Você sabia que o litoral norte do Paraná garante ótimas opções para quem está em busca de mais contato com a natureza? Entre tantos roteiros para viagens a partir de Paranaguá/PR, a Ilha do Mel certamente é indispensável para todos aqueles que desejam contemplar paisagens emolduradas pela Mata Atlântica!

A sua área total de 27,5 km² abriga inúmeras praias e foi tombada como Patrimônio Histórico, Artístico e Natural pela UNESCO. Além disso, em Guaraqueçaba/PR, a Ilha de Superagui também é outro destino turístico que mais parece um paraíso natural. Ela contempla uma grande diversidade de vegetação preservada e de animais, incluindo alguns que estão em risco de extinção.

Viu só? O litoral norte do Paraná possui um extenso catálogo de pontos turísticos para os amantes de trilhas e paisagens deslumbrantes. Por esse motivo, montamos um roteiro dos pontos turísticos que você precisa conhecer quando for visitar a região. Inúmeras praias, grutas e edificações históricas estão mais do que incluídas em nossas recomendações!

O que fazer no litoral norte do Paraná

Ilha do Mel

Imagem de Tania Alberti Tanika por Pixabay

Com um ecossistema de tirar o fôlego, a Ilha do Mel é um dos destinos mais procurados pelos admiradores da natureza. O cenário idílico conta com uma área total de 27,5 km², sendo grande parte constituída apenas pelas exuberantes praias da região.

Emoldurada pela Mata Atlântica e com características únicas, ela é considerada como um Patrimônio Natural Mundial pela própria Unesco. A Ilha do Mel, como se não bastasse, também é tombada como Patrimônio Histórico, Artístico e Natural do Paraná.

Sua porta de entrada corresponde à cidade de Paranaguá, da qual a ilha faz parte. São quase 100 km saindo direto de Curitiba, onde está localizado o principal aeroporto da região.

Praticamente todo o trajeto de carro é feito pela BR 277 e, a partir da zona portuária, a travessia de barco dura aproximadamente 1h30, com custo por volta de R$ 13,50. Lembrando que existem apenas dois horários de saída: às 9h30 e às 15h30.

Outra opção é atravessar pela praia de Pontal do Sul, que fica a 120 km da capital paranaense e a 10 km de Paranaguá. Caso prefira seguir por essa alternativa, recomendamos que os interessados saiam de Curitiba bem cedinho para garantir uma das primeiras balsas. As travessias de barco levam apenas trinta minutos e custam aproximadamente R$ 35, considerando ida e volta.

Chegou à Ilha de Mel? Saiba que lá dentro não há nenhuma circulação de carros e as ruas são compostas por areia. Quem dirigir a partir de Curitiba ou outra localidade deverá deixar o veículo estacionado em Paranaguá ou Pontal do Sul.

Com diversas opções para visitação gratuita, a ilha do litoral norte do Paraná possui acesso limitado e recebe, no máximo, cinco mil pessoas por dia. Essa é, inclusive, uma das maneiras de evitar tumulto e promover a preservação dos ambientes.

Imagem de johnloking por Pixabay

O tempo parece passar devagar pelas redondezas da Ilha do Mel, o que incentiva a realização de longas caminhadas pelos encantos de sua redondeza. A partir de Nova Brasília, uma das trilhas mais bonitas leva ao Forte Nossa Senhora dos Prazeres, que foi erguido no século 18 por meio das areias da praia da Fortaleza.

A Gruta das Encantadas e o Farol das Conchas também são rotas indispensáveis. Caso não dê para conhecê-las em sua primeira viagem, não deixe de conferi-las nas próximas vezes (sim, é super possível que você queira definir a Ilha do Mel como um roteiro fixo para aventuras futuras).

Foto: Wikipedia

Todas as opções mencionadas estão abertas à visitação pública e são gratuitas. De uma maneira geral, a região garante boas alternativas de pousadas, com a possibilidade de hospedagem nas vilas de Nova Brasília e Encantadas.

Ilha de Superagui

Foto: Wikipedia

Localizada a 200 quilômetros da capital paranaense, a Ilha de Superagui pertence ao município de Guaraqueçaba/PR e é um verdadeiro paraíso esculpido pelas mãos da natureza. Seu território faz parte do majestoso Parque Nacional do Superagui, que possui uma área total de quase 34.000 hectares e se tornou Patrimônio Natural no ano de 1999.

A ilha, situada no litoral norte do Paraná, atrai uma grande diversidade de animais, incluindo alguns que infelizmente estão em risco de extinção, como o mico-leão-da-cara-preta e o papagaio-de-cara-roxa. Além disso, inúmeros botos podem ser vistos com facilidade por entre os barcos atracados de frente à ilha.

Ficou interessado em conferir a região por conta própria? Recomendamos demais esse roteiro de viagem, mas já saiba que a aventura tem início desde o momento em que você decide visitá-la. Isso porque não existem maneira simples para colocar os pés na ilha.

Os visitantes deverão ir de barco a partir de Guaraqueçaba, Ilha do Mel ou Paranaguá, sendo que a viagem de até três horas custa cerca de R$ 25. Quem preferir pode ir de voadeira, mas o valor costuma ser mais caro.

Por outro lado, todo esse esforço será recompensado quando você chegar na Barra do Superagui, principal povoado das redondezas. A partir do vilarejo rústico, existe uma trilha de 3 km que desemboca na impressionante Praia Deserta!

Foto: Wikipedia

É completamente possível percorrer o trajeto em cerca de 40 minutos e sem o uso de bicicletas, dependendo de sua disposição. Se preferir, você pode pagar pelo aluguel de uma bike para realizar todo o percurso. O preço custa cerca de R$ 25 para cada cinco horas ou R$ 40 se for pedalar durante o dia inteiro.

E a Praia Deserta? Uma experiência à parte! Após a trilha para alcançá-la, os visitantes também poderão fazer longas caminhadas pelos seus 38 km de extensão. Ela é perfeita para aqueles que estão buscando momentos contemplativos. Às vezes, nós apenas precisamos da companhia do mar e das belezas oriundas da Mata Atlântica.

As pousadas e opções simples de hospedagem ficam localizadas no próprio povoado da ilha (Barra de Superagui), que conta com casinhas coloridas e feitas de madeira. Por lá, você também deve encontrar alguns restaurantes e locais específicos para acampamento.

Alguns barqueiros da região levam os turistas até as ilhas próximas que fazem parte do Parque Nacional. Saindo mais cedo, é garantido o percurso pelas mais próximas em um único dia. O passeio completo custa entre R$ 200 e R$ 300 para quatro pessoas.

Encontre aqui hospedagem para a sua viagem!

Paranaguá

Além de ser o ponto de acesso para a Ilha do Mel, a cidade de Paranaguá comporta diversas atrações turísticas para quem quer conhecer parte da história do Paraná. Fundada em 1648, é o município mais antigo do estado e o principal do litoral paranaense. Seu centro histórico, localizado às margens do Rio Itiberê e ao longo da Rua da Praia, contempla casarões coloridos, museus, igrejas antigas e espaços culturais.

A partir da Praça 29 de Julho, também é possível encontrar o primeiro mercado público do estado, o antigo colégio da missão jesuíta e o maior aquário da Região Sul do Brasil. Os visitantes também vão se deparar com algumas igrejas centenárias, inclusive a mais antiga edificação construída em Paraná: a Igreja de Nossa Senhora do Rosário.

Acha que acabou por aí? Nada disso. Considerada pelos ambientalistas como um dos maiores complexos de vida marinha do país, a baía de Paranaguá fica próxima à cidade paranaense e possui um perímetro de 180 km. É nessa área onde estão as ilhas que podem ser visitadas pelos turistas. Os passeios custam a partir de R$ 45 (ida e volta) e podem ser contratados direto no trapiche ou nas agências próximas.

Foto: Wikipedia

Outra ótima alternativa de passeio diz respeito à Ilha da Cotinga, que fica na Baía de Paranaguá e é considerada o “berço da civilização paranaense”. Foi lá em que os primeiros colonizadores chegaram e se estabeleceram. Na mesma ilha, é possível contemplar as ruínas da capela Nossa Senhora das Mercês e a aldeia indígena Pindoty.

Grande parte das opções de hospedagem em Paranaguá ficam no próprio centro da cidade e perto da orla do Rio Itiberê. A maioria dos restaurantes serve a comida tradicional da região, como banana da terra e o pirão com farinha de mandioca.

[email protected] para essa roadtrip? Se você não tem carro, alugue aqui o seu online!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *