Goiânia, a capital de Goiás é uma cidade moderna e de agitação cultural intensa. Cinemas, galerias de arte, bosques, universidades, parques e museus constroem o dinâmico cotidiano da cidade. Com boa infraestrutura de serviços, a cidade também é um importante destino de eventos e turismo corporativo. 

É uma cidade...

Leia Mais
  • População 1.448639 milhões

  • Hora local 07:39

  • 1 Real R$ 1,00

  • Temperatura local 18.49º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Goiânia

Atrações turísticas em Goiânia

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Goiânia

Hospedagem em Goiânia

menor valor maior valor
Apartamento R$ 70,00 R$ 282,72
Albergue R$ 70,00 R$ 120,00
Pousada R$ 70,00 R$ 250,00
Hotel R$ 99,99 R$ 304,50

Alimentação em Goiânia

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 12,00 R$ 12.00 a R$ 24,00 R$ 24.00
  • Almoço


    R$ 18,00 R$ 18.00 a R$ 54,00 R$ 54.00
  • Jantar


    R$ 21,60 R$ 21.60 a R$ 70,80 R$ 70.80

Guia Goiânia

Goiânia, a capital de Goiás é uma cidade moderna e de agitação cultural intensa. Cinemas, galerias de arte, bosques, universidades, parques e museus constroem o dinâmico cotidiano da cidade. Com boa infraestrutura de serviços, a cidade também é um importante destino de eventos e turismo corporativo. 

É uma cidade planejada, erguida nos anos 1930, por essa razão, é grande o número de edifícios art déco no centro do município. Para os forasteiros, se perder é inevitável: as largas avenidas arborizadas servem de referência, mas as ruas numeradas não seguem uma ordem lógica aparente e muitas delas são circulares ou semicirculares.

Localizada a 211 km da capital nacional, Brasília, Goiânia tem 100 km² de área verde por habitante. Isso coloca a capital goiana na lista das mais arborizadas do país. O destino é provido de muitos bosques, praças e jardins.

O Bosque dos Buritis, por exemplo, é considerado o patrimônio paisagístico da cidade e abriga três lagos artificiais -  um deles com o maior jato d’água da América do Sul. Outro lugar de destaque é o Parque Ecológico de Goiânia.  A área é uma reserva florestal que abriga a Cachoeira dos Macacos, um teatro de arena e um sítio arqueológico da tribo dos índios caiapós.

Entre um passeio e outro, não faltam opções de bares, sorveterias, cafés e restaurantes, a maioria instalada nos setores Bueno e Marista. Além disso, há muitas opções para compras desde os mais variados shopping center às diversas feiras de rua, de artesanato, produtos esotéricos e deliciosos quitutes locais.

A cozinha típica da região é de origem indígena com a mescla das influências da culinária mineira e paulista, com aquele toque dos sabores do cerrado. Essa mistura tem um tempero memorável.

No quesito cultura e história, a cidade também agrada aos turistas. O Museu de Arte Contemporânea possui um acervo de 500 obras, entre pinturas, esculturas, gravuras, desenhos, objetos e reproduções. No mesmo local funcionam a Escola de Artes Visuais e o Balé do Estado.

Outro local é o Museu Estadual Professor Zoroastro Artiaga, com fachada art-déco, fundado em 1946. O acervo conta com documentos históricos, artefatos indígenas, utensílios antiquíssimos, arte sacra e popular, objetos da época da Revolução Industrial, minerais, rochas, diversas peças artísticas e uma seção especializada em folclore. 

Além disso, a cidade possui alguns marcos importantes, como o Monumento à Paz, de Siron Franco, no Bosque dos Buritis. O Monumento às Três Raças e o gigantesco Painel da Via Sacra.

Goiânia é o ponto de partida ideal para explorar o interior goiano, visitando a cidade de Goiás (Goiás Velho), listada pela Unesco como Patrimônio da Humanidade, e também municípios como Pirenópolis. 

Como chegar

A capital do Goiás é bem ligada ao resto do Brasil por rodovias e, também, por vias aéreas. Para quem parte de outras regiões do país, a melhor forma de se chegar ao local é por avião. Para garantir a locomoção até a cidade mais importante do estado, o Aeroporto Internacional de Goiânia – Santa Genoveva (GYN) surge como uma das principais portas de entradas utilizadas. Situado a 8km do centro da cidade, o hub aéreo está bem conectado com as demais capitais brasileiras. Algumas das rotas mais populares são a partir de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Cuiabá e Campo Grande, por exemplo.

Outra alternativa bastante utilizada pelos turistas que querem chegar lá é por vias terrestres. O Terminal Rodoviário de Goiânia recebe ônibus de várias cidades próximas e, também, capitais brasileiras. Algumas das companhias que fazem o trajeto são a Nacional Expresso, a Viação Goiânia e a Rotas. Um dos trechos mais populares é a partir de Brasília, uma vez que o Distrito Federal fica a apenas 211km de lá. Com funcionamento 24 horas por dia, a rodoviária desponta como um dos melhores terminais do Centro-Oeste, com a vantagem de ficar anexada ao Shopping Araguaia.

Já para quem vem de perto ou gosta de road trips, outra solução é utilizar automóveis para chegar à capital do Goiás. As rodovias estão em bom estado e o motorista poderá desfrutar de boas paisagens pelo caminho (afinal, estamos falando do Planalto Central!). Para quem parte de São Paulo e Rio de Janeiro, distantes respectivamente 927km e 1335km de lá, a Rodovia Transbrasiliana (BR-153) é utilizada para fazer a conexão. Nesses casos, é claro, deve-se colocar na ponta do lápis a quantidade de horas ao volante, pois a viagem poderá ser bastante cansativa. Essa é uma opção para quem pode revezar a direção, já que apesar de muito bonita, a viagem também é longa.

Vida noturna

Conhecida como a terra do sertanejo, a capital do Goiás garante que consegue animar até mesmo os fãs de outros gêneros musicais. Tida como uma das cidades com a cena noturna mais agitada e efervescente do Brasil, o município tem nos seus bares, casas noturnas, pubs, choperias e restaurantes um dos seus principais atrativos.

Outro estilo musical que tem grande representatividade por lá é o rock alternativo. Inclusive, um famoso festival enaltece o ritmo independente na região, o Goiânia Noise Festival. Já para quem gosta do rock clássico mesmo, além de jazz e blues, a boa pedida é ir ao Bolshoi, um dos melhores pubs de Goiânia. Referência quando o assunto é música boa, o local recebe também shows nacionais e internacionais, sendo por essa razão um dos lugares mais indicados para quem pretende agitar após o horário comercial.

Agora se você é fã da música eletrônica, o point da cidade é o Sedna Lounge. Conhecido por sua decoração luxuosa e sofisticada, o local exala uma atmosfera moderna e futurista nos seus palcos e pistas. Como não poderia deixar de ser, a casa recebe diversos DJs nacionais e internacionais, sendo indispensável para quem aprecia o ritmo musical. Em situações não especiais, o Sedna Lounge toca também black music.

Já para quem vai à terra do sertanejo para ouvir o melhor do ritmo musical, a dica é ir ao Villa Mix, uma das principais boates de Goiânia destinadas ao estilo. O local já recebeu shows de ninguém mais ninguém menos que Jorge e Matheus, Gusttavo Lima, Matheus e Kauan, Zé Felipe e até mesmo Wesley Safadão (mesmo que sertanejo não seja a praia do cantor).

E para terminar a sua noite, nada melhor do que saciar aquela fominha que vem após a balada! Alguns dos lugares mais famosos para esse pit stop é a Life Box (uma hamburgueria que fica aberta ate às 6h da manhã), o Salim Mustafá (que serve comidas árabes até 7h da manhã) e o Frans Café (que fica aberto 24h por dia).