Sim, esse é o ponto de partida de algumas das principais atrações turísticas do Vietnã e do continente asiático, como Halong Bay. Situada a apenas quatro horas de carro da capital, a baía de águas cor esmeralda composta por ilhotas que parecem magicamente flutuar no mar é Patrimônio Mundial da Unesco e uma das 7 Maravilhas da...

Leia Mais

Atrações turísticas em Hanói

  • Old Quarter

    Old Quarter

    De graça D0.00 R$ 0,00
  • Museu de Etnologia do Vietnã

    Museu de Etnologia do Vietnã

    Entrada D40000.00 R$ 6,96
    Ir para o site
  • Museu das Mulheres do Vietnã

    Museu das Mulheres do Vietnã

    Preço da Tarifa D60000.00 R$ 10,44
    Ir para o site
  • Lake of the Restored Sword

    Lake of the Restored Sword

    De graça D0.00 R$ 0,00
  • Mausoléu de Ho Chi Minh

    Mausoléu de Ho Chi Minh

    De graça D0.00 R$ 0,00
  • Templo da Literatura e Universidade Nacional

    Templo da Literatura e Universidade Nacional

    Entrada D30000.00 R$ 5,22

Guia Hanói

Sim, esse é o ponto de partida de algumas das principais atrações turísticas do Vietnã e do continente asiático, como Halong Bay. Situada a apenas quatro horas de carro da capital, a baía de águas cor esmeralda composta por ilhotas que parecem magicamente flutuar no mar é Patrimônio Mundial da Unesco e uma das 7 Maravilhas da Natureza. Para quem vai à Hanói, é um passeio imperdível que pode ser feito na modalidade de bate e volta ou mais estendido (com a possibilidade de dormir uma ou duas noites no barco, em Halong City ou ainda em Cat Ba, a principal ilha de Halong Bay).

Já para aqueles que não querem deixar de vivenciar os encantos da capital vietnamita, a dica é ficar pelo menos dois dias em Hanói. A maior parte das atrações turísticas fica no Old Quarter, o centro histórico que funciona como o coração da cidade. Prepare-se para enfrentar o trânsito caótico de motos e vespas, e ser bombardeado por muito barulho e poluição visual ao longo de 36 ruas estreitas e emaranhadas como um labirinto. É por lá também, nas ruas Hang Dao e Hang Ngang, que acontece um imenso mercado noturno aos finais de semana, que permite ao turista experimentar as comidas locais, assim como comprar qualquer coisa que possa imaginar.

Portanto, para conhecer Hanói de verdade, comece a explorar a cidade pelo Old Quarter, caminhando nessa caótica região que mistura a loucura dos dias atuais com a arquitetura milenar do povo vietnamita. Faça um reconhecimento de território e entre em algumas agências de turismo (essa é a área da cidade onde elas se concentram também!). Pesquise os preços e contrate um city tour para fazer uma imersão mais aprofundada sobre o antigo império, a ocupação francesa, a Guerra do Vietnã e o regime comunista ainda vigente no país.

O Lago Hoan Kiem é parada obrigatória dos turistas, seja pela sua beleza, seja pela região onde está localizado. Rodeado por bares e restaurantes, o local é gostoso para uma caminhada – tanto de dia quanto de noite – e funciona como uma válvula de escape ao tumultuado Old Quarter. É ainda em uma ilha central do lago que fica a ilha Tháp Rùa (Torre da Tartaruga), uma construção feita entre os séculos 12 e 13 que servia de local de pesca para o rei Le Thanh Tong. É no Hoan Kiem também que está o Templo Ngoc Son, o mais visitado da cidade e acessado por meio da Ponde Huc.

Não deixe de visitar ainda alguns dos imponentes monumentos históricos como o Templo da Literatura (Van Mieu) e seus jardins. Construído em 1070 em homenagem a Confúcio, o local é um exemplo marcante da arquitetura vietnamita, tendo funcionado como a primeira universidade do país. A Catedral de St. Joseph também é bastante requisitada. No Vietnã, ao contrário dos países vizinhos, as igrejas católicas são bastante comuns, sendo a de St. Joseph – inaugurada em 1886 em estilo neogótico – a mais conhecida da cidade.

Outro ponto imperdível de Hanoi é o Complexo Ho Chi Minh, uma área protegida pelo governo vietnamita em homenagem ao ex-líder comunista que dá nome ao local. Chegue cedo, pois as filas costumam ser grandes para ver o Mausoléu de Ho Chi Minh, o One Pillar Pagoda (templo budista concebido no século 11) e o Museu Ho Chi Minh. O Hoa Lo Prison é também destino certo dos viajantes. No local ficaram presos os vietnamitas que lutaram pela independência do país contra a França, como também os americanos capturados durante a Guerra do Vietnã.

Para completar essa imersão cultural, visite o Museu da Revolução Vietnamita e a Ópera de Hanoi. As atrações turísticas ficam bem próximas uma da outra e, para finalizar em grande estilo, vá à rua Tong Dan (quase em frente ao museu) para curtir o famoso happy hour do restaurante Tadioto, que reúne um público descolado e fã das artes.