San Martin de Los Andes é uma cidade localizada na Patagônia Argentina, sendo considerada a porta de entrada para as florestas do Parque Nacional Lanín. Este parque, por sua vez, abriga um vulcão que leva seu nome e animais selvagens e raros, como a puma.

Mas calma: não há perigo de se deparar com esse felino no meio das ruas...

Leia Mais
  • População 2.2 dezena

  • Hora local 13:17

  • 100 Peso argentino R$ 1,48

  • Temperatura local Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para San Martin de Los Andes

Atrações turísticas em San Martin de Los Andes

Veja todos

Transporte em San Martin de Los Andes

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em San Martin de Los Andes

Hospedagem em San Martin de Los Andes

menor valor maior valor
Apartamento R$ 205,18 R$ 2.564,80
Albergue R$ 282,13 R$ 359,07
Hotel R$ 351,38 R$ 1.447,32

Alimentação em San Martin de Los Andes

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 2,95 ARS 200.00 a R$ 10,33 ARS 700.00
  • Almoço


    R$ 8,12 ARS 550.00 a R$ 25,84 ARS 1750.00
  • Jantar


    R$ 10,78 ARS 730.00 a R$ 31,00 ARS 2100.00

Guia San Martin de Los Andes

San Martin de Los Andes é uma cidade localizada na Patagônia Argentina, sendo considerada a porta de entrada para as florestas do Parque Nacional Lanín. Este parque, por sua vez, abriga um vulcão que leva seu nome e animais selvagens e raros, como a puma.

Mas calma: não há perigo de se deparar com esse felino no meio das ruas de San Martin de Los Andes. A cidade é conhecida pelos esportes de aventura, mas também por ser um destino bastante procurado por casais românticos.

Lá você vai encontrar diversas opções de trilhas, mirantes, lagos, estação de esqui e até praia. Basta escolher se vai visitar o vilarejo no inverno ou verão e começar a fazer suas programações.

Um espaço que, independentemente da estação do ano, sempre vai te receber muito bem é o centrinho da cidade. Esse é o local onde você vai poder se alimentar bem, fazer algumas compras e ainda se hospedar nos hotéis e pousadas que ficam perto de tudo.

Como a cidade não é tão grande, ela cresce ao longo de apenas 3 avenidas: General Villegas, San Martin e General Roca. É difícil se perder por lá, mas se estiver de carro, cuidado com as aventuras pra muito longe, porque as estradas tendem a ser perigosas para quem dirige por lá pela primeira vez.

E aí? Ficou encantado pelo vilarejo? Saiba que em 3 dias é possível conhecer San Martin de Los Andes! Esse tempo já dá pra passear pelas principais atrações. Mas se você quiser viver a parte mais aventureira da região, vale a pena reservar uma semana para fazer todas as trilhas possíveis.

Para chegar até San Martin de los Andes é preciso sair de Buenos Aires ou de Bariloche. E de lá, existem vários trechos que podem ser escolhidos:

Avião

A cidade de San Martin de los Andes conta com um aeroporto, que fica a cerca de 20km do centro da cidade. Existe um voo direto de Buenos Aires para lá, com duas horas de duração e por um preço que varia de R$700 a R$1500.

Saindo de Bariloche de avião também é possível chegar até San Martin de los Andes, mas sempre terá escala em Buenos Aires.

Ônibus

De Bariloche até San Martin de los Andes são cerca de 200km e a viagem de ônibus dura em torno de 4 horas. As passagens custam em média R$80.

Já para quem sai de Buenos Aires, o percurso é mais longo, podendo durar até 24h. Os preços ficam em torno de R$400, mas os ônibus partem diariamente do terminal rodoviário.

Carro

Para quem sai de Bariloche, pegue a rodovia 40 ou a 237 em direção ao norte. A próxima cidade já será San Martin de los Andes.

Pela rodovia 40, são cerca de 190 km percorridos, e dura cerca de 3 horas. Já pela 237, são cerca de 230 km que podem ser percorridos em 3 horas e 30 minutos.

Quem vai sair de Buenos Aires, as rotas nacionais 5 e 152 são duas boas alternativas. Elas cruzam a Argentina em direção à Cordilheira dos Andes. Mas prepare-se: a viagem dura cerca de 18 horas. Ainda assim, as estradas são boas. O único cuidado é dirigir com atenção, já que é uma região montanhosa.

Passeios e transfers

Outra alternativa, menos tradicional, é já ir com passeios e transfers comprados. Existem agências que fazem esse percurso, tanto saindo de Bariloche quanto de Buenos Aires. O lado positivo é que você não precisa se preocupar com nada, afinal, já terá um motorista para parar nos principais mirantes.

Além disso, esses passeios contam com um guia que explica a história, questões culturais e fatos interessantes sobre a fauna e a flora da região. É a opção perfeita para quem não tem tanto tempo, mas quer aproveitar ao máximo a viagem.