Conhecida como a Veneza do Norte, São Petersburgo foi criada com inspiração na cidade de Amsterdã, uma mistura de cidades como essas, já é possível ter uma pequena ideia do que vem pela frente: canais e muitas pontes. Mas é claro que não é só isso, São Petersburgo é a segunda maior cidade da Rússia,...

Leia Mais
  • População 4.991 milhões

  • Hora local 22:43

  • 100 Rublo R$ 8,35

  • Temperatura local -4.41º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para São Petersburgo

Atrações turísticas em São Petersburgo

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em São Petersburgo

Hospedagem em São Petersburgo

menor valor maior valor

Alimentação em São Petersburgo

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 16,70 RUB 200.00 a R$ 29,65 RUB 355.00
  • Almoço


    R$ 29,23 RUB 350.00 a R$ 42,59 RUB 510.00
  • Jantar


    R$ 32,57 RUB 390.00 a R$ 41,75 RUB 500.00

Guia São Petersburgo

Conhecida como a Veneza do Norte, São Petersburgo foi criada com inspiração na cidade de Amsterdã, uma mistura de cidades como essas, já é possível ter uma pequena ideia do que vem pela frente: canais e muitas pontes. Mas é claro que não é só isso, São Petersburgo é a segunda maior cidade da Rússia, com uma população de aproximadamente 5 milhões de habitantes, um ar imponente, glamour e muita história pra contar.

Carinhosamente chamada de “Peters” pelos mais íntimos, São Petersburgo nasceu das ideias do czar Pedro, o Grande, que queria transformar a Rússia e resolveu construir uma nova capital para o país, sendo assim, ele transferiu a corte de Moscou para São Petersburgo, que passou a ser a capital russa por mais de 200 anos (único período que Moscou deixou de ser a capital do país) até Moscou voltar a ser a capital, o que ocorreu em 1918. Assim nasceu São Petersburgo que se tornou a primeira cidade moderna da Rússia.

Logo no primeiro dia de passeio é possível perceber a grandeza e imponência de suas construções. Palácios, igrejas, edifícios, tudo muito bem pensado na cidade de Pedro. Conhecer o Museu Hermitage é uma ótima maneira de conhecer melhor São Petersburgo, situado no Palácio de Inverno, o museu é um dos maiores do mundo e um dos melhores em arte ocidental. O Palácio de Catarina fica distante do centro, cerca de 25 quilômetros, mas vale a visita. A Catedral de Pedro e Paulo fica às margens do rio Neva, mas a melhor maneira de desbravar a cidade é caminhando. 

Para quem não gosta de frio, evite viajar para São Petersburgo nos meses de inverno, quando o frio é bem intenso e as noites são intermináveis e escuras. O verão possui temperaturas agradáveis e dias tão longos que é quando acontece as famosas “Noites Brancas”, quando o sol praticamente não se põe, sendo assim, quase não há noite também.

Diferente de Moscou, a língua não é uma barreira tão grande, pois aqui já existem muitas placas escritas em inglês nos lugares turísticos como restaurantes, hotéis e estações de metrô, o que facilita, e muito, a vida dos viajantes. 

São Petersburgo é uma cidade russa com a cara da Europa, e de uma Europa com muito glamour.

 

Como chegar

São Petersburgo está localizada próxima do Polo Norte, no norte da Rússia, a cerca de 700 quilômetros da capital Moscou. É uma das cidades mais visitadas do país, que recebe voos vindos das principais cidades do mundo. Do Brasil, não há voos diretos, mas é possível chegar até lá fazendo uma conexão em alguma cidade da Europa. As companhias aéreas que voam para São Petersburgo regularmente são: Lufthansa, fazendo conexão em Frankfurt, British Airways, fazendo conexão em Londres, Emirates, parando em Dubai, Alitalia com conexão em Roma, KLM parando em Amsterdã e Air France, fazendo conexão em Paris.

O principal aeroporto de São Petersburgo é o Aeroporto Internacional Pulkovo, que fica a aproximado 15 quilômetros ou 40 minutos de carro do centro da cidade, o tempo exato vai depender do trânsito e do meio de transporte utilizado para o trajeto. O aeroporto de Pulkovo faz conexão direta de São Petersburgo com a maior parte das cidades europeias. Muitas cias aéreas low cost voam para São Petersburgo como por exemplo a Vueling, partindo de Barcelona, entre outras.

Para sair do aeroporto, é possível pegar um ônibus circular, linha 39, que parte do terminal 1 ou então a linha 13, que parte do terminal 2. O táxi é sempre uma opção mais cara e mais cômoda também, para quem está com o bolso um pouco mais folgado, vale a pena pegar um táxi após tantas horas de voo. Não é recomendado locomover-se de carro devido ao trânsito local e a dificuldade do idioma. 

A cidade também pode ser alcançada via terrestre, a partir de Moscou, em uma viagem que dura de 4 a 5 horas de trem em alta velocidade.

Vida noturna

São Petersburgo é mais uma cidade da Rússia que desfruta hoje de um período livre da opressão e do autoritarismo dos antigos líderes soviéticos, o que fez com que a população se jogasse na noite, mas infelizmente tudo isso perdeu um pouco da euforia devido a desaceleração do crescimento global, e consequentemente, da Rússia.

Mesmo assim, São Petersburgo pode se orgulhar quando o assunto é vida noturna, e como em toda grande metrópole, há atrações para todos os tipos de públicos, desde barzinhos para uma cerveja, ou para uma vodka, pubs descolados, restaurantes para um bom jantar e casas noturnas para dançar até o dia seguinte, o único problema é que na Rússia muitas casas noturnas utilizam uma prática chamada de “face control” que é liberar ou não a entrada de quem está na porta de acordo com a aparência da pessoa, ou seja, se está bem vestido, de acordo com o nível da balada, você entra, se não está, não tem jeito, não vai entrar mesmo e o melhor a fazer será procurar outro lugar para curtir a noite.

Nos meses de verão os russos se animam ainda mais e é fácil encontrar pelas ruas do centro bandas fazendo apresentações gratuitas. É durante o verão também que acontece as chamadas Noites Brancas, que é quando o sol quase não se põe, sendo assim, praticamente não há noite, então será comum sair e voltar de alguma balada em plena luz do dia, ou melhor, em plena luz da noite.

E para os mais conservadores, São Petersburgo não decepciona, o Teatro Mariinsky oferece apresentações de balé e ópera, mas quem tiver interesse é bom adquirir os ingressos com antecedência pois costumam se esgotar rápido.