A simpática capital uruguaia oferece mais do que se poderia esperar de uma cidade com pouco menos de um milhão e meio de habitantes. Afinal, Montevidéu é o maior município do país e reúne um povo tranquilo, que gosta de desfilar pelas ruas invariavelmente com o seu mate e uma garrafa térmica embaixo do braço. 

Um passeio...

Leia Mais
  • População 1.305 milhões

  • Hora local 05:00

  • 10 Peso Uruguaio R$ 1,38

  • Temperatura local 12.01º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Montevidéu

Atrações turísticas em Montevidéu

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Montevidéu

Hospedagem em Montevidéu

menor valor maior valor
Albergue R$ 157,47 R$ 320,37
Pousada R$ 185,70 R$ 278,56
Apartamento R$ 217,20 R$ 13.194,78
Hotel R$ 224,80 R$ 1.466,09

Alimentação em Montevidéu

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 16,53 UYU 119.62 a R$ 31,78 UYU 230.00
  • Almoço


    R$ 31,92 UYU 231.00 a R$ 58,59 UYU 424.00
  • Jantar


    R$ 36,20 UYU 262.00 a R$ 64,11 UYU 464.00

Guia Montevidéu

A simpática capital uruguaia oferece mais do que se poderia esperar de uma cidade com pouco menos de um milhão e meio de habitantes. Afinal, Montevidéu é o maior município do país e reúne um povo tranquilo, que gosta de desfilar pelas ruas invariavelmente com o seu mate e uma garrafa térmica embaixo do braço. 

Um passeio pela avenida 18 de Julio, principal via da cidade, é uma vitrine para o comportamento dos uruguaios, que parecem não ter pressa para nada. Uma caminhada pela Rambla de Montevidéu com seus mais de 20 quilômetros de extensão também é um convite a conhecer mais desta capital e de suas paisagens.

Outra coisa que não pode faltar a quem passa por estas terras é um tempinho para provar a autêntica parrillada uruguaia. Com uma união de diversos cortes de carne, alguns exóticos para os brasileiros, esse prato faz parte da identidade nacional. Não procure muito na hora de decidir onde prová-lo: o Mercado do Porto é o lugar ideal! Você pode se deliciar com uma morcilla ou riñones enquanto conversa com o assador - e ainda consegue algumas dicas especiais de onde ir depois do almoço.

Para aqueles que dispõem de mais tempo, a viagem pode ser perfeitamente aliada a outros destinos em um roteiro maior, principalmente se você incluir no passeio uma visita às cidades de Punta del Este, Colonia do Sacramento ou à charmosa Buenos Aires, na Argentina. Sobre o assunto, é importante não comparar as duas capitais: enquanto Buenos Aires tem uma vida agitada e multicultural de cidade grande, Montevidéu ainda conserva o ar de interior que se tornou tão característico do povo uruguaio.

Você verá ainda que a cidade tem um ótimo diferencial: um povo amigável, sempre sorridente, educado e disposto a ajudar e receber bem os turistas. Além disso, é comum encontrar atendentes de lojas, bares e restaurantes capazes de falar português muito bem, o que facilita a comunicação para quem viaja sem falar uma palavra sequer de espanhol.

O clima de Montevidéu também pode ser bem agradável para os visitantes brasileiros, principalmente no verão, em que as temperaturas amenas favorecem atividades ao ar livre. No entanto, é bom ter em conta que a temperatura pode cair bastante nos meses de inverno, de forma que qualquer viagem para a cidade nessa época deverá incluir um bom casaco na mala. Se esquecer o seu, não se preocupe: as roupas de inverno também podem ser adquiridas com ótimos preços nas muitas lojas espalhadas pelas ruas da capital uruguaia. 

Encontre aqui sua hospedagem em Montevidéu com descontos exclusivos!

O que fazer em Montevidéu

Mesmo sendo a capital do Uruguai e a maior cidade do país, Montevidéu mantém seu estilo tranquilo que chega até a ser meio pacato para os brasileiros mais agitados, mas isso não quer dizer que falta o que fazer em Montevidéu.

O viajante pode passear pela Cidade Velha, conhecer pontos turísticos famosos como a Porta da Cidadela, o Palácio Salvo, o Teatro Solís e o Mercado do Porto.

Visitar os parques e shoppings de Montevidéu também estão entre as principais coisas para se fazer na cidade!

A capital oferece muitos atrativos e o viajante pode conferir o que fazer em Montevidéu com algumas dicas do Quanto Custa Viajar.

Onde ficar em Montevidéu

A escolha de onde ficar em Montevidéu é essencial para ditar o tom e o sucesso da sua viagem, pois assim como na maioria dos grandes destinos, a localização impacta diretamente no que fazer durante a viagem, no tempo de deslocamento e ao que o viajante vai ter acesso ou não.

Os principais pontos turísticos de Montevidéu não ficam no mesmo bairro, por isso de qualquer forma o viajante precisará explorar novas regiões da cidade, mas vale pegar um hotel próximo dos lugares que quer conhecer para evitar tanto gasto de tempo e dinheiro com transporte.

Quando avaliamos onde ficar em Montevidéu, as principais escolhas são o centro e a orla. No centro existem mais acomodações executivas, simples, voltadas para quem vai a trabalho. Próximo às atrações e com comércios ao redor, o centro fecha cedo, limitando as opções de quem fica por ali.

Já a orla fica mais distante dos pontos turísticos porém tem opções melhores de hotéis, que ficam divididos entre dois bairros principais

Confira aqui os principais bairros para hospedagem, a vantagem de cada localização, dicas de hotéis e decida onde ficar em Montevidéu.

Alimentação em Montevidéu

A alimentação em Montevidéu é definitivamente um dos pontos fortes da cidade e é um atrativo por si só, especialmente para quem gosta de churrasco.

É bem fácil se deparar com bons restaurantes que estão espalhados por toda a capital e que praticam preços similares aos das capitais brasileiras, por isso ninguém vai ficar totalmente chocado com os preços e ainda vai comer muito bem.

Montevidéu é um destino irresistível para os amantes de carne, que são bem preparadas, temperadas e servidas. A maioria dos pratos giram em torno das carnes e um prato super típico é a parrilla servida com chimichurri e batatas fritas.

Não deixe de visitar algum restaurante que sirva o famoso churrasco uruguaio e aproveite para comer o lanche típico, o chivito.

Para as formigas de plantão, o país é responsável por um dos doces de leite mais puros do mundo e que aparecem em várias receitas.

Fique por dentro dos melhores restaurantes, dicas de alimentação em Montevidéu e a média de preços das refeições antes de viajar.

Passeios em Montevidéu

Para aqueles que querem esticar os dias e conhecer lugares novos, nada como apostar em alguns dos passeios em Montevidéu.

Dá para conhecer bastante coisa nas regiões próximas à capital e expandir seus pontos turísticos do Uruguai. Existem vários tours bate e volta para conhecer Punta del Este, que fica somente a 130 km de distância, ou para Colônia de Sacramento, que fica a 180 km da capital.

Para os amantes de bons vinhos, vale a pena conhecer algumas vinícolas da região, como a Vinícola Pizzorno. Quem ainda quiser, existem passeios de city tour pela cidade, conhecer estádio, show de tango e mais.

Saiba tudo sobre os passeios em Montevidéu e adquira ingressos já no Brasil para sua viagem.

Quando ir a Montevidéu

A capital uruguaia é uma boa pedida durante todo o ano, por isso não deve ser muito difícil decidir quando ir a Montevidéu.

A cidade tem estações bem definidas então o viajante pode escolher se quer viajar durante a estação mais fria ou durante o calor. Para definir isso, uma dica é pensar primeiro em quais passeios quer fazer na região e se funcionam em todos os meses do ano.

Montevidéu tem uma temperatura bem amena o ano todo, na casa dos 16ºC durante o dia e no inverno as temperaturas batem 6ºC sem dificuldade. No verão, a média é de 21ºC durante o dia.

Decida quando ir a Montevidéu com nosso guia completo das estações e fuja das chuvas.

O que levar na mala para Montevidéu

Antes de sair montando a mala desesperada enfiando tudo, dê aquela conferida na previsão do tempo na semana da sua viagem. Se vai estar frio, quantos graus, se vai chover e aí sim comece a se preparar.

Sabendo o clima e a estação já é um primeiro passo para separar itens adequados e saber o que levar na mala para Montevidéu.

Se viajar durante o inverno, aposte em roupas térmicas, sapatos impermeáveis, gorro, luva, cachecol e tudo que for necessário para se sentir quentinho nos dias frios e não atrapalhar sua viagem.

A cidade é bem casual, não sendo necessário grandes looks para as ocasiões e os brasileiros estão mais bem vestidos que os outros viajantes na maior parte do tempo mesmo.

Durante o verão, as temperaturas não são super altas, por isso ainda assim vale levar um casaquinho mais leve e uma calça jeans para montar as combinações.

Não esqueça carregador de celular, de notebook, fone de ouvido, aquele livro para te acompanhar no avião, seus remédios essenciais e tudo que você considera “impossível viver sem” para não ter problemas e gastos extras na viagem!

Documentação

Os brasileiros não precisam se esforçar muito para conhecer Montevidéu e entrar no Uruguai, pois assim como em outros países da América do Sul, basta o RG - emitido há menos de dez anos - ou o passaporte com validade de no mínimo seis meses para frente.

Atualmente estão pedindo também nos aeroportos os comprovantes de vacina contra Covid-19 e o documento pode ser obtido tanto em português quanto em espanhol pelo aplicativo do ConectSUS disponível para smartphones.

Idioma

O idioma é mais um facilitador para a viagem dos brasileiros a Montevidéu, pois o idioma oficial é o espanhol, bem mais fácil de entender que outros idiomas que existem por toda a Europa, por exemplo.

A cidade recebe milhares de viajantes do Brasil todos os anos, por isso não se preocupe em passar perrengue com a língua. Muitos ainda vão arriscar aquele “portunhol” para te ajudar!

Moeda
Em Montevidéu também é utilizado o peso uruguaio ($), que pode ser adquirido tanto no Brasil quanto nas casas de câmbio do Uruguai.

Os viajantes não devem se assustar na hora de ver o preço das comprinhas e menus com vários números, isso acontece porque 1 peso uruguaio vale 0,013 reais. 

Serviços para a sua viagem 

Está pensando em conhecer Montevidéu? Comece orçando as passagens aéreas com a ferramenta que o Quanto Custa Viajar preparou para acompanhar os preços das principais companhias aéreas para o destino.
 

Chegando lá, é importante saber como se locomover na cidade, confira dicas aqui.

 

Roteiro Uruguai + Argentina: conheça Montevidéu, Punta Del Este e Buenos Aires

 
A capital Uruguaia é realmente sensacional e tem muita coisa para se fazer e ver em Montevidéu! E se você tem vontade de conhecer mais da cidade ou não sabe exatamente como elaborar um roteiro funcional para conhecer os melhores e mais imperdíveis pontos turísticos de Montevidéu, vamos te ajudar!
 
Se você tem viagem marcada para o Uruguai, já pensou em quais cidades visitar e que ainda é possível em apenas sete dias conhecer duas das cidades mais famosas do país e ainda dar um pulinho na vizinha Buenos Aires? Pois é, com um roteiro bem ajustado você pode visitar Montevidéu, Punta Del Este e ainda conhecer Buenos Aires. 
 
Montevidéu fica entre Punta del Este e Buenos Aires, sendo que a capital Argentina está mais a oeste dos destinos, então um roteiro ideal para aproveitar o deslocamento e não ficar indo e voltando seria começar por Punta Del Este, depois ir para Montevidéu e terminar a viagem em Buenos Aires. 
 
O viajante pode procurar passagens aéreas chegando em Punta Del Este ou Montevidéu e voltando por Buenos Aires, mas a opção mais econômica costuma ser ir e voltar por Montevidéu e fazer os outros trechos de carro ou ônibus.
 
Pensando nessa ordem, vem ver como colocar esse roteiro em prática, onde ficar, como se deslocar e todas as dicas do roteiro de 7 dias distribuídos entre Montevidéu, Punta Del Este e Buenos Aires.
 
Dia 1: Chegada em Punta Del Este
 
No primeiro dia o viajante vai embarcar no Brasil com destino ao Uruguai, pousando na primeira cidade do roteiro, Punta Del Este, ou descendo em Montevidéu e indo de carro alugado ou ônibus (empresa COT ou COPSA) até Punta Del Este. Como os deslocamentos são próximos e as estradas boas, vale a pena conferir a locação de um carro. Mas antes de alugar carro, aqui você encontra quais cias aéreas fazem o trajeto e pode comprar suas passagens aéreas para este e outros destinos.
 
Chegando na cidade, utilize um uber ou táxi até o seu hotel e faça check in nele, deixe as malas e vá almoçar para começar seu dia!
 
Depois do almoço, explore a Playa Brava e o famoso monumento "La Mano" e aproveite para jantar na região em um dos restaurantes à beira-mar.
 
Sugestão de hospedagens em Punta Del Este com bom custo-benefício e avaliações com nota mínima 8/10:  Hotel Solerios, 20 Hotel, Hotel Florinda, Blu Inn e Hotel del Lago Golf & Art Resort.
 
Dia 2: Passeios na região de Punta Del Este
 
Comece seu dia em Punta Del Este curtindo a Playa Mansa pela manhã.
 
Na parte da tarde visite a ponte ondulante de La Barra, que fica em uma vila de pescadores localizada a poucos quilômetros de Punta del Este.
 
Jante em um restaurante típico de La Barra em Punta Del Este!
 
Dia 3: Último tour em Punta Del Este e ida à Montevidéu
 
Na sua última manhã em Punta Del Este, visite a Casapueblo, uma obra de arte construída pelo artista plástico Carlos Páez Vilaró.
 
Faça check out do hotel e almoce em um dos restaurantes da Calle Gorlero, a principal avenida de Punta del Este.
 
Agora é hora de partir para seu próximo destino, Montevidéu, que fica a apenas 135 km de Punta Del Este em uma viagem que de carro dura pouco mais de 2 horas. O trajeto pode ser feito de carro alugado (a pista é bem simples e o trajeto fácil de realizar), de ônibus (viação COT ou Copsa) ou até de táxi (forma mais cara).
 
Chegando em Montevidéu, vá de uber ou táxi (ou se estiver de carro alugado) até o seu hotel para o check in;
 
Depois aproveite para jantar em um dos restaurantes da Ciudad Vieja, o bairro histórico de Montevidéu.
 
Sugestão de hospedagens em Montevidéu para você conhecer e avaliar com nota mínima 8/10: Dazzler by Wyndham Montevideo, Esplendor by Wyndham Montevideo Cervantes, 
Radisson Montevideo Victoria Plaza e Hotel Palacio.
 
Dia 4: Passeios em Montevidéu
 
Comece o dia visitando parte histórica da cidade, a Ciudad Vieja, e depois conheça a Praça da Independência e o Teatro Solís (um dos mais importantes teatros da América Latina).
 
Almoce em algum dos restaurantes típicos da cidade.
 
Na parte da tarde, visite o Parque Rodó, um dos maiores parques urbanos de Montevidéu.
 
Aproveite à noite para jantar em Pocitos, uma área animada com ótimos restaurantes.
 
Dia 5: Últimos passeios em Montevidéu e ida para Buenos Aires
 
Na última manhã em Montevidéu, tome café da manhã no hotel, faça o check out e aproveite para comprar as últimas lembrancinhas da cidade ou fazer alguma visita rápida em algum ponto turístico que queira repetir ou conhecer.
 
Depois, é hora de colocar o pé na estrada para viajar até o último destino deste roteiro, a capital Argentina Buenos Aires, que fica a 250 km de distância, mas é separado pelo oceano Atlântico. De Montevidéu para Buenos Aires o viajante pode ir de avião com a cia aérea Aerolíneas Argentinas. São vários voos por dia que duram apenas 45 minutos, super prático.
 
Outra opção para fazer o trecho Montevidéu e Buenos Aires é de barco rápido, o Buque. A viagem dura apenas 2h45 e é possível comprar antecipadamente online sua travessia.
 
Depois de chegar em Buenos Aires, é hora de fazer check in no hotel e aproveitar o restinho do dia!
 
Passe a primeira tarde em Palermo, um bairro moderno e da moda. Visite os Bosques de Palermo, faça compras em suas lojas exclusivas, aproveite os cafés e restaurantes e à noite conheça a vibrante cena gastronômica de Palermo Soho, conhecido por seus restaurantes e bares descolados.
 
Ainda não sabe onde se hospedar em Buenos Aires? Veja aqui dicas de bairros e melhores hotéis na cidade
 
Dia 6: Explore Buenos Aires
 
Pela manhã conheça a icônica Plaza de Mayo, onde você pode ver a Casa Rosada e a Catedral Metropolitana e estique o passeio até o Teatro Colón, um dos maiores e mais prestigiados teatros de ópera do mundo! 
 
Na parte da tarde explore o bairro de San Telmo, conhecido por suas ruas de paralelepípedos, lojas de antiguidades e feira de rua aos domingos.
 
À noite, vá para o bairro colorido de La Boca, onde você pode assistir a uma apresentação de tango. A rua Caminito é famosa por suas casas coloridas.
 
Dia 7: Check out e retornada ao Brasil
 
No último dia, deixe suas malas arrumadas e faça o check out do seu hotel em Buenos Aires. Do hotel, se seu voo de volta para o Brasil for da própria cidade, é só se dirigir ao aeroporto 3 horas antes do voo. Se você ainda precisar voltar para Montevidéu para voltar ao Brasil, planeje-se com antecedência, considere o tempo de deslocamento para conseguir sair de Buenos Aires a tempo de chegar 3 horas antes do seu voo no aeroporto de Montevidéu.
 

Como chegar

Há apenas um aeroporto em Montevidéu, o Aeroporto Internacional de Carrasco, localizado a cerca de 20 km do centro da cidade. As principais companhias aéreas para quem vai realizar esse trajeto são a Gol e a TAM. Chegando lá, será necessário pegar um táxi ou uma van até o seu hotel - o serviço pode ser contratado no saguão do aeroporto e demora entre 20 e 30 minutos, dependendo do horário e do local de sua hospedagem. Lembre-se que os preços são tabelados e os serviços funcionam 24 horas por dia.

Outra opção é usar o Uber para ir até o local onde você está hospedado. Nesse caso, peça um carro usando o wi-fi gratuito do aeroporto e o mesmo aplicativo que você usa no Brasil, mas lembre-se de que o preço da corrida terá um adicional de 6,38% devido ao uso do cartão em moeda estrangeira.

Do Sul do país, quem quiser economizar com a viagem pode optar pelo ônibus como uma saída mais barata para chegar a Montevidéu. Nesse caso, você chegará pelo terminal Tres Cruces, bem mais próximo do centro da cidade e que oferece conexão a diversas regiões através de transporte público. De São Paulo, a viagem pode durar até 20 horas, enquanto quem sai de Porto Alegre terá que enfrentar um caminho bem mais curto, com duração aproximada de 10 horas.

Vida noturna 

Pocitos e Buceo são os principais pontos de encontro da vida noturna da cidade. São muitos bares, restaurantes e “bolichos” (as nossas baladas) para se conhecer na região. O interessante é escolher aquele lugarzinho que é a sua cara e entrar tentando a sorte. Quem sabe não é a oportunidade de descobrir um novo lugar incrível na cidade?

Em Buceo, a dica é caminhar pela avenida Luis Alberto de Herrera onde há vários bares para comer e tomar alguma coisa. Próximo ao Shopping Punta Carretas está também o Bar Tabaré, perfeito para quem busca uma noite mais descolada na capital uruguaia. Além de oferecer shows de música ao vivo, o espaço também tem boas opções para a hora da janta.

Em compensação, quem busca o melhor da música tradicional uruguaia e não tem medo de encarar um local mais turístico não pode deixar de visitar o Baar Fun Fun, na Cidade Velha. Nas quintas, sextas ou sábados, a casa oferece uma sessão de candombe, por volta das duas da madrugada. Ou seja, é para ir beeem depois de terminar a janta. Antes disso, o passeio também não deixa a desejar, com ótimos shows de tango.

Outro programa cultural que pode ser interessante é conferir a programação do Teatro Solís e tentar encaixar uma ida ao lugar. Para quem fala espanhol, a ideia é também uma forma de se aprofundar mais na cultura da cidade.