Localizada na província de Alberta, a 80 km das Montanhas Rochosas Canadenses, a cidade é a porta de entrada para conhecê-las. Com mais de 1 milhão de habitantes, Calgary foi a primeira cidade canadense a sediar os Jogos Olímpicos de Inverno no ano de 1988, e hoje mantém o complexo olímpico construído como um grande parque esportivo, incluindo...

Leia Mais
  • População 1.096 milhões

  • Hora local 20:50

  • 1 Dólar canadense R$ 2,90

  • Temperatura local 8.48º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Calgary

Atrações turísticas em Calgary

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Calgary

Hospedagem em Calgary

menor valor maior valor
Pousada R$ 113,25 R$ 1.091,81
Apartamento R$ 159,71 R$ 577,85
Hotel R$ 201,23 R$ 694,00
Albergue R$ 281,66 R$ 281,66

Alimentação em Calgary

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 25,09 C$ 8.64 a R$ 54,72 C$ 18.84
  • Almoço


    R$ 39,04 C$ 13.44 a R$ 80,86 C$ 27.84
  • Jantar


    R$ 55,77 C$ 19.20 a R$ 96,72 C$ 33.30

Guia Calgary

Localizada na província de Alberta, a 80 km das Montanhas Rochosas Canadenses, a cidade é a porta de entrada para conhecê-las. Com mais de 1 milhão de habitantes, Calgary foi a primeira cidade canadense a sediar os Jogos Olímpicos de Inverno no ano de 1988, e hoje mantém o complexo olímpico construído como um grande parque esportivo, incluindo um museu sobre as Olimpíadas, o Canadian Olympic Hall of Fame and Museum.

O roteiro pela cidade pode começar pelo centro, chamado de Downtown City, onde se concentra muitas atrações turísticas, lojas e restaurantes; o Mercado de Eau Claire é um local animado (principalmente durante o verão) para desfrutar de uma refeição ou tomar um drink; o bairro de Chinatown é colorido e interessante para experimentar a culinária asiática; o Heritage Park é ideal para viajar no tempo, muito bom para quem aprecia história; o zoológico de Calgary vale a pena principalmente pelas réplicas em tamanho real de mais de 20 tipos de dinossauros; mas o local mais visitado da cidade é a Calgary Tower, o ponto mais alto para ter uma visão panorâmica da cidade, com destaque para o chão de vidro onde é possível caminhar a 190 metros de altura.

A gastronomia local é baseada em consumir produtos orgânicos, produzidos por fazendeiros locais, e para comprar esses produtos o melhor lugar é o Calgary Farmer’s Market, o mercado municipal com mais de 100 lojas vendendo produtos locais. Para saborear os pratos típicos da região, há uma vasta oferta de restaurantes, para todos os gostos e bolsos.

O inverno é sempre bem rigoroso, então para quem gosta de um friozinho, ou melhor, friozão, é a melhor época pra ir, os meses de dezembro e janeiro são os mais frios. Já o verão apesar de não ser tão quente como aqui no Brasil, possui temperaturas mais agradáveis e é melhor para fazer passeios ao ar livre, sendo os meses de julho e agosto os mais quentes.

A maioria dos viajantes passam apenas por Calgary a caminho das Montanhas Rochosas Canadenses (o aeroporto mais próximo para quem deseja conhecer as Montanhas Rochosas está localizado em Calgary), mas se hospedar alguns dias na cidade deixará a viagem ao Canadá ainda melhor!

Como chegar

O terceiro município mais populoso do Canadá possui um aeroporto que recebe em média 13 milhões de pessoas por ano – número que o torna um dos mais importantes de todo o país.

A cidade, localizada na região sul da província de Alberta, é um centro financeiro e comercial de grande valor para a economia canadense, pois sedia diversas empresas petrolíferas, de energia e tecnologia. Turistas chegam todos os dias, seja para desfrutar das férias ou para trabalhar.

O Canadá é o segundo maior país do mundo em área total, com um território de aproximadamente nove milhões de km². Por isso, ir de uma cidade para outra pode ser uma longa viagem.

Confira quais são as maneiras mais fáceis (e rápidas) de se chegar em Calgary.

De avião
Todos os voos que saem do Brasil fazem escala em uma ou duas cidades antes de pousar em Calgary. Se a sua viagem for com a Air Canadá, a baldeação deve ser feita em Toronto, já em solo canadense. Outras empresas costumam parar em cidades americanas como Houston, Nova York, Chicago, Dallas e até Miami.

Independente do trajeto escolhido, se prepare para uma viagem de no mínimo 16 horas. Uma dica para viagens longas como essa é preparar uma mochila com uma troca de roupa e produtos de higiene.

Do aeroporto até o centro da cidade
São aproximadamente 17 quilômetros de distância até o centro da cidade, em um percurso que é realizado em menos de 30 minutos. Há quatro maneiras de ir até o centro, e tudo depende do quanto de dinheiro você está disposto a gastar.

Se pretende alugar um carro, faça direto no aeroporto. Existem diversas companhias disponíveis, como a Avis, a Budget, a Hertz e a Alamo. Pesquise o preço de cada uma delas antes de se decidir.

Uma boa opção para que não vai alugar um veículo é reservar um transfer que te levará até o hotel e depois de volta para o aeroporto, com um preço pré-definido. O site Rideways é uma excelente plataforma que busca todos os transfers disponíveis em um determinado local, e o pagamento é feito previamente, direto no site. O preço da viagem de ida e volta costuma sair por 100 dólares canadianos.

A maneira mais prática (mas talvez não a mais barata) para quem está com muita bagagem e pressa, é pegar um taxi no aeroporto. A corrida custar entre 40 e 560 dólares canadianos.

E se você estiver com um orçamento bem apertado, pode economizar muito dinheiro pegando um ônibus que vai do aeroporto até o centro, partindo de de meia em meia hora. O bilhete custa 3 dólares canadianos.

Vida noturna

A cidade, que é palco do maior rodeio do mundo, só poderia estar repleta de bares onde a música country toca sem parar. Mas, isso não quer dizer que essa seja a única opção de estilo musical presente nas baladas. Calgary surpreende pela quantidade de locais alternativos, onde o rock, o indie e a música eletrônica estão presentes.

Se procura por um bar mais calmo, apenas com uma música ambiente tocando ao fundo, não se preocupe. Esses lugares existem e também fazem sucesso. Há uma grande quantidade de Pubs, e muitos deles com enormes cartas de cervejas e de vinhos.

Por causa das cinco faculdades presentes em Calgary, os jovens são onipresentes na cena noturna da cidade durante todos os dias. De segunda a segunda é possível encontrar grupos de estudantes reunidos em mesas, conversando, dançando ou apenas tomando um copo de cerveja.

Confira os melhores lugares para curtir a noite em Calgary

Drum and Monkey
Bem parecido com um pub inglês, a balada toca músicas que variam do hip hop ao indie, atraindo diferentes estilos. o Drum and Monkey possui dois ambientes – um bar e uma pista de dança. Normalmente tranquilo, aos finais de semana a atmosfera se transforma e os animação toma conta da casa.

The Dean
O pub é um dos locais mais frequentados pelos universitários, já que ele está localizado dentro da Universidade de Calgary. É comum ver muitos copos de Grasshoper, a cerveja local. De quinta a domingo o clima se torna mais festivo, e a pista de dança fica cheia até as duas da manhã.

National 10th
O bar impressiona pelo design – com muitas luzes, mesas e barris de madeira espalhados pelo ambiente. É ideal para os que apreciam boas cervejas, já que possui 72 diferentes rótulos da bebida. O National é uma boa opção para aqueles que preferem um ambiente mais zen e uma bebida de qualidade, já que não possui pista de dança, só uma de boliche no andar inferior.

Cowboys
Para completar a lista só faltava uma opção onde a música country reina. É o caso do Cowboys, um bar onde os frequentadores possuem faixas etárias bem diversas, dos 20 e poucos anos até os 60. As músicas que animam as pistas de dança variam do country canadense a outras canções pop que estão fazendo sucesso no momento.