A Ásia é um dos continentes mais cobiçados dentro do turismo e possui cidades para todos os gostos. Se a sua ideia é conhecer a cultura japonesa, primeira saiba como tirar visto para o Japão, item indispensável que é o primeiro passo para a viagem dar certo.

Bom, existem vários tipos de vistos japoneses: visto de curta permanência para turismo, visita a amigo, visita a parentes, participação de eventos ou negócios; visto de trabalho; visto comum (atividades culturais/estudantes); visto de trânsito; e uma série de vistos específicos (para cônjuges, netos e filhos de japoneses).

Como nosso foco é turismo, vamos contar a experiência pessoal de integrantes da equipe do Quanto Custa Viajar que foram em Abril de 2015 para a terra do sol. Os formulários são os seguintes:

Para expedir todos e conseguir o visto, confira antes os documentos necessários, como passaporte válido, uma foto 3×4 recente, passagem de ida e volta, carteira de identidade, documentos que comprovem a finalidade da viagem e comprovantes de renda.

Quem não declara imposto de renda como pessoa física e trabalha como PJ precisa levar extratos bancários dos últimos três meses, além do extrato de fundos de investimento caso tenha pouco dinheiro em conta corrente. Quanto mais documentos comprovando renda, melhor.

visto japao

Na hora de preencher, à mão e à caneta, o documento Cronograma de Viagem, especificar o hotel/apto que vai ficar em cada dia e o que vai visitar (pontos turísticos). Depois de todos os documentos em mãos e preenchidos, basta ir à embaixada ou consulado mais próximo de sua casa para fazer a solicitação.

As taxas válidas para brasileiros em 2019 devem ser pagas em espécie no guichê no dia da retirada do visto. Confira os valores:

– Entrada única: R$ 97. 

– Múltiplas entradas: R$ 194 (apresentar carta explicando a necessidade de múltiplas entradas. A emissão de visto de múltiplas entradas depende de aprovação.)

É necessário o pagamento de taxa de serviço no valor de R$ 161 (imposto incluso) no ato da solicitação de visto.

O visto sai em no máximo 7 dias e vale apenas por três meses. Ao chegar no Japão, o guichê da alfândega atende individualmente, ou seja, não dá para ir de casal ou família, então é importante que todos tenham cópias de onde ficarão hospedados e outros documentos.

Para maiores esclarecimentos, procure pelo consulado japonês mais próximo ou acesse o site do mesmo em sua cidade. Na página do consulado de Curitiba há uma lista que todos os itens especificados.
fundo
japao1 japao2
 Fotos: equipe Quanto Custa Viajar

23 comentários

  1. Quanto voce acha que deve ser a renda mínima de alguém q deve tentar tirar o visto japonês? Será que um salário fixo mensal na casa dos R$4.000 suficiente ou ainda periga ter o visto negado?

  2. Boa tarde, quero tirar o visto japonês, possuo trabalho, holerite, porém sou isenta do imposto de renda. Eu mesma custearei minha viagem. Por não ter imposto de renda posso ter o visto negado?

    1. A princípio não Vanessa, se você é isenta não tem problema, é só mostrar os holerites e extrato da sua conta bancária comprovando que tem $ 🙂

  3. Nossa to desesperado…eu ja comprei passagem e reservei hotl, hoje fui ver isso do visto e levei tudo certinho e a senhora que me atendeu não aceitou porque sou isento e não tenho outra comprovação de renda além do meu salário. Sou funcionario publico e ganho em torno de 1.860, levei meus holerites e extratos bancarios dos ultimos 3 meses pra comprovar que tenho dinheiro na conta pra custear a viagem e mesmo assim ela não quis passar pra frente porque falou que ia ser negado, que tinha que ter mais comprovantes de rendimentos, se possivel de parentes de 1º grau, imposto de renda, poupança etc. Mas só que nenhum dos meus Pais tem isso. Será que ela não foi coma a minah cara?

    1. Rafael, na verdade eles são um pouco exigentes na questão financeira, não é que ela não foi com a sua cara não. Converse novamente e veja o que é possível fazer. Seus pais não têm nenhuma fonte de renda para ajudar na comprovação nem que seja aposentadoria?

      1. Então só acho estranho que minha conta é poupança e tenho dinheiro mais que suficiente pra viagem de 3 semanas, tenho quase 12 mil na conta e a passagem eu ja comprei por fora, se alguem me falar que esse valor não é suficiente pra uma pessoa solteiro que vai fazer uma viagem só ficando em hostel vou dizer que é implicancia, além disso levei declaração de simples nacional da minha mãe com o faturamento anual de um comércio que ela tem e mesmo assim ainda falam que precisam de mais. Será que uma pessoa que juntou dinheiro ao longo dos anos não pode viajar? Vou tentar uma terceira vez, mas se não der certo fazer o que é arcar com o prejuizo das coisas que ja comprei como passagem, ingresso pra show etc.

          1. ola ja consegui sim, ja estou no japao, achei que não fosse dar certo, mas no fim deu tudo certo.

  4. Como você fez em relação ao dinheiro? Levou a maior parte em dinheiro, ou levou em cartões de credito ou cartão pré pago? Porque não achei nenhum cartão pre pago que carrega direto em iene.

  5. Bom dia!
    Gostaria de saber se para comprovar a renda na hora em que for tirar o visto posso também contar com os ienes que eu já tenha trocado.
    Ou é melhor trocar o dinheiro para ienes apenas depois de eu ter tirado o visto?

    Ah! Para um casal hoje em dia qual seria uma renda boa para comprovar? Contando a soma dos dois

    Obrigado!

    1. Desculpe a demora na resposta! É melhor você trocar o ienes depois 🙂 Eles analisam a renda por pessoa e não por casal e não sabemos um valor que eles aceitam como mínimo

  6. Olá me chamo Pedro Henrique eu estou querendo ir pro Japão pra estudar o idioma japonês vou ficar 4 messes e meio, quanto você acha que preciso comprovar de renda pra meu visto ser aceito ? Lembrando que vou por uma assesoia de intercâmbio então pagarei um valor que inclui hospedagem ????

    1. Pedro, por ser mais que 3 meses o visto que você irá tirar é outro, não o de turismo… Para o de turismo recomenda-se uma média de 100 dólares por dia (então multiplica ai pela cotação), mas também não é regra. Verifique com a sua assessoria de intercâmbio se eles têm algum orientação a mais.

  7. Oii, no meu caso o comprovante de renda será do meu tio, se eu levar dara certo? levarei meus holerites e extratos bancarios meu e os do meu tio, no total, a estarei com uma média de 9000 reais para gastar lá, você acha que dara tudo certo?

    1. Olá Izaque, é difícil saber se irão aprovar ou não, acreditamos ser necessário você comprovar que o seu tio é seu responsável financeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Reserve com segurança a hospedagem ideal para sua viagem!