Viajar para a maior cidade italiana é uma responsabilidade por si só. Há tanto o que ver por lá que todo mundo se sente quase que na obrigação de ficar muito bem localizado - evitando perdas de tempo desnecessárias com deslocamentos, por exemplo. Afinal, ninguém quer se perder em meio a mais de 2 milhões de habitantes - ainda mais quando a maior parte dos turistas não arrisca uma palavra em italiano.

Diferente de outras capitais europeias, como Londres ou Paris, o destaque de Roma não reside em um transporte público acima da média. Por sinal, é longe disso. Embora possua metrô, ele é relativamente limitado e não é o meio de transporte preferido da maioria dos turistas, que também podem optar por ônibus ou simplesmente se locomover a pé e descobrir os recantos da cidade aos poucos. Nesse caso, lembre-se de que uma boa localização será fundamental para não passar nenhum perrengue na cidade.

Termini

A região próxima da estação Termini é a preferida por muitos turistas, por possuir uma boa oferta de ônibus para quase todas as partes da cidade. Além disso, acaba sendo perfeita para quem viaja de trem e chega à Roma diretamente na estação. O transporte até os aeroportos é facilitado nessa região, que ainda traz o benefício oferecer opções de hospedagem mais econômicas em relação a outras áreas da cidade. Mesmo assim, não é exatamente o que você poderia esperar de uma viagem à Roma. Um trânsito caótico e uma paisagem não tão bonita são as partes chatas de se hospedar próximo ao Termini.

Trastevere

Quem vai para Roma uma vez acaba se apaixonando por esse bairro boêmio, que também tem muito a oferecer durante o dia. Suas construções antigas e ruas de paralelepípedos são puro charme e dificilmente alguém não vai amar a estadia por aqui. Apesar de não ser tão central, há muita coisa que pode ser vista a pé partindo de Trastevere. E, à noite, quando chegar na sua hospedagem depois do passeio, você estará perto de muitos bares e restaurantes onde poderá curtir uma boa janta ou um happy hour em um bairro bastante frequentado pelos romanos. 

Monti

Bairro charmoso de Roma que vem ganhando a preferência de muitos turistas que visitam a cidade. E a escolha tem uma boa explicação: Monti é uma das locações do filme “Para Roma com Amor”, de Woody Allen - o que já dá uma prévia do que você irá encontrar por lá. Parecido com Trastevere, o bairro tem o bônus de ficar próximo ao Coliseu, que é uma das principais atrações turísticas da cidade. Mesmo assim, não se espante se encontrar mais italianos do que turistas na região, que é perfeita para sentir-se em casa!

San Giovani

Outro bairro que fica próximo ao Coliseu - dá para ir a pé até a atração - e que, por isso mesmo, acabou caindo nas graças de quem visita Roma. O legal é que, apesar de ser próximo do Centro, o bairro é também bastante residencial. É nessa região que fica a Basílica São João do Latrão, considerada a Catedral Oficial do Bispo de Roma (ou seja, o papa). Caminhando pelas ruas de San Giovanni você irá encontrar uma boa quantidade de restaurantes, embora em menor número que nos bairros citados acima.

Centro histórico

Se hospedar no Centro Histórico de uma cidade é sempre uma boa ideia, mas quando essa cidade é Roma, que é praticamente uma aula de história, não tem muita discussão sobre o assunto. Ao escolher essa região, tenha em conta que você estará próximo de atrações como a Fontana di Trevi, o Panteão e a Piazza Navona. Ou seja, difícil achar localização melhor em termos de conveniência. Mesmo assim, os preços acabam sendo mais elevados no entorno, que também reúne uma quantidade incrível de turistas. Mesmo assim, vale a pena experimentar a estadia por aqui. 

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Roma

Hospedagem em Roma

menor valor maior valor
Apartamento R$ 93,56 R$ 3.511,96
Albergue R$ 106,59 R$ 458,09
Hotel R$ 114,52 R$ 3.540,44

Lugares baratos para ficar em Roma

Média de preços por dia