É difícil ficar imune ao charme do Rio de Janeiro. Não por acaso, a capital carioca é considerada como o destino preferido dos viajantes internacionais no Brasil - para se ter uma ideia, mais de 1,5 milhão de estrangeiros visitaram o estado apenas em 2014. Mas o que será que os gringos veem na nossa Cidade Maravilhosa? Praias, muita alegria, um Carnaval contagiante e uma intensa vida cultural estão entre os principais motivos para que eles visitem a região.

Leia Mais

Para os brasileiros, esses atrativos até podem soar como velhos conhecidos, mas só colocando os pés no Rio de Janeiro para perceber o que existe ali de tão especial. Entre as favelas e as praias, uma vista exuberante do Cristo Redentor, eleito uma das sete maravilhas do mundo moderno. Localizada no alto do Corcovado, a estátua recebe cariocas e turistas de braços abertos no Parque Nacional da Tijuca.

Com o maior carnaval do país, o Rio também é destino certo para os amantes do samba e de uma boa festa. Em 2017, mais de 1 milhão de turistas visitaram a cidade apenas durante a comemoração do carnaval, injetando cerca de R$ 3 bilhões na economia local.

As paisagens cariocas são tão importantes e admiradas pelo mundo afora que foram reconhecidas em 2012 como Patrimônio Mundial pela Unesco por sua “paisagem entre o mar e as montanhas”, se tornando a primeira grande cidade a receber o título. Desde então, as regiões que englobam o Pão de Açúcar, o Corcovado, a Floresta da Tijuca, o Aterro do Flamengo, o Jardim Botânico, a Praia de Copacabana, e a entrada da Baía de Guanabara são reconhecidas como patrimônio pela entidade.

O encanto das praias, a vida noturna agitada que vai do samba ao eletrônico e o clima de alegria transformam qualquer viagem ao Rio de Janeiro em uma verdadeira experiência de vida. Para os aventureiros, há trilhas à disposição em meio à mata atlântica. Os amantes da gastronomia poderão provar algumas das delícias cariocas enquanto estiverem na cidade. E aqueles que só pensam em relaxar encontrarão ótimas praias em toda a costa.

Essa diversidade de atrações é um convite à felicidade e não há quem resista ao charme do destino. Mesmo quem visita a região a trabalho sempre encontra algum tempo para aproveitar mais do que suas belezas têm a oferecer. Seja em um café na Confeitaria Colombo, vendo o pôr-do-sol no Arpoador ou curtindo a noite na Lapa, o Rio vai fazer você se apaixonar

Como chegar

Um dos benefícios para quem planeja uma viagem para o Rio de Janeiro é a facilidade de chegar à cidade. Por sua localização estratégica no litoral brasileiro, os aeroportos cariocas recebem aviões de diversas partes do país. Há voos de pelo menos 30 cidades para a região. Entre as principais delas estão Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre, Salvador e São Paulo.

O Rio de Janeiro conta com dois aeroportos: o Santos Dumont (SDU) e o Antônio Carlos Jobim, mais conhecido como Galeão (GIG). O Santos Dumont é de fácil acesso, por estar localizado próximo à região central da cidade. De dentro da construção é possível ter uma ótima vista da Baía de Guanabara e ele é também bastante utilizado para voos que conectam a ponte aérea Rio-São Paulo. Para chegar a outras regiões da cidade, há a opção de usar ônibus, VLT ou táxis.

O Galeão fica um pouco mais afastado e é o segundo maior aeroporto do Brasil em voos internacionais. Localizado na Ilha do Governador, ele fica a cerca de 20km de distância do centro do Rio. Apesar disso, os voos para o Galeão costumam ser mais baratos do que aqueles com destino ao Santos Dumont. O aeroporto se conecta a diversas regiões da cidade por meio de ônibus especiais e convencionais, BRT, metrô ou táxis.

Quem viaja para o Rio de Janeiro de ônibus também encontrará boas opções. De São Paulo, são apenas seis horas de viagem; de Belo Horizonte, o trajeto demora sete horas; enquanto quem sai de Vitória irá encarar cerca de 8 horas de percurso. Outras capitais um pouco mais distantes também oferecem uma boa conexão rodoviária com o Rio de Janeiro. É o caso de Curitiba (12h), Florianópolis (14h) e Brasília (16h).

De Belo Horizonte, São Paulo ou do Espírito Santo, as viagens de carro também podem ser boas alternativas. No caso da capital mineira, a viagem é feita pela serra carioca, o que garante boas paisagens pelo caminho, feito predominantemente pela BR-040. De São Paulo, a dica é viajar pela Via Dutra (são cerca de 400 km), enquanto do Espírito Santo, o melhor acesso costuma ser pela BR-101.

Vida noturna

A noite carioca é uma atração à parte para os viajantes. Depois de pegar praia e conhecer as principais belezas da Cidade Maravilhosa sob a luz do dia, é ao anoitecer que o Rio de Janeiro se transforma. Uma das características da vida noturna no município é o fato de que a maior parte do agito é concentrada em zonas que funcionam como aglomerados de bares.

O principal ponto nesse sentido é a Lapa, tradicional reduto boêmio carioca que voltou ao topo da preferência de turistas e moradores após ser revitalizado. Nas noites de sextas e sábados, as casas do bairro ficam lotadas, assim como os bares nas ruas. A atração principal fica por conta do choro e do samba, mas o bairro também tem espaço para outros ritmos musicais. Para acompanhar shows de alguns dos principais músicos da cena carioca, a Fundição Progresso e o Circo Voador são ótimas pedidas - é possível conferir a agenda de ambos nos sites de cada local.

Na Zona Sul, o destaque fica para as casas noturnas de Botafogo, Ipanema, Leblon e da Gávea. Nestes lugares, o samba abre espaço para a música eletrônica. Aos domingos, o Baixo Gávea é um dos melhores pontos de encontro e o agito acontece na rua mesmo. Outros polos gastronômicos populares entre os cariocas são o Cobal de Botafogo e o Cobal do Leblon, que funcionam como mercados durante o dia e atraem um público bastante diversificado à noite.

Para curtir um programa mais tranquilo, a dica é aproveitar o fim de tarde no Bar da Urca. Com forte influência portuguesa, o destaque da casa são os deliciosos bolinhos de bacalhau. O movimento começa com o cair da tarde, quando o público se junta para ver o pôr-do-sol enquanto bebe uma cerveja na mureta em frente ao bar, com vista para a Baía de Guanabara

  • População 6.32 milhões

  • Hora local 02:25

  • 1 Real R$ 1,00

  • Temperatura local 22.99º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Rio de Janeiro

Atrações turísticas em Rio de Janeiro

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Rio de Janeiro

Hospedagem em Rio de Janeiro

menor valor maior valor
Albergue R$ 27,00 R$ 1.050,00
Hotel R$ 69,00 R$ 1.921,50
Apartamento R$ 85,00 R$ 3.000,00

Alimentação em Rio de Janeiro

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 7,40 R$ 7.40 a R$ 20,00 R$ 20.00
  • Almoço


    R$ 15,00 R$ 15.00 a R$ 45,00 R$ 45.00
  • Jantar


    R$ 21,00 R$ 21.00 a R$ 80,00 R$ 80.00