Viajar para a Espanha é a oportunidade de se surpreender a cada esquina. A visita ao Palácio Real e à Catedral de Madrid pode ser apenas mais uma destas muitas surpresas que o país reserva, mas certamente irá garantir ótimos momentos.

As duas atrações ficam bem próximas uma da outra e são perfeitas para conhecer em um mesmo dia de passeio. Acorde cedo, tome um bom café da manhã, prepare a câmera fotográfica e vá conhecer estes dois monumentos arquitetônicos madrilenses.

Vai pra Madrid? Não deixe de pesquisar passagens aqui!

Palácio Real de Madrid

A residência oficial dos reis da Espanha já não é habitada pela família real, mas foi lar de diversos monarcas. De Carlos III a Alfonso XIII, o espaço recebeu os representantes máximos da coroa mesmo antes de que Madrid se tornasse a capital do país.

Palácio Real de Madrid. Foto CC BY 2.0 Jean-Pierre Dalbéra

O Palácio como se conhece atualmente começou a ser erguido em 1738, quatro anos após um incêndio destruir a fortaleza que servia então de residência real. Foram necessários mais 17 anos para que a construção fosse concluída.

Uma curiosidade interessante é que o edifício se inspirou nos esboços feitos por Bernini para o Palácio do Louvre, em Paris.

Troca da Guarda no Palácio Real

Eu sei, todo mundo adora ir para Londres e curtir a troca da guarda por lá, no maior climão de realeza britânica. Felizmente, é possível apreciar um ato similar em plena capital da Espanha – e o melhor; é grátis!

O Palácio Real é a antiga residência dos reis espanhóis. Hoje em dia, a construção é usada apenas para cerimônias oficiais, mas há um segredo que promete levar os viajantes ao passado áureo do Palácio. Ao meio-dia, na primeira quarta-feira de cada mês (exceto em janeiro, agosto e setembro), ocorre o Relevo Solene da Guarda Real, uma cerimônia que reproduz a maneira como a troca de guarda era realizada no tempo dos reis Alfonso XII e Alfonso XIII.

Troca da Guarda no Palácio Real de Madrid. Foto: Divulgação
Troca da Guarda no Palácio Real de Madrid. Foto: Divulgação

Se não der sorte de estar na cidade no início do mês, uma cerimônia mais simples, mas nem por isso menos interessante, acontece todas as quartas e sábados às 11h da manhã (exceto em julho e agosto, quando ocorre às 10h e às 12h), na Porta do Príncipe.

Fique atento, visto que as duas cerimônias podem ser canceladas devido ao clima ou à realização de algum ato oficial na data. Veja mais informações aqui.

Vai dormir onde? Pesquise hotéis em Madrid

Como chegar ao Palácio Real? 

A maneira mais fácil de chegar ao Palácio Real de Madrid é usando o metrô. Com as linhas 5 ou 2, basta descer na estação “Ópera”, localizada a poucos metros da entrada do palácio.

De ônibus, a região é servida pelas linhas 3, 25, 39 e 148. Em compensação, quem viaja em trem pode descer na estação “Príncipe Pío” e chegar ao Palácio atravessando os Jardins de Sabatini.

Horários de abertura:
Outubro a março, de 10h às 18h
Abril a setembro, de 10h às 20h
Fechado nos dias 1º e 6 de janeiro, 1º de maio e 25 de dezembro
Horários reduzidos nos dias 12 de outubro e 24 e 31 de dezembro 

Quanto custa visitar o Palácio Real?

  • De 1º de abril a 1º de setembro: € 13 (R$ 57) – inclui exposição
  • A partir do dia 2 de setembro: € 12  (R$ 53) – inclui exposição
  • Entrada apenas à exposição: € 5 (R$ 22)
  • Audioguia (opcional): € 3 (R$ 13)
  • Visita guiada (opcional): € 4 (R$ 17) por pessoa

Há descontos para membros de famílias numerosas, jovens entre 5 e 16 anos, maiores de 65 anos originários de países da União Europeia ou da comunidade ibero-americana e estudantes de até 25 anos. Em todos os casos, é necessário apresentar documentação correspondente. Veja mais detalhes aqui.

Sala de Refeições de Gala do Palácio Real. Foto CC BY 3.0 Jose Luis Filpo Cabana
Sala de Refeições de Gala do Palácio Real. Foto CC BY 3.0 Jose Luis Filpo Cabana

Quem tem acesso gratuito ao Palácio Real

Cidadãos ibero-americanos e da União Europeia podem visitar o espaço gratuitamente de segunda a quinta, das 16h às 18h entre outubro e março; e das 18h às 20h entre abril e setembro.

Veja outras pessoas podem usufruir da entrada gratuita:

  • Menores de 5 anos
  • Famílias numerosas (mínimo 4 pessoas) da União Europeia ou de países ibero-americanos
  • Membros do conselho nacional de museus
  • Guias oficiais de turismo
  • Professores
  • Pessoas com deficiência
  • Pessoas em situação legal de desemprego na Espanha

Em todos os casos, é necessário apresentar documentação correspondente. Veja mais detalhes aqui.

Catedral de La Almudena

Talvez você conheça essa mesmíssima construção com outro nome, visto que o mais comum é encontrar quem a chame de Catedral de Madrid. Mesmo assim, o nome é o que menos importa diante de um edifício com uma história tão marcante.

Os primeiros esboços para a construção desta igreja datam de 1879, mas sua pedra fundamental só foi colocada quatro anos depois. Se a princípio ela deveria ser uma simples igreja, uma bula papal de 1885 criou a Diocese de Madrid-Alcalá e os planos tiveram que mudar: ali se ergueria uma catedral.

Catedral de Madrid. Foto: ddzphoto
Catedral de Madrid. Foto: ddzphoto

Entretanto, outros percalços iriam permear a história do edifício, que deveria ser construído com os esforços do povo. Como as doações eram poucas, a obra foi se arrastando no tempo, até que tiveram que ser interrompidas devido à Guerra Civil Espanhola. Sua construção é retomada apenas em 1939. Sempre marcada por discórdias e falta de recursos, as obras da Catedral só foram consideradas como concluídas em 1993!

Como chegar à Catedral?

De metrô, as linhas 2 e 5 deixam você na estação “Ópera”, que fica a uma curta caminhada da entrada da Catedral. Os ônibus 3 e 148 também param pertinho dali. Em trem, chamado de Cercanías, a parada mais próxima é a “Madrid-Sol” e as linhas 3 e 4 passam no local.

Horários de abertura:
De segunda a domingo, das 9h às 20h30
Nos meses de julho e agosto, os horários são alterados e as visitas ocorrem das 10h às 21h
A catedral não pode ser visitada durante as celebrações litúrgicas

Roteiro pela Espanha: 5 regiões emblemáticas em uma única viagem

Palácio Real e Catedral de Madrid
Catedral de Madrid. Foto CC BY-SA 2.5 Barcex

Quanto custa visitar a Catedral de Madrid?

A visita à Catedral é gratuita, mas se solicita a doação de € 1 (cerca de R$ 4,50), que são destinados à manutenção do edifício.

Além disso, para acessar o museu, é necessário pagar uma entrada no valor de € 6, o equivalente a R$ 26.

Palácio Real e Catedral de Madrid no mesmo dia

Por estarem muito próximas, as duas atrações podem ser visitadas no mesmo dia. Se puder escolher, comece o passeio numa quarta-feira, durante a troca da guarda. Chegue a tempo para a cerimônia e siga direto para a visita ao Palácio Real, que costuma levar cerca de duas horas.

Ao finalizar o passeio, siga para a Catedral de Madrid, sempre tomando cuidado para não coincidir com os horários das missas. Se sobrar tempo no final do dia, a dica é correr para não perder o pôr do sol no Templo de Debod, localizado a uma curta distância das atrações. Nós falamos mais sobre esse lugar mágico no post que fizemos sobre 10 lugares maravilhosos para conhecer em Madrid.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verão 2020

Programe-se para curtir as belezas da Bahia no próximo verão! Temos dicas de lugares incríveis para suas férias.