O agrupamento de multinacionais, institutos de pesquisa e universidades faz de Campinas um dos principais polos de negócios do país. Para o público que viaja para a cidade à trabalho, há hotéis modernos e restaurantes sofisticados. Os empresários, no entanto, não são os únicos visitantes que ficam satisfeitos com a cidade. 

Para...

Leia Mais
  • População 1.164098 milhões

  • Hora local 07:39

  • 1 Real R$ 1,00

  • Temperatura local 22º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Campinas

Atrações turísticas em Campinas

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Campinas

Hospedagem em Campinas

menor valor maior valor
Pousada R$ 100,00 R$ 160,00
Apartamento R$ 113,00 R$ 310,00
Hotel R$ 134,00 R$ 502,95

Alimentação em Campinas

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 10,80 R$ 10.80 a R$ 24,00 R$ 24.00
  • Almoço


    R$ 18,00 R$ 18.00 a R$ 52,80 R$ 52.80
  • Jantar


    R$ 24,00 R$ 24.00 a R$ 76,80 R$ 76.80

Guia Campinas

O agrupamento de multinacionais, institutos de pesquisa e universidades faz de Campinas um dos principais polos de negócios do país. Para o público que viaja para a cidade à trabalho, há hotéis modernos e restaurantes sofisticados. Os empresários, no entanto, não são os únicos visitantes que ficam satisfeitos com a cidade. 

Para os turistas de lazer, há bons e bucólicos programas de fim de semana, a começar pelos preferidos dos residentes de Campinas: passear nos parques.  No Bosque dos Jequitibás, os passeios são feitos em meio a árvores que formam túneis sobre os pedestres. O lugar ainda possui playground, lanchonetes, museu de répteis, aquário e um modesto zoológico. Já o Parque Portugal é point para quem gosta de correr e praticar esportes.

Quem viaja com crianças, precisa marcar a hora do passeio de Maria-Fumaça, que acontece aos fins de semana. O roteiro tem direito a monitores que contam a história das locomotivas e da ferrovia, além de detalhes do caminho e das fazendas da região.

Por falar no mundo do campo, o turismo rural e histórico é um dos principais atrativos da região de Campinas. Além de propriedades históricas, em regiões próximas ao eixo urbano, há fazendas, centenárias e também mais novas, que recebem turistas para passar apenas um dia ou hospedar-se e aproveitar das inúmeras delícias oferecidas pela calmaria do campo, como saborear um café da manhã típico, almoço caipira e os bem servidos lanches da tarde.

O passeio também passa pelo Museu do Café, dentro de uma propriedade tradicional, onde estão máquinas de época, registros da história da fazenda e da chegada dos imigrantes italianos e dos escravos.

Os visitantes e turistas contam ainda com uma rodoviária moderna. Porém em uma região um pouco degradada, por isso não é bom se hospedar perto de rodoviária de Campinas. Além disso, o Aeroporto de Viracopos é considerado um dos melhores aeroportos do Brasil. Principal hub da linha aérea Azul, tem, por isso, ótimos preços de passagens para várias cidades do Brasil, além de contar com voos internacionais que têm aumentado de número, como os voos da Azul para Miami, nos Estados Unidos.

Como Campinas fica no centro de uma importante região econômica brasileira, a cidade é cercada por ótimas estradas. Isso permite o acesso a cidades como Itupeva e Vinhedo. Entre essas duas cidades turísticas perto de Campinas ficam dois parques que fazem a festa das crianças e dos adultos, o parque aquático o Wet’n’Wild e o parque temático de diversões Hopi Hari.

Como chegar

Situada a apenas 100km de São Paulo, Campinas tem fácil acesso para a maioria das regiões do Brasil. Isso porque, assim como a cidade vizinha faz em maiores proporções, o município do interior paulista também desponta como um importante centro de negócios. Por isso, os meios de transporte para se chegar até lá evoluíram bastante, além de a cidade ajudar a dar vazão para o fluxo grande de passageiros que vai a São Paulo diariamente (uma vez que as urbes estão a poucos quilômetros de distância).

Para aqueles que partem de áreas mais distantes, a porta de entrada principal é o Aeroporto Internacional de Viracopos (VCP). Localizado a 17km do centro de Campinas e 95km do centro de São Paulo, o hub é a base principal da Azul e desponta como o maior centro de cargas aéreas do Brasil (respondendo por 18% do total de volumes transportados pelos aeroportos brasileiros). São mais de 190 voos diários de passageiros e 20 de cargas (e pelo fato de a região ser cercada por rodovias, o escoamento de produtos acontece de forma fácil).

Agora para quem parte do próprio estado de São Paulo ou de estados vizinhos, uma alternativa também interessante é chegar à cidade por meio de ônibus. Com bom custo-benefício e andando por rodovias em bom estado, os ônibus chegam ao Terminal Rodoviário de Campinas, a segunda maior do estado e uma as maiores do Brasil. Com infraestrutura moderna, o local fica na região central do município e abriga também a estação ferroviária da cidade.

Mas se você também está nas redondezas e dispõe de automóvel próprio, a dica é utilizar esse meio de transporte privativo porque as estradas até lá têm ótima conservação. De São Paulo, o motorista deverá percorrer cerca de 100km pela Rodovia Anhanguera, agora de Curitiba e do Rio de Janeiro são 480km e 497km, respectivamente, pela BR-116. Apesar de ser uma ótima alternativa, vale lembrar que o trânsito é um fator de atenção, podendo aumentar consideravelmente o tempo do trajeto.

Vida noturna

Cidade vizinha a São Paulo, com forte turismo de negócios e características similares (apesar das diferentes proporções). Se for seguir a tendência, o município do interior paulista também deve ser bom em vida noturna, certo? Corretíssimo! Quem vai em busca de muita agitação também não se decepciona na cidade.

O bairro mais boêmio de lá é o Cambuí, que apresenta infraestrutura completa com lojas, restaurantes, bares, hotéis, clubes, mercados, teatro, etc. Durante os dias úteis, a região está movimentada devido aos escritórios que acomoda, onde seus profissionais acabam por fazer um happy hour após o horário comercial. Já aos finais de semana, os estabelecimentos noturnos mantêm a frequência e continuam atraindo a atenção de moradores e turistas. Um dos lugares mais interessantes do bairro é o SeoRosa Bar, com decoração sofisticada, cozinha internacional e música eletrônica. Já o LAlouette é um bistrô francês que tem uma carta de vinhos formidável. Mas para quem gosta de lugares mais pés no chão, o Da Vinci é uma choperia popular que serve petiscos e comida brasileira. Outro ponto positivo do Cambuí é a proximidade entre os estabelecimentos, permitindo que o viajante percorra a pé as distâncias entre dezenas de bares e restaurantes até que escolha o seu favorito.

Outro lugar que é muito animado é o distrito Barão Geraldo. Isso porque é lá que ficam as universidades Unicamp e Pucamp, garantindo jovens animados que não desejam apenas estudar, mas também se divertir. Um dos lugares mais tradicionais da área é o Estação, sempre lotado, que tem as coxinhas mais famosas da cidade. O Bar Labo B e o Echos Studio Bar também são boas pedidas para quem quer se divertir na região.

Outros estabelecimentos tradicionais de Campinas são o Voga (que serve pastéis no centro da cidade em ambiente que remonta a década de 40) e o Bar do Carioca, localizado no bairro de Bonfim, especializado em cerveja gelada e petiscos gostosos. Outro que não pode ficar de fora da sua lista é o Giovanetti, um dos bares mais tradicionais de Campinas, que tem fama pelas suas comidinhas de boteco.