Marrocos está aberta para os brasileiros e aqui te contamos tudo o que você precisa saber na hora de viajar para o Marrocos. 

👉 Atualmente, é possível voar de São Paulo a Marrakesh pela TAP, com conexão em Lisboa, ou pela Iberia, com conexão em Madrid e com isso os preços da passagens podem ser mais econômicos. Encontre passagens aéreas para Marrocos. 

Marrocos está aberta para os brasileiros – Conheça os requisitos

Brasileiros 100% imunizados com as vacinas aprovadas

Teste negativo de Covid-19: realizado até 48 horas antes do embarque; em inglês, francês ou árabe – (Veja nesse post onde fazer o teste PCR). Viajantes menores de 11 anos, seja qual for a proveniência, estão dispensados da apresentação de teste PCR.

Comprovante de vacinação: estar 100% imunizado e apresentar certificado; Veja o passo a passo de como emitir o seu certificado.

Formulário de saúde e imigração: preencher e levar impresso – acesse aqui.

Seguro-viagem: não exigido, porém é recomendado. Compre o seu seguro viagem aqui.
 

Brasileiros que não foram vacinados ou estão apenas com a primeira dose 

Teste negativo de Covid-19: realizado até 48 horas antes do embarque; em inglês, francês ou árabe – (Veja nesse post onde fazer o teste PCR).

Quarentena: 10 dias de isolamento em hotel autorizado pelo governo, fazendo novo exame de Covid-19 no penúltimo dia

Declaração: preencher e assinar termo de honra afirmando que ficará 10 dias de quarentena no Marrocos

Formulário de saúde e imigração: preencher e levar impresso – acesse aqui.

Seguro-viagem: não exigido, porém é recomendado. Compre o seu seguro viagem aqui.

É muito importante checar com cia. aérea e no site da IATA Travel Centre as regras, elas estão muito dinâmicas e mudam sempre. Deixamos também os links de sites oficias: Site oficial de turismo do MarrocosPortal restrições de viagem da cia. Royal Air Maroc e Cia. aérea Emirates

Quais são as vacinas aceitas para brasileiros viajarem para Marrocos?

A lista completa divulgada pelo governo marroquino inclui Pfizer-BioNTech, AstraZeneca-Universidade de Oxford, Moderna, Janssen (Johnson & Johnson), Covishield (Serum Institute of India), Sputnik V, Sinopharm e SinoVac (CoronaVac).

Foto destaque PxHere

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *