste do município de Aichi. Com quase 2 milhões e meio de habitantes, a cidade é a terceira mais rica do país atrás das respectivas Tóquio e Osaka. É uma cidade portuária, com um dos maiores portos do Japão (o porto inclusive tornou-se...

Leia Mais
  • População 2.264 milhões

  • Hora local 21:34

  • 100 Iene R$ 3,47

  • Temperatura local Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Nagoya

Atrações turísticas em Nagoya

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Nagoya

Hospedagem em Nagoya

menor valor maior valor
Albergue R$ 177,85 R$ 335,18
Hotel R$ 215,89 R$ 1.148,11
Pousada R$ 236,95 R$ 236,95
Apartamento R$ 366,70 R$ 5.826,41

Alimentação em Nagoya

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 22,23 ¥ 641.28 a R$ 36,12 ¥ 1042.08
  • Almoço


    R$ 26,29 ¥ 758.40 a R$ 42,72 ¥ 1232.40
  • Jantar


    R$ 41,60 ¥ 1200.00 a R$ 67,59 ¥ 1950.00

Guia Nagoya

Nagoya está localizada entre as cidades de Tóquio e Osaka, em uma área na zona noroeste do município de Aichi. Com quase 2 milhões e meio de habitantes, a cidade é a terceira mais rica do país atrás das respectivas Tóquio e Osaka. É uma cidade portuária, com um dos maiores portos do Japão (o porto inclusive tornou-se atração turística) e uma temperatura média anual de 17°C. 

Nagoya é uma cidade moderna e desenvolvida, como todas as grandes cidades do Japão, e abriga diversas indústrias importantes como Lexus e Toyota Motors (apesar de estar localizada na cidade vizinha).

A cidade não é considerada turística, mas há sim diversos pontos turísticos para serem visitados, como esses exemplos a seguir: conhecer o Castelo de Nagoya com mais de 400 anos, ícone da cidade; conhecer o moderníssimo Oasis 21, um complexo inaugurado em 2002 com o tema Nave Espacial Aqua;  visitar o Nagoya Aquarium, um dos maiores do Japão; visitar o Toyota Automobile Museum, principalmente pra quem é fã de automóveis, no local há aproximados 160 veículos do mundo todo; conhecer o Santuário Atsuta, fundado há mais de 1900 anos, é um dos mais fascinantes do Japão; visitar o Nagoya City Science Museum, Museu da Ciência, localizado no centro da cidade que abriga o maior planetário do mundo; pra quem gosta de natureza, passar o dia no Jardim Zoológico e Botâncio de Higashiyama, onde encontra-se quase 7000 mil qualidades de plantas e 500 espécies de animais e caminhar para umas compras pela Shotengai Osu Kannon, uma rua comercial com aproximado 1200 lojas que vendem de tudo um pouco.  

Com um sistema de transporte público supereficiente, conectando ponto a ponto da cidade, Nagoya possui uma estação de trem que é considerada a maior do mundo e abriga duas torres com mais de 50 andares cada uma, que receberam o apelido de twin towers, apesar de serem diferentes. É a sexta estação de trem mais movimentada do Japão.

Nagoya é uma das cidades que mais recebe brasileiros no Japão, há inclusive placas na cidade escritas em português, até as orientações do maquinista do metrô são traduzidas para o português (assim fica mais fácil viajar para o Japão), então para quem quiser descobrir porque os brasileiros escolhem essa cidade para viver, nada melhor que conhecer Nagoya!

Como chegar

Nagoya fica do outro lado do mundo, no Japão, entre as cidades de Tóquio e Osaka, mais especificamente na zona noroeste do município de Aichi. E com toda essa distância, como já era de se esperar, não há voos diretos entre o Brasil e Nagoya, ou melhor, entre o Brasil e o Japão. A média de uma viagem entre São Paulo e Nagoya é de 30 horas, mas também pode demorar mais tempo, tudo vai depender da cia aérea escolhida. A Lufthansa é a única cia aérea que voa para Nagoya fazendo apenas uma conexão que é feita em Frankfurt, na Alemanha. Se for pra viajar fazendo duas conexões, diversas cias aérea fazem o trajeto: as americanas Delta, American e United Airlines voam fazendo conexão em alguma cidade dos Estados Unidos, lembrando que nesse caso é necessário possuir um visto americano. South African Airways, Qatar e British Airways também voam fazendo duas conexões, sendo uma delas em seus respectivos hubs. Completa a lista a cia aérea japonesa, a All Nippon Airways, a segunda maior empresa aérea do Japão.  

O Aeroporto Internacional de Chubu Centrair está localizado a 33 quilômetros ao sul de Nagoya, em uma ilha artificial perto da cidade de Tokoname. O aeroporto recebe ano voos domésticos como voos internacionais e é o oitavo mais movimentado do país. Para sair dele, você pode pegar um táxi, ônibus que demoram cerca de 50 minutos para chegar até o centro ou trem que faz o trajeto até o centro em cerca de 30 minutos.

Nagoya possui um sistema de transporte público mega eficiente, que conecta praticamente todos os pontos da cidade, com uma estação de trem que é considerada a maior do mundo, é a sexta estação de trem mais movimentada do Japão.

Para se locomover dentro da cidade, como Nagoya é uma das cidades que mais recebe brasileiros no Japão, há até placas escritas em português, inclusive algumas orientações do maquinista do metrô são traduzidas para o português.

Vida noturna

Nagoya é uma cidade que conta com um bom número de bares e clubes noturnos, sendo a maior parte deles localizada no centro, próximos da principal estação de trem ou então na região de Sakae. Uma dica é quando chegar na cidade, conferir no escritório de turismo quais os melhores lugares para sair ou tomar um drinque, pois é comum que um lugar que esteja na moda hoje, mas daqui a seis meses já não esteja mais entre os mais badalados.

Para quem deseja aproveitar a noite saindo para um bom jantar, o cenário gastronômico em Nagoya também não decepciona e faz parte de um roteiro pela cidade, conhecer mais sobre a gastronomia local. Escolha um bom restaurante e o que deseja provar e aproveite a noite em Nagoya. Há restaurantes para todos os gostos e bolsos, inclusive os restaurantes de Nagoya estão divididos em três categorias: econômicos, medianos e caros, baseado em uma refeição incluindo três pratos e uma bebida. Não é obrigatório dar gorjeta no Japão, bem diferente por exemplo dos Estados Unidos, onde a gorjeta é obrigatória.

Se você é daqueles que mesmo durante a noite gosta de aproveitar para conhecer as atrações de onde visita, o Shirotori Garden pode render um bom passeio noturno. O Shirotori Garden é um parque com muitas aéreas verdes, lagos, pontes, casas de chá e restaurantes, e que dependendo da época do ano fica todo iluminado a noite, com luzes refletindo nos lagos, é tudo muito bonito e rende ótimas fotos.

Há alguns passeios de barco que são realizados durante a noite também, e esses passeios contam com entretenimento como shows de músicas, além de mostrar a cidade de outra maneira, vista de dentro de um barco. Devido ao clima, os passeios de barco acontecem de abril até setembro.