Quanto Custa Viajar
Para onde viajar
Passagens aéreas baratas
BUSCAR CIDADE:
Atrações turísticas

O que fazer em Montevidéu

Você está em: Montevidéu > O que fazer



1 US$ 56.99 | R$ 185,39
Viagem a Punta del Este a partir de Montevidéu
43 avaliações
Visite uma das cidades resort mais lindas do Uruguai, Punta del Este, nessa excursão de dia inteiro a partir de Montevidéu! Explore as imaculadas praias de Brava e Mansa e visite a famosa Casa Pueblo, uma impressionante Villa e galeria de arte de estilo mediterrâneo criada pelo pintor e escultor Carlos Páez Vilaró. Essa excursão de dia inteiro oferece uma apresentação perfeita de Punta del Este para toda a família!


2 US$ 31.99 | R$ 104,06
36 avaliações
3 US$ 68.99 | R$ 224,42
13 avaliações
Passeios

Atrações turísticas em Montevidéu

1
Visita guiada
UYU60.00 | R$ 6,89
2
UYU120.00 | R$ 13,79
3
Média de consumo
UYU220.00 | R$ 25,28
4
Praça Independência
UYU0.00 | R$ 0,00
5
Catedral Metropolitana de Montevidéu
UYU0.00 | R$ 0,00
6
Praça Matriz
UYU0.00 | R$ 0,00
7
Um dos principais pontos turísticos da cidade

Tour guiado
UYU200.00 | R$ 22,98
8
Palácio Taranco
Foi a residência dos irmãos Ortiz de Taranco

UYU0.00 | R$ 0,00
9
Museu de Belas Artes
Museu de artes e conta com lindos jardins

UYU0.00 | R$ 0,00
10
Mausoléu do general José Artigas
Se encontra no meio da praça da Independência

UYU0.00 | R$ 0,00

Guia


Montevidéu parece ter sido feita sob medida para ser conhecida com calma. Diferente da agitada vizinha argentina, a capital uruguaia tem um ritmo próprio, que exige mais contemplação do que correria. Aqueles que gostam de viajar sem pressa irão se identificar como nunca, enquanto os viajantes que gostam de visitar tudo no menor tempo possível ficarão felizes em encontrar uma cidade cuja principal beleza pode ser descoberta em apenas um final de semana.

Nossa sugestão é começar a desbravar suas ruas com uma caminhada pela Avenida 18 de Julio, considerada uma das principais vias da capital. A avenida começa pertinho do estádio de futebol El Centenário e termina lá na Ciudad Vieja (ou Cidade Velha, em bom português).

No caminho entre estes dois extremos, há muito o que se ver: edifícios antigos que são uma beleza só, lojinhas ao longo da avenida e até a “Fuente de Los Candados” - uma fonte onde os casais apaixonados podem eternizar seu amor colocando um cadeado com suas iniciais. Reza a lenda que os casais que seguirem o ritual voltarão a visitar a fonte juntos e seu amor durará para sempre.

No final da avenida é onde se encontra a Praça Independência. Ela fica no limite entre a Cidade Velha e o centro da cidade e resguarda a estátua de José Artigas em seu centro. Descendo pelas escadas laterais, é possível chegar também ao mausoléu, onde estão guardados os restos mortais do herói nacional.

Ao redor da praça se encontra o Palácio Salvo, que foi o maior edifício da América Latina na época de sua inauguração, em 1928. Perto dali, o Teatro Solís também merece uma visita. Inaugurado em 1856, o teatro é um dos cartões postais da capital uruguaia.

Da Praça Independência é um passo até a Cidade Velha, onde se concentram grande parte das atrações turísticas de Montevideo (ou Montevidéu, na grafia abrasileirada). Se puder, prefira conhecer o bairro durante a semana, quando há uma boa quantidade de gente nas ruas e as lojas, bares e restaurantes permanecem abertos. Logo na chegada você irá se deparar com a Puerta de La Ciudadela, um dos poucos elementos restantes da muralha que rodeava a parte mais antiga da cidade, quase totalmente destruída em 1829.

Não deixe de reservar também um tempinho para passear pela Peatonal Sarandí, uma rua onde não passam carros e também a principal via da Cidade Velha. Aproveite para admirar a beleza dos edifícios antigos que repousam nas ruas do bairro. É na Peatonal Sarandí que se encontra o Museo Torres García, responsável por exibir parte da obra do artista homônimo, além de contar com exposições temporárias de outros artistas.

Quando bater a fome, a sua sorte será estar pertinho do Mercado do Porto (Mercado del Puerto), um dos principais pontos de interesse turístico da cidade. Lá você terá a oportunidade de provar uma autêntica parrillada uruguaia feita na sua frente. É a versão dos hermanos para o nosso churrasco, com o diferencial de reunir diversos tipos de cortes em um só prato. Uma parrillada completa provavelmente irá incluir cortes estranhos ao paladar brasileiro, como riñones (rins), molleja (glândulas salivares do boi), morcilla (linguiça feita de sangue) e chinchulines (intestinos).

Construído em 1868, o mercado abriga diversas lojas e restaurantes que parecem ter sido feitos sob medida para acalmar os paladares dos visitantes. Se a carne não for o seu forte, experimente algumas empanadas preparadas em uma das lojas do local. Não deixe de terminar a refeição com um típico Medio y Medio (um tipo de mistura de espumante com vinho branco que é vendido por lá). Na parte externa do Mercado do Porto há também lojinhas e uma pequena feira onde você poderá adquirir itens de artesanato e lembrancinhas da cidade.

A continuação mais lógica para um passeio como este é ir até a Rambla, à beira do Rio da Prata, onde os uruguaios costumam passear pelo calçadão aos finais de semana com seu mate e uma térmica sob o braço. Nessa parte da cidade também está localizado o simpático Parque Rodó, que faz jus a uma visita. O parque ganhou esse nome em homenagem ao escritor uruguaio José Enrique Rodó e é hoje uma das principais áreas verdes de Montevidéu.

Construído inicialmente para ser um parque para crianças, o Rodó hoje é, na verdade, dois parques. Um deles voltado para os pequenos e o outro para os adultos. Há um lago com pedalinhos, um castelo que abriga uma biblioteca infantil e também o Museu de Artes Visuais. Na área de esportes, há quadras de futebol e tênis. Além disso, as lanchonetes em meio ao parque são perfeitas para quem quer fazer um happy hour ou parar para um lanche durante o passeio.

Dali em diante, a pedida é rumar para a praia de Pocitos, uma das mais badaladas da cidade. É lá que você irá encontrar uma boa variedade de bares e restaurantes para todos os gostos. O bairro também é um charme só para quem quer fazer compras e levar um pouquinho dessa viagem consigo na mala de volta para casa.

Na orla, não deixe também de visitar as regiões de Buceo, Carrasco e Punta Carretas, onde fica localizado o shopping homônimo. A título de curiosidade, vale comentar que o shopping já foi uma prisão, que ficou conhecida pela célebre fuga envolvendo o ex-presidente uruguaio José Mujica, durante a ditadura no país.