A capital sueca não é barata para o viajante brasileiro, especialmente quando o assunto é onde se hospedar. Com pouca disponibilidade, as acomodações que já não são tantas assim contam ainda com um agravante: elas apresentam valores que quase nunca são favoráveis aos turistas. Portanto, a máxima “reserve com bastante antecedência” se faz mais do que necessária em Estocolmo! Três são as principais regiões onde se concentram a rede hoteleira da cidade (Gamla Stan, Norrmalm e Sodermalm), embora existam algumas outras opções alternativas para perfis mais “fora da caixa”.

Abaixo, o Quanto Custa Viajar lista todas as características dos principais distritos hoteleiros da capital escandinava. São eles:

Norrmalm

É considerada por muitos a melhor região para se hospedar em Estocolmo. Colado em Gamla Stan, o bairro compreende a área mais efervescente da cidade. É aqui que estão os principais pontos de interesse da capital sueca, além dos bares e restaurantes mais badalados do município. O distrito traz também uma boa mescla entre modernidade e tradicionalismo, garantindo uma experiência única para aqueles que decidirem se hospedar na região. Por toda a sua configuração, já é de se esperar que o Norrmalm tenha alguns dos preços mais elevados da capital escandinava, portanto se você pretende fazer a sua estadia na área deve reservar com bastante antecedência. O distrito conta ainda com muitas lojas e pontos de conveniência, além de ser a zona mais indicada para quem viaja a Estocolmo a negócios.

Gamla Stan

Também chamado de Cidade Velha, é onde fica o centro histórico da cidade. Conhecido também por ser o bairro medieval de Estocolmo, o distrito é procurado por dois tipos bem diferentes de viajantes por motivos também distintos: os mais velhos e os mochileiros. Para aplacar as necessidades dos turistas com mais idade, Gamla Stan conta com alguns dos hotéis mais luxuosos da cidade sueca, garantindo uma estadia com mais conforto para esse público. Já os mochileiros, em sua maioria jovens, tem preferência por albergues, sendo que a maior concentração deles está justamente no bairro. É ainda um distrito bem abastecido de lojas, restaurantes, bares e pontos de conveniência.

Sodermalm

Localizado na parte sul da cidade, o bairro é caracterizado por ser a região mais descolada e boêmia da capital escandinava. Conta ainda com uma arquitetura incrível e é o cenário perfeito para o turista caminhar pelas ruas, sem pressa, e tirar muitas fotos. É também indicado para aqueles que não abrem mão de uma boa vida noturna, apesar de estar mais longe dos principais pontos turísticos da cidade. É uma área mais residencial e a região onde os suecos decidem passar as suas férias (portanto, se essa for a sua opção, prepare-se para encontrar mais turistas do próprio país do que internacionais). Quem fica em Sodermalm geralmente precisa utilizar o metrô para se locomover, especialmente se o intuito é visitar os principais pontos de interesse da cidade.

Kungsholmen

É quase como uma cidade dentro de Estocolmo. Essa ilha residencial é indicada para aqueles que querem uma estadia menos turística por lá, já que o turista poderá facilmente se mesclar aos locais. Também conta com um número generoso de restaurantes, cafés e bares, além de abrigar um dos edifícios mais importantes da cidade, o City Hall. Subir nele para apreciar uma das mais belas vistas panorâmicas da cidade é um dos passeios mais indicados para quem decide se hospedar por lá. Kungsholmen ganha ainda mais vida durante o verão, quando o turista poderá encontrar diversos lugares na ilha para nadar, além de contar com grandes áreas verdes que garantem a sensação de paz e tranquilidade ao viajante.

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Estocolmo

Hospedagem em Estocolmo

menor valor maior valor
Albergue R$ 186,08 R$ 632,24
Hotel R$ 285,46 R$ 1.612,98
Apartamento R$ 296,03 R$ 1.099,54