Localizada na Flórida, nos Estados Unidos, Miami é a segunda cidade mais populosa do estado, atrás apenas de Jacksonville. É também um dos destinos mais procurados pelos turistas no país, em especial os brasileiros. Com vocação para vida noturna, muitas praias e considerada por muitos como um paraíso das compras, é fácil de entender o que atrai tanta gente até o local. 

Leia Mais

Hoje o turismo é a principal fonte de renda da região, embora ele tenha começado a crescer desde as primeiras décadas do século 20. Atualmente, cerca de 12 milhões de visitantes chegam à cidade todos os anos, movimentando mais de US$ 17 bilhões. Os brasileiros são alguns dos responsáveis por inflar estes números - afinal, é fácil perceber que a cidade é uma das queridinhas dos nossos conterrâneos.

Ao conhecer Miami, uma das facilidades é descobrir que, além do inglês, o espanhol também é muito falado por lá, graças a uma grande colônia de imigrantes vindos de países latino-americanos, como Cuba e o México, por exemplo. Estima-se que cerca de 60% a 70% da população de Miami seja composta por latinos - e essa mistura pode ser vista de perto em Little Havana, o bairro cubano da cidade. A possibilidade de falar espanhol também deixa alguns brasileiros mais confortáveis, por se tratar de uma língua mais próxima do português.

Há quem venha a bordo de um cruzeiro apenas para passar umas horas, quem misture a passagem por Miami com uma ida a Orlando para ver a Disney e também aqueles viajantes que preferem dar total exclusividade à cidade e fazer um roteiro completo para curtir Miami! Não importa qual a sua escolha, o destino é daqueles que sempre surpreendem aos viajantes.

O que pouca gente sabe, no entanto, é que Miami e Miami Beach são duas cidades distintas. A primeira delas é o centro comercial e financeiro da região, enquanto a segunda é onde estão as praias e a badalação. Mesmo assim, a proximidade faz com que os dois destinos sejam complementares e acabem se confundindo durante a viagem.

É só passear pelas ruas para perceber a incrível arquitetura das duas áreas. Em South Beach, os prédios históricos no estilo art déco chamam a atenção de quem sabe que Miami não é só praias. Em compensação, as construções de Downtown exalam modernidade, com arranha-céus que são a cara dos Estados Unidos. Nas ruas, desfilam carros importados e também muitos veículos alugados por turistas.

No final das contas, Miami é um daqueles destinos para qualquer época do ano. Nos dias de sol e boas temperaturas, as praias e passeios ao ar livre são a escolha perfeita. Quando chove, é sempre uma boa desculpa para passar o dia nos muitos outlets ao redor da cidade. 

Vida noturna

Há quem viaje para Miami pensando apenas em curtir o dia, mas há também aquele tipo de viajante que mal pode esperar o sol se pôr para aproveitar a vida noturna da cidade. Nesse caso, é importante lembrar que as baladas em Miami funcionam de maneira diferente das brasileiras. Enquanto por aqui basta pagar para entrar em um local, por lá é o segurança de cada estabelecimento que decide quem vai entrar.

Não adianta reclamar: se você não for escolhido, é hora de ir embora ou tentar outra balada. Isso acontece porque a vida noturna em Miami é concorrida demais e as principais festas não comportam todo público que gostaria de frequentá-las. Para aumentar as chances de entrar, é importante estar com documentos em mãos (se estiver sem o seu passaporte, melhor nem tentar) e vestido de forma elegante. Além disso, chegar cedo, de preferência antes das 22h, irá garantir muitos pontos nessa disputa por quem entra no espaço.

Um diferencial é ter o seu nome na lista da balada (o que também não garante a entrada, mas ajuda). Muitos hotéis irão auxiliar os hóspedes a colocar seus nomes nas listas, conseguir ingressos com antecedência para as festas ou oferecer informações atualizadas sobre os lugares da moda. Lembre-se apenas de que menores de 21 anos não podem beber álcool em Miami.

South Beach é onde se concentra a maioria das baladas e também onde os preços para curtir a noite costumam ser mais caros. Muitas casas noturnas e bares ficam espalhados pela Ocean Drive, paralela à praia, onde o maior movimento se concentra entre as ruas 7 e 12. Embora mais tranquila, a Lincoln Road é também repleta de restaurantes e bares. Em Downtown Miami há ainda diversas opções de after hours - aquelas casas noturnas em que a badalação não tem hora para terminar.

Para os mais tranquilos, uma boa escolha de programa para fazer à noite costuma ser um jantar no Bayside Marketplace, um shopping a céu aberto com vários restaurantes que  oferece música ao vivo e uma ótima vista. Quem busca economia e não faz questão de agito pode curtir o happy hour oferecido por bares e restaurantes da cidade, momento em que é possível desfrutar de duas bebidas pelo preço de uma.

Como chegar

Miami é, sem dúvida, um dos destinos preferidos dos brasileiros - e as companhias aéreas estão de olho nisso. Não por acaso, há muitos voos diretos entre o Brasil e Miami saindo de diversas cidades. Campinas, Manaus, Belém, São Paulo, Fortaleza, Rio de Janeiro, Recife, Brasília e Belo Horizonte já contam com o seu próprio voo sem escalas até o destino. Para quem vive em outras regiões do país, também é fácil fazer uma conexão em qualquer uma destas cidades e chegar rapidinho a Miami.

Os voos são operados pelas companhias aéreas Azul, American Airlines, Latam e Avianca, sendo que cada uma destas voa entre determinados trechos. O trajeto entre as cidades brasileiras e Miami costuma levar entre 5h30 (no caso de Manaus) e 9h (para saídas do Rio de Janeiro). A chegada dos aviões irá ocorrer pelo moderno Aeroporto Internacional de Miami, localizado a cerca de 12km do centro da cidade. 

Saindo do aeroporto, há opções de ônibus para South Beach ou metrô com destino à Downtown. Além disso, os táxis e vans que saem do aeroporto e deixam os viajantes na porta do hotel têm preços tabelados para a maioria das regiões da cidade. 

Uma alternativa é a chegada pelo Aeroporto de Fort Lauderdale, com voos diretos desde Campinas operados pela Azul. Embora não seja difícil encontrar boas promoções de passagens para Miami, em alguns casos pode ser mais econômico voar para Fort Lauderdale. Se as passagens para o destino estiverem com bons preços, não há porque hesitar, pois o aeroporto está a apenas 38 km do centro de Miami. Além disso, viajantes que já estejam nos Estados Unidos poderão encontrar boas opções de voos em companhias aéreas low cost com destino à cidade.

Além da grande oferta de voos para Miami, é bom saber que a região também está na rota dos cruzeiros internacionais. Dessa forma, é possível encontrar algum cruzeiro que conecte sua cidade de partida ao destino, podendo curtir todos os momentos da viagem e não apenas a chegada. 

  • População 417.65 mil

  • Hora local 05:29

  • 1 Dólar americano R$ 3,30

  • Temperatura local 9.37º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Miami

Atrações turísticas em Miami

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Miami

Hospedagem em Miami

menor valor maior valor
Apartamento R$ 248,07 R$ 1.984,56
Hotel R$ 347,30 R$ 2.444,32
Albergue R$ 429,99 R$ 429,99

Alimentação em Miami

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 9,91 $ 3.00 a R$ 34,37 $ 10.40
  • Almoço


    R$ 39,65 $ 12.00 a R$ 76,83 $ 23.25
  • Jantar


    R$ 47,32 $ 14.32 a R$ 116,55 $ 35.27