Considerada a ilha mais romântica da Polinésia Francesa, Bora Bora é destino de viagem tradicional para quem está lua de mel e para os casais em geral que desejam conhecer o irresistível cenário das ilhas polinésias. 

Conhecida como a “pérola da Polinésia” e considerada por muitos a mais bela ilha do Pacífico,...

Leia Mais
  • População 8.88 mil

  • Hora local 03:00

  • 1 Dólar americano R$ 5,28

  • Temperatura local 26.5º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Bora Bora

Atrações turísticas em Bora Bora

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Bora Bora

Hospedagem em Bora Bora

menor valor maior valor
Albergue R$ 210,37 R$ 210,37
Apartamento R$ 567,90 R$ 1.172,83
Pousada R$ 790,12 R$ 2.257,48
Hotel R$ 2.008,23 R$ 2.008,23

Alimentação em Bora Bora

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 95,08 $ 18.00 a R$ 221,86 $ 42.00
  • Almoço


    R$ 316,95 $ 60.00 a R$ 570,51 $ 108.00
  • Jantar


    R$ 380,34 $ 72.00 a R$ 792,37 $ 150.00

Guia Bora Bora

Considerada a ilha mais romântica da Polinésia Francesa, Bora Bora é destino de viagem tradicional para quem está lua de mel e para os casais em geral que desejam conhecer o irresistível cenário das ilhas polinésias. 

Conhecida como a “pérola da Polinésia” e considerada por muitos a mais bela ilha do Pacífico, Bora Bora fica a 278 quilômetros do Tahiti, o que equivale a 45 minutos de voo.

Além das praias de areia branca e do mar azul-esverdeado, o destino atrai os turistas por seus hotéis e resorts luxuosos, com bangalôs que adentram a água. Uma das grandes vantagens de se hospedar em Bora Bora é admirar o azul impressionante do oceano do seu próprio bangalô, simplesmente olhando para baixo dos seus pés, pois muitos deles ficam sobre a água e têm parte do chão de vidro.

Os "motus” (ilhotas) foram um cordão, criando uma barreira natural que represam as águas do oceano e dão a ilusão de que o turista está diante de uma grande lagoa azul.

Já as tranquilas praias formam o cenário ideal para esportes náuticos. Entre as opções de passeios, é possível fazer cruzeiros em catamarãs para apreciar o pôr do sol, piqueniques dentro da água ou excursões às motus. Quem gosta de mergulho pode apreciar corais, raias e muitos peixes coloridos.

Na região, pode-se nadar, mergulhar, praticar windsurfe, andar de jet-ski, passear no fundo do mar de lagoonarium, um veículo dotado de um domo que lembra um pequeno submarino, entre muitas outras atividades. Para os aventureiros há também alguns roteiros incluindo escaladas.

Também na ilha fica o Monte Otemanu, um vulcão que parece um castelo e que figura em algumas listas entre os vulcões mais bonitos do planeta.

Além disso, durante a Segunda Guerra Mundial, o exército americano, sob o pretexto de proteger o território francês da Polinésia dos soldados japoneses, ergueram alguns "bunkers" na ilha e até hoje é possível encontrar canhões por lá. Os amantes da aventura podem explorar antigas fortificações de quando Bora Bora foi uma base militar.

Para quem gosta de compras, há artesanato, roupas, objetos de arte e outros produtos, mas as peças feitas com pérolas são a grande atração. Variados bares e restaurantes completam a infraestrutura local.

A temperatura média anual é de 28?C, sendo o verão (de novembro a abril) o período mais chuvoso e o inverno (maio a outubro) com dias mais secos. A água do mar registra temperatura em torno de 26?C.

O que fazer em Bora Bora

Quando o viajante pensar e avaliar o que fazer em Bora Bora, não tem como não pensar no mar e nas belas praias, como já comentamos acima. O foco do destino são as praias e as atividades marítimas, além de curtir tudo que os hotéis e resorts têm a oferecer.

Diferente de outros famosos destinos de praia como Cancún e Punta Cana, Bora Bora tem uma proposta mais similar às Maldivas com foco nas belezas naturais e na hotelaria, sem shoppings, centros comerciais, baladas e aquelas atividades mais urbanas.

O foco de Bora Bora é o mar e a natureza, sendo um lugar super romântico para viajar a dois, por isso é sucesso entre os viajantes em lua de mel. 

Sabendo um pouco do atrativo principal do local, existem passeios e tours que valem a pena para complementar sua experiência, como parasailing, jet ski e mais! Aqui você fica por dentro do que fazer em Bora Bora.

 

Onde ficar em Bora Bora

Onde ficar em Bora Bora pode determinar toda sua experiência no local! As hospedagens têm valores mais elevados, por isso o viajante já deve se preparar para investir um pouco mais nessa parte da viagem.

O que os viajantes acabam mais vendo sobre Bora Bora são os hotéis que oferecem bangalôs sobre a água, o que realmente encarece (e muito) a viagem, mas para quem sonha com essa experiência, vale dar aquela orçada, mesmo que seja para ficar um ou dois dias e distribuir o resto da hospedagem em outro local.

As melhores regiões para se hospedar são divididas entre o montu Piti A’au (hotéis mais caros e luxuosos com vista privilegiada), outros montus e na ilha principal.

Saiba a diferença entre cada região e decida onde ficar em Bora Bora com nosso guia e escolha sua hospedagem!

 

Alimentação em Bora Bora

Devido à sua proximidade ao mar, a alimentação em Bora Bora é baseada em peixes e frutos do mar, sendo que um dos pratos principais é o Poisson Cru!

Mais do que saber sobre a comida típica da região, os viajantes devem se atentar ao fato de que vale a pena fechar sua alimentação em Bora Bora nos próprios hotéis que estão hospedados, optando por opções de meia pensão ou pensão completa, para evitar sair do hotel para buscar algo para comer, afinal, o deslocamento não é tão simples dependendo de onde estiver hospedado.

Para quem fica na região dos montus, essa dica é ainda mais reforçada, pois será praticamente impossível sair do seu hotel para comer e voltar à noite. 

A alimentação em Bora Bora não tem preços muito acessíveis, por isso vale pesquisar quais restaurantes valem a pena. Para saber onde comer e a faixa média de preços da alimentação, clique aqui.

Passeios em Bora Bora

Os passeios em Bora Bora são totalmente baseados no forte do local, ou seja, sua vida marítima e paisagens naturais. Por isso, entre os principais passeios em Bora Bora estão tours para fazer snorkel (com opções de diferentes locais para ver de pertinho arraias, ou pequenos tubarões e corais).

Também existem passeios de Catamarã, jantares em barcos, passeios de jet ski, canoa e mais. 

Esses e outros passeios em Bora Bora o viajante já pode orçar e comprar em reais por aqui.

 

Quando ir a Bora Bora

Diferente de alguns destinos que dependem de determinada estação para viajar e que as temperaturas oscilam muito, em Bora Bora esse não é o caso.

As temperaturas não variam muito e o viajante vai encontrar calor no local independente do mês.

Para decidir quando ir a Bora Bora, o viajante deve se atentar principalmente a um fator: as chuvas. Em períodos chuvosos, o visitante pode encontrar tempestades e até furacões, prejudicando seriamente sua experiência no destino.

Já a estação mais seca é ideal para conhecer o local, que contará com boa temperatura e pouca incidência de chuva.

Confira quais os os meses que compreendem a estação chuvosa e os melhores meses para viajar e decida quando ir a Bora Bora.

 

Documentação

Para conhecer Bora Bora, o viajante brasileiro não precisa de visto de turismo (para quem fica até 90 dias), sendo necessário somente o passaporte válido (mínimo de seis meses adiante no momento da viagem) e o certificado internacional de vacina de febre amarela.

Além disso, o turista deve levar o comprovante de vacina da Covid-19, que pode ser obtido em diferentes idiomas pelo ConectSUS sem custo.

Idioma
Bora Bora fica na Polinésia Francesa e, assim como o nome sugere, foi uma área colonizada pela França, por isso o idioma oficial é o francês.

Além disso, existem dialetos locais, como o taitiano, falado pela população local e especialmente quando estão falando entre si e não com os turistas.

Apesar disso, não se preocupe. O destino é muito turístico e está acostumado a receber viajantes do mundo todo. É possível se virar com o inglês, italiano ou mesmo espanhol na região.

Moeda

A moeda usada em Bora Bora é uma que poucos viajantes já ouviram falar: o Franco do Pacífico (XPF), também conhecido como Franco Pacífico Francês. A moeda pode ser trocada no Brasil ou em bancos locais, já que não existem casas de câmbio em Bora Bora.

As trocas costumam acontecer também nos hotéis, dentro dos cruzeiros ou no aeroporto de  Tahiti-Faa'a (a cotação costuma ser um pouco mais alta que o normal).

No aeroporto não existe casa de câmbio ou posto de troca, é apenas um caixa automático que converte o valor disponível na conta para o XPF.

Atualmente 1 XPF equivale a R$ 0,046 (março de 2023).

O que levar na mala 

Pensar na montagem da sua mala é um passo muito importante para realizar sua viagem, afinal, coisas de mais ou de menos podem atrapalhar sua viagem.

Pensando em Bora Bora, o foco são roupas de banho, biquínis, saídas de praia, chapéus, protetor solar, pós-sol, mas por ser um lugar mais exclusivo e refinado, vale a pena levar algumas roupinhas mais arrumadas, pensando também nas paisagens surreais e muito instagramáveis.

Por ser um local de acesso um pouco dificultado, não esqueça de levar aqueles itens essenciais para viajar, como carregador de celular, remédios de uso controlado e outras coisas que podem faltar e prejudicar sua estada.

Serviços para a sua viagem 

Sempre sonhou em conhecer Bora Bora e quer garantir que sua viagem aconteça com os melhores preços? 

Comece a programar sua viagem acompanhando os valores das passagens aéreas com o buscador que o Quanto Custa Viajar preparou.

Como chegar

Para aqueles que planejam visitar a ilha da Polinésia Francesa, é preciso fazer algumas paradas no meio do caminho. A forma mais fácil é por avião, encarando primeiro uma conexão em Santiago do Chile. Da capital chilena até Papeete, capital da Polinésia, são cerca de 10 horas de viagem. Uma das companhias aéreas que oferece o itinerário é a LATAM, então fique de olho nas passagens para não pagar valores exorbitantes!

Já em Papeete, o turista deverá pegar um avião com voo doméstico para o Aeroporto de Bora Bora, que não fica situado na ilha principal. Nesse trecho são mais 45 minutos de viagem, sendo que a companhia aérea Air Tahiti é uma das principais a fazer o itinerário. Se você está em outra ilha da Polinésia Francesa, é possível chegar também a Bora Bora. Algumas das possibilidades são a partir de Raiatea e Moorea, por exemplo.

Uma vez em Bora Bora, o turista deverá fazer o trajeto até a sua hospedagem via barco. Muitos dos hotéis e resorts da região disponibilizam um receptivo já no aeroporto, recebendo seus clientes na saída dos voos e encaminhando para suas embarcações oficiais (que são incumbidas de fazer a parte final do traslado). Caso o hotel que você esteja hospedado não disponibilize essa alternativa, é necessário pegar uma balsa pública para chegar à Bora Bora.

Outra forma de chegar à ilha paradisíaca é por meio de cruzeiros. Nesse caso, vale lembrar que as paradas são mais rápidas e não permitem que o viajante conheça a fundo o ambiente ao redor. Em todo caso, é uma boa pedida para quem quiser aliar a viagem em um navio luxuoso com uma paisagem incrível de background. Algumas das companhias que oferecem o tour são a Royal Caribbean e a MSC Cruzeiros.

Vida noturna

Definitivamente agitação não é o forte da ilha paradisíaca. Muito procurada por casais, especialmente em lua de mel, Bora Bora tem uma atmosfera que se divide entre as manhãs regadas a muito sol e noites tranquilas dentro de hotéis e resorts. Para aqueles que não dispensam agito, a dica é passar alguns dias em Papeete, que possui uma grande diversidade de bares, casas noturnas e estabelecimentos de música ao vivo.

Mas e o que fazer em Bora Bora? Bom, por lá a dica é desacelerar e curtir a contato direto com a natureza – além de aproveitar a sua companhia! Se quiser ampliar a sua experiência, opte por um hotel ou resort mais completo que proporcione opções extras aos hóspedes. Isso porque a maioria dos turistas aproveita a noite apenas para beber um drink no deck ou então jantar no restaurante do complexo. Como nesses casos a hospedagem tem um peso bem grande, escolha bem o lugar que ficará para não se arrepender depois.

Alguns hotéis oferecem também shows – principalmente de danças típicas da Polinésia Francesa – para entreter seus hóspedes durante a estadia na ilha. Essa é uma boa opção para quem quer ver algo diferente por lá. Agora se você está em uma acomodação mais modesta, a boa pedida é reservar um jantar em algum dos resorts top de linha da região. Boas alternativas são o Four Seasons Bora Bora e o St. Regis Bora Bora.

É possível também tentar uma aventura e ir jantar em algum restaurante fora do seu hotel. Para isso, você precisará combinar um horário com os barqueiros – para que eles possam fazer a travessia até a ilha principal. Em todo caso, coloque na balança se essa experiência vale a pena, pois muitas vezes ela poderá causar mais transtorno do que distração.