A bicicleta elétrica pode ser sua grande parceira nos passeios por Copenhaguen, que tem um sistema bem fácil de ser usado e inúmeros pontos de retirada pelos bairros. O transporte público é excelente e barato, seja de trem, ônibus ou metrô, chamado de S-train.

O coração da cidade é a praça Rädhuspladsen,...

Leia Mais

Atrações turísticas em Copenhague

  • Parque Tivoli

    Parque Tivoli

    Entrada - acima de 8 anos kr120.00 R$ 70,18
    Entrada - Aquário kr20.00 R$ 11,70
    Entrada - todas as atrações kr535.00 R$ 312,90
    Ir para o site
  • Castelo Rosenborg

    Castelo Rosenborg

    Adulto kr110.00 R$ 64,33
    Estudante kr75.00 R$ 43,86
    Ir para o site
  • Museu Amalienborg

    Museu Amalienborg

    Adulto kr95.00 R$ 55,56
    Estudante kr65.00 R$ 38,02
    Ir para o site
  • Museu Ny Carlsberg Glyptotek

    Museu Ny Carlsberg Glyptotek

    kr115.00 R$ 67,26
    Ir para o site
  • Visita Fábrica da Carlsberg

    Visita Fábrica da Carlsberg

    Adulto kr100.00 R$ 58,49
    6 a 17 anos kr70.00 R$ 40,94
    Ir para o site
  • Castelo Christiansborg

    Castelo Christiansborg

    Adulto kr150.00 R$ 87,73
    Estudante kr125.00 R$ 73,11
    4 a 17 anos kr0.00 R$ 0,00
    Ir para o site
  • Torre Rundetaarn

    Torre Rundetaarn

    Adulto kr25.00 R$ 14,62
    5 a 15 anos kr5.00 R$ 2,92
    Ir para o site
  • Visita ao Domo Igreja Frederik

    Visita ao Domo Igreja Frederik

    Adulto kr35.00 R$ 20,47
    Abaixo de 18 e estudantes kr20.00 R$ 11,70
    Ir para o site
  • Torre Igreja Vor Frelsers

    Torre Igreja Vor Frelsers

    kr50.00 R$ 29,24
    Ir para o site
  • Castelo Charlottenborg

    Castelo Charlottenborg

    Adulto kr75.00 R$ 43,86
    Estudante kr50.00 R$ 29,24
    Ir para o site

Guia Copenhague

A bicicleta elétrica pode ser sua grande parceira nos passeios por Copenhaguen, que tem um sistema bem fácil de ser usado e inúmeros pontos de retirada pelos bairros. O transporte público é excelente e barato, seja de trem, ônibus ou metrô, chamado de S-train.

O coração da cidade é a praça Rädhuspladsen, onde fica a Prefeitura, sediada num edifício ao estilo medieval de 106 metros de altura, de onde há uma vista deslumbrante. A praça exibe ainda alguns monumentos e pela avenida Hans Cristian Andersens, nome conhecido em contos de fadas.

Os arredores também contam o parque de diversões Tivoli, um dos maiores da Europa. Inaugurado em 1843, reúne brinquedos como montanhas russas e pista de patinação no período de inverno. A entrada é paga e a programação é variada.

A cidade também está bem servida de imponentes castelos, como o Amalienborg, onde atualmente vive a rainha Margrethe II. Entre os quatro palacetes, há dois quartos abertos para visitação, um museu e um salão onde a mesma costuma receber convidados. Há chances também de ver a troca da guarda, diariamente.

Outro importante é o Castelo Rosenborg, que hoje é um museu que reúne 300 anos de história da monarquia dinamarquesa. É possível caminhar pelos cômodos e pelo Jardim do Rei, logo à frente, repleto de alamedas arborizadas que convidam a um longo passeio. Se houver tempo, vá até o encantador castelo Frederiksborg, construído entre 1588 e 1648.

Ainda pela região central vale a pena programar passeios culturais.Entre as opções, visite a Galeria Nacional de Arte (Statens Museum for Kunst), o Museu da Liberdade (Frihedsmuseet, no parque Churchillparken) e o Nationalmuseet, focado na história e cultura da Dinamarca, com antiguidades, artefatos militares e pré-históricos em seu acervo.

A catedral de Helligåndskirken, construída no século 14, é outra atração local, assim como a antiga igreja Skt Nikolai Kirke, transformada em espaço de exposições de arte.

Entre os bairros mais interessantes, os arredores da rua Østergade mostram um lado sofisticado da cidade, com prédios e lojas elegantes, hotéis luxuosos, o Teatro Nacional Dinamarquês e a praça Kongens Nytorv, onde há uma estátua do rei Christian V.

A principal região comercial é chamada de Strøget, o maior shopping a céu aberto do mundo, com muitas lojas, prédios históricos, bares, restaurantes, escritórios e monumentos. Nesta área, vale a pena conhecer alguns pontos de visitação como Rundetårn, torre de 35 metros de altura construída em 1642, de onde se tem uma bela vista panorâmica do centro.

Mas uma das mais importantes regiões de Copenhaguen é Nyhavn, zona portuária que passou por um restauro e virou uma verdadeira jóia dinamarquesa. Descolada, abriga em seus prédios coloridos bares, restaurantes típicos e muita gente ao redor do canal. Além de circular por terra firme, dá para fazer um passeio turístico pelos canais da cidade, que partem do bairro.

Em Langelinie, há um charmoso calçadão à beira-mar que leva até algumas atrações como o parque Churchillparken, a fonte Gefion, a Igreja Inglesa, o monumento Frihedsmuseet e Den Lille Havfrue, ou A Pequena Sereia, um dos locais mais conhecidos e visitados da cidade. A estátua de bronze feita em 1913, baseada no conto de Andersens. É ela que chama os turistas para a região portuária, à frente do Amalienborg, empolgados por uma fotografia a seu lado.

E, por fim, Christiania é outro passeio imperdível. O bairro é mais alternativo, mas ainda assim há o encontro entre o clássico e o moderno em sua arquitetura. Restaurantes e bares com ar cool também atraem os turistas para a região.