Teresina é a única capital do Nordeste que não se refresca com águas do Atlântico. O fato de não ter litoral, no entanto, não diminui em nada seus encantos. A falta de mar é recompensada por outros atrativos, como o belo quadro formado pelo encontro dos rios Poty e Parnaíba, as praias de água doce, os bons restaurantes de culinária típica e as ótimas opções de compras para quem gosta de belas peças de artesanato.

Leia Mais

Pela ausência do mar, a cidade vive de suas praias fluviais e respira também as lendas que nascem das águas ribeirinhas. O mais tradicional passeio da capital é o que leva ao encontro dos rios. Os barcos partem do Parque Ambiental Encontro dos Rios, no bairro do Poty Velho, que abriga um núcleo de ceramistas, com vários ateliês.

Para comprar arte em madeira, especialidade do artesanato piauiense, circule pela Central de Artesanato, na Praça Pedro II. São mais de 25 lojas que retratam a importância do artesanato do estado. As peças são geralmente confeccionadas em fibras, madeira, cerâmica, couro e buriti.

O calor que castiga a cidade o ano inteiro é amenizado pelos seus parques e diversas praças arborizadas que se espalham pelo seu território. Não à toa Teresina sustenta o título de “Cidade Verde”. Suas largas avenidas com modernos edifícios trazem ares contemporâneos à cidade.

Já as ruas e praças expõem aos visitantes casarões neoclássicos, palácios greco-romanos, retratando a história local. O Palácio de Karnak, por exemplo, é a sede oficial do Poder Executivo Estadual do Piauí. O nome Karnak vem de um templo do antigo Egito, e a arquitetura do palácio foi inspirada em santuários gregos. Na década de 70, no governo de Alberto Silva, o local recebeu jardins de arquitetura contemporânea projetados pelo paisagista Burle Marx.

Na hora de degustar a gastronomia local, siga para o outro lado do rio Poty. Nos bairros de Fátima, Jóquei e São Cristóvão estão alguns dos melhores restaurantes da cidade. Para abrir o apetite, prove a tiquira, uma aguardente de mandioca. Entre os pratos principais, fazem sucesso o Capote, à base de galinha d'angola. Há ainda o Arroz Maria Izabel, com carne-seca picada, e a Paçoca, carne-seca desfiada com farinha e socada no pilão. Para acompanhar, vá de cajuína, um exótico suco de caju gaseificado.

Teresina também apresenta vocação para o turismo de negócios e de saúde. A cidade tem o privilégio de ser bem servida por espaços para o desenvolvimento de eventos e recebe diversas feiras, congressos e convenções, muitos de caráter nacional e internacional.  Já a concentração de clínicas e hospitais particulares de referência são atrativos para o deslocamento de pessoas em buscas das diversas especialidades no tratamento.

Além disso, a cidade desenvolveu bastante a sua vida noturna, existindo semanalmente inúmeras opções de shows, apresentações musicais, teatro, cinema e boates.

  • População 847.43 mil

  • Hora local 15:51

  • 1 Real R$ 1,00

  • Temperatura local 38º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Teresina

Atrações turísticas em Teresina

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Teresina

Hospedagem em Teresina

menor valor maior valor
Hotel R$ 50,00 R$ 477,75
Albergue R$ 100,00 R$ 150,00
Apartamento R$ 190,00 R$ 203,70

Alimentação em Teresina

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 10,00 R$ 10.00 a R$ 20,00 R$ 20.00
  • Almoço


    R$ 16,00 R$ 16.00 a R$ 38,00 R$ 38.00
  • Jantar


    R$ 23,00 R$ 23.00 a R$ 58,00 R$ 58.00