Efervescente em todos os sentidos, a capital espanhola costuma ser comparada a São Paulo enquanto a sua irmã e rival, Barcelona, tem características mais relacionadas à cidade do Rio de Janeiro. Analogias à parte, nenhuma dessas comparações faz jus ao que as quatro localidades representam para o cenário mundial, mesmo porque cada uma delas...

Leia Mais
  • População 3.165 milhões

  • Hora local 22:06

  • 1 Euro R$ 4,06

  • Temperatura local 25.61º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Madrid

Atrações turísticas em Madrid

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Madrid

Hospedagem em Madrid

menor valor maior valor
Pousada R$ 99,03 R$ 900,25
Hotel R$ 115,95 R$ 817,82
Albergue R$ 133,91 R$ 519,89
Apartamento R$ 135,04 R$ 4.739,80

Alimentação em Madrid

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 18,37 € 4.53 a R$ 37,80 € 9.32
  • Almoço


    R$ 41,85 € 10.32 a R$ 69,83 € 17.22
  • Jantar


    R$ 54,67 € 13.48 a R$ 97,33 € 24.00

Guia Madrid

Efervescente em todos os sentidos, a capital espanhola costuma ser comparada a São Paulo enquanto a sua irmã e rival, Barcelona, tem características mais relacionadas à cidade do Rio de Janeiro. Analogias à parte, nenhuma dessas comparações faz jus ao que as quatro localidades representam para o cenário mundial, mesmo porque cada uma delas possui uma atmosfera única e própria.

Se você gosta de Cultura, História e Arquitetura, com certeza Madrid terá atrações aos montes para garantir o entretenimento da sua viagem. Casa de três grandes e aclamados museus da Europa (Prado, Reina Sofia e Thyssen-Bornemisza), o município também reserva boas oportunidades para aqueles que apenas desejam caminhar pelas suas ruas e ver de perto a vida local. Percorrer a Gran Vía e a Plaza Mayor, por exemplo, garante ao turista uma verdadeira imersão arquitetônica, quase uma viagem ao passado. Agora se você é fã de reinados e quer saber mais sobre a história dos monarcas, ainda é possível visitar o Palácio Real e mergulhar na linha genealógica do rei Felipe VI.

Mesmo com seus 3,1 milhões de habitantes, fato que garante à cidade o posto de terceira maior do Velho Mundo (perdendo apenas para Londres e Berlim), o tradicionalismo ainda tem bastante espaço por lá. Não é à toa que mesmo criticadas por muita gente, as touradas continuem a todo vapor na Plaza de Toros las Ventas. Outro costume antigo que ainda permanece é tomar um café ou chocolate quente com churros em estabelecimentos tradicionais da cidade, a maioria deles com muitos anos de funcionamento.

A capital espanhola também é uma boa pedida para aqueles que prezam pela vida noturna e por boa comida. Com restaurantes que trazem o que há de melhor da culinária ibérica, como paellas e tortillas, a maior cidade do país também é tomada pelo espírito jovem daqueles que querem aproveitar tudo o que a noite tem a oferecer. Assim, não é difícil encontrar grupos de jovens que migrem de bar em bar em busca de um bom vinho, cerveja e tapas, os tradicionais aperitivos tira-gosto do país.

Madrid ainda é tomada pela forte paixão pelo futebol embalada pelo time Real Madrid, considerado o melhor do século XX pela soma de títulos e de celebridades que lá jogam, como o fenômeno português Cristiano Ronaldo. É uma região ainda que permite fácil acesso às cidades medievais de Toledo e Ávilla, proporcionando também esses passeios ao turista.

Como chegar

Madri possui um aeroporto enorme, o Aeroporto Internacional de Barajas, que é conhecido por ter um sistema de imigração bastante rígido para quem chega na Espanha, mas não há o que temer desde que o turista saia do Brasil cumprindo todas as exigências que o país impõe. A maior parte dos voos internacionais chega pelo Terminal 1, que possui acesso fácil ao metrô. O Aeroporto está localizado a aproximadamente 13 quilômetros do centro da cidade.  

As cias aéreas que ligam o Brasil direto a Madri são Iberia e Air Europa, ambas espanholas e fortes concorrentes. A Iberia normalmente opera com valores um pouco mais caros que a Air Europa, e esta apesar de ser mais barata, é considerada por muitos uma low cost (cia aérea de baixo custo), mas não é bem assim porque os custos não são tão baixos. Além dessas duas opções, várias outras cias aéreas ligam o Brasil a Espanha sempre fazendo conexão em alguma cidade. A Air France faz conexão em Paris, a British para em Londres, a Lufthansa faz conexão em Frankfurt, a Tap para em Lisboa e a KLM faz conexão em Amsterdã. 

Para quem já está na Europa e deseja conhecer a capital da Espanha, as cias aéreas low cost: Easyjet, Ryanair e Vueling conectam Madri com várias outras cidades europeias, na maioria das vezes com tarifas bem interessantes. Madri também está conectada com outras cidades da Espanha ou da Europa através dos trens de alta velocidade (AVE).

Para sair do aeroporto de Madri até o centro da cidade, o turista pode pegar um táxi, que embora seja mais caro, é mais confortável, ainda mais depois de uma viagem transatlântica, ou então para quem quiser economizar há opção de pegar um ônibus com a linha expressa Atocha-Aeropuerto ou pegar um metrô, já que o transporte chega até o aeroporto. A linha 8 liga o aeroporto ao centro. 

Vida noturna

Como bem sabem os Madridlenos, é aí que a cidade acorda e para a agitação não tem idade! Tanto os mais velhos como os mais novos não cogitam sair de casa antes das 10 da noite. Por isso, se você pensa em fazer reserva para um jantar antes 9 da noite é bom repensar, pois o risco de estar sozinho é grande.

E só depois disso começam as intermináveis noites de Madrid! Uma boa dica é reservar uma noite para o tradicional flamenco nos famosos ?tablaos? da cidade. Depois, experimentar as deliciosas tapas em um dos diversos pubs ? toda vez que você senta pede uma cervejinha eles trazem um Tapa "petisquinho" de cortesia. É tradição!

Os Madridlenhos dedicam, com satisfação, mais tempo para beber e petiscar do que qualquer outro povo na Europa. Diz a lenda que você deve ir a vários bares em uma mesma noite para provar diferentes petiscos. Misture-se a eles e tenha uma estadia repleta de diversão.

Se quiser mais badalação, a Zona de Arguelles-Moncloa e Alonso Martínez é muito frequentada por jovens; as discotecas mais exclusivas você encontra no Paseo de la Castellana; para o público gay, Chueca é uma região mais frequentada.