Em uma cidade grande como Paris, é sempre bom saber bem o bairro que tem tudo a ver com a sua personalidade antes de embarcar. Assim, você se hospeda no local mais interessante de acordo com o que busca na capital francesa e não corre o risco de se decepcionar na chegada ao perceber que “não era exatamente o que você estava buscando”.

Tenha em mente que algumas regiões costumam atrair mais os turistas, como as localizadas entre os arrondissements (ou regiões) de 1 a 6, geralmente perfeitas para quem escolhe conhecer a cidade a pé. Mesmo que pareça mais interessante ficar hospedado nos arrondissements 1 ou 2, os de número 3 a 6 costumam contar com um charme extra que os vizinhos mais centrais não têm. Ou seja, você ganha em localização, mas perde na qualidade do entorno, que fica mais feinho na parte mais central da cidade. Mas vamos por bairros:

Quartier Latin

Bastante movimentado e cheio de bares e restaurantes, o bairro oferece fácil acesso a qualquer parte da cidade e uma vida noturna vibrante. Fica no arrondissement 5 e é garantia de que sua chegada no hotel (ou apartamento alugado) será tranquila à noite, pois sempre há gente na região, que é superturística. Por sinal, o ponto de encontro dos estudantes fica nessa parte da cidade, famosa pela grande quantidade de universidades, incluindo a mais do que conhecida Sorbonne. Em compensação, se costuma optar por regiões menos movimentadas quando viaja, fuja já daqui.

Montmartre

Um bairro bastante tradicional em Paris, com suas simpáticas ruas de paralelepípedos e muitas lojas de lembrancinhas turísticas, tudo ao pé da Basílica de Sacré Cœur, que é o ponto perfeito para ter uma visão mais ampla da região. O bairro também é lar do famoso cabaré Moulin Rouge, o que garante agitação a qualquer hora do dia, mesmo estando mais afastado (no arrondissement 18). Se quiser se sentir um verdadeiro parisiense, não deixe de explorar o melhor do bairro, com seus cafés de esquina e restaurantes que são puro charme.

Champs-Élysées

Alguém falou em luxo? É aqui mesmo! Se essa for a sua opção de hospedagem, saiba que é bom se preparar financeiramente: a Champs-Élysées é cara, mas também é lar de alguns dos melhores hotéis da cidade. Também pudera: a avenida liga duas das principais atrações de Paris, conectando o Arco do Triunfo ao Museu do Louvre. No caminho, boutiques e restaurantes esbanjam elegância e atraem turistas que passeiam pela região. A avenida também é cortada por três linhas de metrô, o que garante a facilidade de locomoção aonde quer que você vá.

Marais

Acordar e dormir em um bairro que é puro charme. Tem algo mais para querer em uma visita a Paris? Essa é justamente a proposta para quem se hospeda em Marais, bairro amado por parisienses e turistas. Bom para compras e repleto de ótimas opções gastronômicas, Marais tem origem na imigração judaica, mas hoje se destaca também por ser um ponto de encontro da comunidade LGBT, que aproveita o melhor das baladas da região.  Muitas feiras e comidinhas de rua completam o cenário deste bairro que é um dos queridinhos da cidade.

Bastilha

Com um toque artístico, a região da Bastilha é uma delícia para quem quer experimentar um resumo da Paris dos velhos tempos. Seus edifícios antigos e ruas sinuosas agradam a quem passa por lá, mesmo que despretensiosamente. Por outro lado, o bairro fica completo com os diversos restaurantes étnicos que oferecem delícias de todas as partes do mundo. É por aqui que está localizada a Coluna de Julho, erguida em homenagem à revolução de 1830 no país; e também a incrível Ópera de Paris. Para deixar sua visita completa, deixe-se perder pelo bairro e você certamente encontrará uma Paris cheia de encantos escondidos.

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Paris

Hospedagem em Paris

menor valor maior valor
Hotel R$ 126,37 R$ 9.106,11
Albergue R$ 148,67 R$ 1.300,87
Apartamento R$ 185,84 R$ 5.575,17

Lugares baratos para ficar em Paris

Média de preços por dia