Situada na costa oeste do Canadá, entre o Oceano Pacífico e as Montanhas Costeiras, Vancouver é considerada uma das melhores cidades do mundo para se viver. Vancouver é uma mistura de centro urbano com natureza, de sofisticação com ares de cidade de interior, mas são suas belezas reveladas nas montanhas, florestas, rios e praias que fazem com que...

Leia Mais
  • População 603.5 mil

  • Hora local 03:37

  • 1 Dólar canadense R$ 2,83

  • Temperatura local 5.71º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Vancouver

Atrações turísticas em Vancouver

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Vancouver

Hospedagem em Vancouver

menor valor maior valor
Pousada R$ 143,14 R$ 483,82
Albergue R$ 154,59 R$ 400,80
Hotel R$ 226,74 R$ 755,43
Apartamento R$ 286,29 R$ 3.700,24

Alimentação em Vancouver

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 17,64 C$ 6.24 a R$ 55,82 C$ 19.74
  • Almoço


    R$ 33,93 C$ 12.00 a R$ 64,64 C$ 22.86
  • Jantar


    R$ 42,08 C$ 14.88 a R$ 84,83 C$ 30.00

Guia Vancouver

Situada na costa oeste do Canadá, entre o Oceano Pacífico e as Montanhas Costeiras, Vancouver é considerada uma das melhores cidades do mundo para se viver. Vancouver é uma mistura de centro urbano com natureza, de sofisticação com ares de cidade de interior, mas são suas belezas reveladas nas montanhas, florestas, rios e praias que fazem com que a cada ano mais e mais turistas desembarquem em seu aeroporto, que é o segundo maior do país, todos ávidos para conhecer o que Vancouver tem de melhor, e olha que não é pouca coisa.

Vancouver já foi cidade sede das Olimpíadas de Inverno de 2010 e é considerada a porta de entrada para a principal estação de ski do Canadá, Whistler. Durante os meses de inverno, Vancouver recebe muitos turistas, sendo que a maioria está de passagem para as montanhas nevadas, mas durante os meses de verão, o clima fica super agradável e é considerado período de alta estação, com clima perfeito para atividades ao ar livre como caminhadas e trilhas.

Vancouver é muito comparada com a cidade do Rio de Janeiro, pela beleza de suas paisagens (assim como Toronto é comparada a São Paulo), mas comparações à parte, Vancouver é uma cidade para quem gosta de viver ao ar livre. Para começar, o Stanley Park é uma imensa área verde que fica bem próxima do centro, dentro do parque fica também o Vancouver Aquarium, o maior aquário do país. Programe-se para conhecer a Grouse Montain, uma montanha que fica em North Vancouver e oferece uma vista maravilhosa da cidade, aproveite e vá até a Capilano Suspension Bridge, uma das maiores pontes suspensas do mundo, construída a 70 metros de altura. A ponte conecta os dois lados do Rio Capilano e tornou-se um atrativo turístico, ao atravessar a ponte é bem comum sentir o balanço, mas ela é considerada muito segura e o passeio pode ser feito por pessoas de todas as idades. Também fica em North Vancouver. Quem for durante os meses de inverno, inclua também um passeio nas montanhas nevadas de Whistler. 

Com mais de 600 mil habitantes, Vancouver é um caldeirão de culturas, há gente de quase toda parte do mundo devido ao incentivo do país à imigração e isso é refletido na cultura local, através dos mais variados tipos de restaurantes, lojas, galerias de arte, museus e diferentes sotaques falados pelas ruas.  

Como chegar

Vancouver fica na costa oeste do Canadá e possui o segundo maior aeroporto do país. A cidade possui atrativos suficientes para atrair milhares de turistas todos os anos, mas durante a temporada de inverno serve também como porta de entrada para quem deseja praticar ski e snowboard nas montanhas que ficam próximas de Vancouver, como por exemplo Whistler, conhecida por ser o principal destino de ski do Canadá

Do Brasil, não há voos diretos para Vancouver, para chegar até lá é necessário fazer ao menos uma conexão. As companhias aéreas que voam para Vancouver regularmente são: Air Canada, United Airlines, American Airlines e a Aeromexico. Caso a conexão seja em alguma cidade dos Estados Unidos, será necessário obter um visto de trânsito para o país, além claro, do visto canadense.

O Aeroporto Internacional de Vancouver (YRV) é o principal da cidade e fica a aproximadamente 13 quilômetros do centro ou meia hora de carro. Ele está localizado em uma cidade vizinha de Vancouver, a cidade de Richmond.

Para sair do aeroporto o turista pode pegar um táxi, que embora seja mais caro, é mais confortável, ainda mais após tantas horas de voo e também vale a pena se a viagem for feita entre 3 ou 4 pessoas. Há um ônibus circular que conecta o aeroporto com os principais hotéis de Vancouver, porém como vai parando de hotel em hotel, o trajeto acaba sendo bem mais lento, e por último, existe a linha de trem Canada Line, na saído do aeroporto, há várias placas indicando onde é a estação de trem. Além de ser um meio de transporte mais econômico, é mais rápido, pois não está sujeito ao trânsito local.   

Vida noturna

Vancouver é uma cidade que tem sua vida diurna mais agitada que a vida noturna, afinal a natureza e a beleza de suas paisagens contribuem para que o estilo de vida da maioria dos moradores seja voltado para o dia, mas ao mesmo tempo, como em toda grande cidade, ainda mais um lugar com tantos imigrantes e turistas juntos, não poderia deixar de ter opções para os mais animados, que querem curtir a noite canadense.

O centro da cidade é onde está concentrado a maioria dos bares, restaurantes e casas noturnas, sendo a Granville Street e seus arredores, um bom começo para quem quer aproveitar a noite em Vancouver. Muitas casas noturnas fecham cedo, por volta de 2 horas da manhã, pois em Vancouver as leis sobre o consumo de álcool são bem rígidas, embora sempre fique aberto alguns bares até altas horas. Nos finais de semana a Granville Street chega a fechar para carros devido à grande quantidade de gente circulando.

Gastown é um bairro antigo, com diversos pubs e bares mais ecléticos e com preços mais acessíveis. Por ali não é difícil encontrar algum bar oferecendo degustação de cervejas. O bairro por si só já é uma atração turística e quem não quiser sair para beber, pode também jantar em algum de seus vários restaurantes, das mais diversas cozinhas.

Outra opção para curtir a noite canadense é o bairro de Yaletown, também um dos mais antigos de Vancouver. Assim como o bairro de Gastown, é repleto de bares com cervejas artesanais, pubs e restaurantes, dos mais variados estilos e preços. Para quem estiver com bastante disposição durante a viagem, é mais uma opção para revezar as noites e aproveitar ainda mais a cidade de Vancouver.