Copenhague é a capital e também maior cidade da Dinamarca, país que está sempre na lista dos mais felizes do mundo, afinal em um país como a Dinamarca, não faltam mesmo razões para ser feliz. E sua alegre população fica ainda mais animada quando o sol aparece ou com a chegada do verão, estação tão esperada...

Leia Mais
  • População 562.379 mil

  • Hora local 03:06

  • 1 Coroa dinamarquesa R$ 0,54

  • Temperatura local 17º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Copenhague

Atrações turísticas em Copenhague

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Copenhague

Hospedagem em Copenhague

menor valor maior valor
Apartamento R$ 347,69 R$ 2.127,28
Albergue R$ 439,17 R$ 850,56
Hotel R$ 637,77 R$ 1.664,14
Pousada R$ 765,44 R$ 1.176,24

Alimentação em Copenhague

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 35,92 kr 66.00 a R$ 58,13 kr 106.80
  • Almoço


    R$ 41,15 kr 75.60 a R$ 71,20 kr 130.80
  • Jantar


    R$ 44,15 kr 81.12 a R$ 80,41 kr 147.72

Guia Copenhague

Copenhague é a capital e também maior cidade da Dinamarca, país que está sempre na lista dos mais felizes do mundo, afinal em um país como a Dinamarca, não faltam mesmo razões para ser feliz. E sua alegre população fica ainda mais animada quando o sol aparece ou com a chegada do verão, estação tão esperada pelos moradores, porque apesar de ser um país feliz, é também um país muito frio.

Copenhague possui menos de 600 mil habitantes, sendo que mais da metade da população utiliza bicicletas como meio de transporte, ou então, transporte público. Para os turistas, há bicicletas que podem ser alugadas e estão espalhadas pela cidade toda.

Com alguns castelos e palácios que vai fazer você se sentir, por alguns instantes, em um conto de fadas, Copenhague é para quem deseja conhecer castelos de verdade. A estátua da Pequena Sereia, um dos contos infantis mais famosos do mundo, também fica em Copenhague, é a fantasia misturada coma realidade. O Castelo Rosenborg fica bem no centro e além de histórico e lindo, possui um belo jardim, vale muito a pena conhecê-lo. Saindo um pouco da linha conto de fadas, o antigo porto de Nyhavn é um cartão postal de Copenhague com suas casinhas coloridas. É um local que rende boas fotos, principalmente em dias de sol, e ótimo para aproveitar e fazer uma refeição em um dos restaurantes que ficam ao redor. É uma região com muitos turistas e sempre bem animada. Já, Christiania é o bairro hippie da cidade, onde os moradores tentam viver como uma sociedade alternativa e isso tem atraído, cada vez mais, a atenção dos turistas que buscam por conhecer algo diferente durante as viagens. 

Outra experiência diferente e nesse caso, saborosa e cara, é conhecer o restaurante Noma, do chef René Redzepi, já eleito o melhor restaurante do mundo. Também fica no porto de Nyhavn, no térreo de um armazém do século 18. Com tempo médio de espera para uma mesa de 3 meses, isso mesmo, 3 meses, essa atração de Copenhague com certeza irá proporcionar uma ótima experiência gastronômica.

A melhor época para visitar Copenhague é durante os meses mais quentes, ou menos frios, que vai de maio até setembro, mesmo assim, é sempre bom levar um caso de frio, só para garantir. 

Como chegar

A maior cidade da Dinamarca não recebe voos diretos do Brasil, mas nada que uma conexão não resolva o problema. São diversas as cias aéreas que oferecem voos diários para Copenhague como por exemplo a Swiss que voa parando em Zurique, a Lufthansa que voa parando em Frankfurt, a Tap que faz conexão em Lisboa, a Iberia que para em Madri, a British Airways que faz conexão em Londres, a Turkish que voa através de Istambul, e as parceiras Air France e KLM que fazem conexão em Paris e Amsterdã respectivamente, ou seja, a oferta de voos é grande, e a melhor opção vai depender de uma combinação de preço, duração da viagem e conforto. Uma viagem saindo de São Paulo até Copenhague dura no mínimo 15 horas, incluindo tempo de voo e conexão. Para quem já está na Europa, as cias aéreas Ryanair e Easyjet também voam para Copenhague com preços bem camaradas, dependendo da época da viagem.

O Aeroporto Internacional de Kastrup é o maior aeroporto do país e liga o centro de Copenhague através de metrô, trem, ônibus e táxi, dá para escolher bem a melhor maneira de chegar até lá, mas o metrô acaba sendo a opção mais rápida e fácil, em menos de 20 minutos você chega ao centro. Caso esteja com muitas malas ou então com crianças, táxi pode ser a melhor escolha por ser mais confortável. Ônibus demora um pouco mais. O terminal do metrô fica dentro do aeroporto, então é só comprar o bilhete e embarcar, é bem fácil. Copenhague possui apenas duas linhas de metrô, mas como a cidade é pequena, essas duas linhas são suficientes para abranger boa parte da área turística.

A cidade também está conectada com outras cidades e países através do sistema ferroviário.

Vida noturna

Felizes por natureza, os dinamarqueses também sabem curtir uma vida noturna. Ao cair da noite, a capital da Dinamarca se transforma em uma das melhores cidades da Europa, no quesito vida noturna. É no centro da cidade que está localizado a maioria dos bares, restaurantes e casas noturnas de Copenhague, e tem de tudo um pouco, para todos os gostos, bolsos e idades, sendo que o movimento é maior de quinta à domingo. Antes da meia noite, as alternativas são os bares e os restaurantes, já que as casas noturnas só abrem de madrugada, mas também não têm pressa para fechar.

O Jazz é muito popular em Copenhague, é um dos estilos musicais favoritos dos dinamarqueses e há muitos festivais de Jazz, principalmente durante os meses de verão, então que tal aproveitar a viagem para conhecer alguma casa de Jazz? É um programa que serve também para conhecer mais sobre a cultura do país. 

Para quem gosta das baladas, não se empolgue de imediato pois uma das melhores casas noturnas, a Sunday, não te deixa entrar assim, logo de cara, aliás é bem difícil conseguir entrar. Antes, você tem que se cadastrar no site, eles analisam seu perfil no Facebook e só então, liberam, ou não, sua entrada, e nem adianta chegar na porta para tentar entrar caso não tenha recebido um email de confirmação. Para não ter que se cadastrar em sites e esperar por confirmação, tente ir aos “mornings bars” que são bares que abrem a partir de 3 horas da manhã e só fecham por volta das 10 horas.

Copenhague é uma cidade pequena, então não será difícil encontrar um local para se divertir a noite.