• Café da manhã

    R$9.60 R$16.80 R$21.60
    R$ 9,60 R$ 16,80 R$ 21,60
    Baixo custo Econômico Conforto
  • Almoço

    R$14.40 R$26.40 R$48.00
    R$ 14,40 R$ 26,40 R$ 48,00
    Baixo custo Econômico Conforto
  • Jantar

    R$20.40 R$33.60 R$60.00
    R$ 20,40 R$ 33,60 R$ 60,00
    Baixo custo Econômico Conforto

Onde comer em Boa Vista

Lugares que você deve experimentar em Boa Vista

Powered by Fousquare

Guia Alimentação em Boa Vista

Até os dias de hoje, o estado de Roraima é o que mais abriga contingente indígena em todo o Brasil. O resultado disso é uma cultura cheia de miscigenações e raças, com tendências fortes do primeiro povo a habitar o país. Isso, claro, se expressa também na gastronomia – que viu seus pratos ganharem ingredientes, temperos e preparos típicos das mais diversas comunidades indígenas que compõem a região. Além disso, é possível encontrar a influência de outras regiões brasileiras – especialmente do Nordeste – pois não foram poucas as pessoas que migraram para a área e trouxeram consigo as suas tradições gastronômicas.

Um dos pratos mais tradicionais de Boa Vista é a Paçoca com Banana. Mas não se engane, apesar do nome a iguaria não tem nada de doce! Muito tradicional no estado, a comida consiste na carne seca socada no pilão com farinha. Para acompanhar, o prato é servido com banana. Vale lembrar que a Paçoca se tornou muito comum na região, pois não eram necessárias práticas de conservação da carne (que poderia ser transportada sem maiores preocupações durante meses).

A Carne de Sol (Carne Seca) também é a estrela de algumas outras iguarias servidas na maioria dos restaurantes da capital de Roraima. A Torta de Carne de Sol, por exemplo, leva a carne cozida, temperada e recheada com claras de ovos batidas em neve. Já a Carne de Sol Regional é a versão mais pura do prato, com carne seca desfiada e assada na chapa com cebola e manteiga. Já o Picadinho de Carne de Sol na Nata de Leite consiste no preparo da carne escaldada (para retirar o excesso de sal), que é levada para ser cozida e, por fim, se acrescentam os legumes e a nata para finalizar o preparo.

Mas não só de carne vive Boa Vista. Os peixes também têm forte influência nos cardápios locais. A Caldeirada, apesar de não ser uma exclusividade da região, pode ser encontrada na maioria dos restaurantes da capital da Roraima. Após ser limpo e cortado em pedaços, o peixe é colocado em um caldeirão com cebola, tomate, pimentão, cheiro verde e pimenta de cheiro. Tudo é refogado em óleo e cozido em água fervente. A caldeirada ainda é servida com pirão, para completar a explosão de sabores.

A Mugica de Peixe também tem lugar especial nos menus da região. O prato consiste no peixe assado no forno com temperos para, então, ser desfiado e cozido com farinha branca e azeite. Já o Pirarucu Desfiado é uma forma típica do estado de Roraima preparar o peixe. Lavado com água e limão, o pirarucu tem todas as suas espinhas retiradas para, então, ser refogado em óleo, temperos, leite de coco ou de castanha do pará. Para acompanhar, arroz e farinha são servidos juntos para dar mais corpo à iguaria.

Outro clássico local é o Guisado de Galinha Caipira. Durante o preparo da comida, a galinha é cortada em pedaços, guisada em óleo, cebola, alho, pimenta-do-reino, pimenta-de-cheiro, tomate, sal, cheiro verde e colorau. Para finalizar, o guisado é servido com pirão.

Já quando o assunto são bebidas, os Sucos de Frutas Amazônicas têm valor especial para os moradores de Roraima. Não é difícil encontrar na capital do estado lugares que ofereçam refrescos feitos à base de graviola, caçari, cupuaçu, buriti, açaí, pajuarú, caxiri, aluá e bacaba, por exemplo. O guaraná também tem forte presença na região e deve ser consumido por aqueles que querem repor as forças!

As sobremesas seguem a mesma linha de ingredientes locais e algumas das mais famosas são o Bolo de Macaxeira, o Bolo de Cupuaçu, o Bolo de Tapioca e o Pé-de-Moleque.