Pode ser que este não seja o primeiro destino que vem à sua cabeça quando pensa em uma viagem para a Europa, mas acredite, deveria ao menos estar inclusa no roteiro. Isso porque a apaixonante Liubliana é sinônimo de charme e sossego na Eslovênia, país do qual é capital. Mas toda a tranquilidade não é sinônimo de tédio e mesmo que seja uma das menores capitais de todo o continente, tem muito a oferecer.

Cortada literalmente por um rio, a cidade se divide em trabalho de um lado e lazer do outro; parte histórica separada da parte comercial. Aos fins de semana, é alvo de viagens curtas por parte dos europeus, mas tem clima descontraído de feriado durante o ano todo, com ruas ocupadas, bares animados e parques cercados de gente disposta. Os quase 300 mil habitantes vivem intensamente, seja a pé ou a bordo de suas bikes. As águas viram alvo para passeios de barco e stand up paddle.

Liubliana se reinventou muito após a Segunda Guerra Mundial, transformando, por exemplo, a prisão de Metelkova em espaço cultural pela própria vontade da população. Hoje abriga música ao vivo, estúdios de artistas, galerias, organizações não governamentais e muitas atividades abertas ao público. Os preços das opções culturais conseguem ser bem acessíveis, considerando-se qué esta éuma cidade europeia. Um passeio de barco custa em torno de 8 euro, enquanto peças de teatro estão a partir de 10 euro.

O centro histórico se mantém muito bem preservado, com destaque para o castelo Bogenšperk, o jardim botânico Volčji Potok e as muitas obras arquitetônicas do legado de Jože Plečnik, como a Biblioteca Nacional e a ponte Triple. Outro ponto alto da viagem é o lago de Bled, a cerca de 1 hora de carro de Liubliana, que precisa estar incluso no roteiro por ser um lugar muito especial, romântico e de beleza ímpar.

Além de tudo isso, em 2016 ganhou o título de Capital Verde da Europa, sendo um modelo de gestão sustentável para o mundo. Entre as ações que a tornam um exemplo, tem 1/3 de seu território coberto por áreas verdes, 70% do lixo urbano reciclado e táxis e ônibus movidos a eletricidade.

E aí, partiu Liubliana?  Confira todo o investimento dessa viagem clicando aqui

Fotos : divulgação /Visit Ljublijana 

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *