A nação mais feliz do mundo e com menor taxa de desemprego da Europa, também tem um diferenciado formato de ensino que já se espalhou por outros países, como Alemanha e Estados Unidos. Estamos falando das escolas folclóricas da Dinamarca, que com atividades criativas têm atraído intercambistas do mundo todo.

Chamadas de Folk Schools, a proposta é desenvolver habilidades artísticas e culturais de pessoas entre 17 e 30 anos durante cinco meses. Com grande parte da programação feita ao ar livre, a instituição de ensino não aplica provas ou foca em avaliar os alunos por notas e sim muni-los de ferramentas que os façam aprimorar suas aptidões e tenham novas experiências.

escola-folclorica-da-dinamarca9

Segundo Steven Borish, professor da California State University e especialista em sistemas de educação dos países escandinavos, esse modelo de escola originou-se no século XIX, com o nome de Folkehøjskole, que significa “escola popular”. Essa era uma forma de suprir as mazelas da sociedade que, até então, era muito desigual. As escolas populares eram uma oportunidade para as camadas mais baixas acessarem o ensino. Hoje, contudo, esse formato é voltado para adultos e segue o conceito de Folkeoplysning, ou seja, “iluminação do povo”.

Além de ser um local para aprendizado e busca de um propósito de vida, é também uma forma de intercâmbio cultural na companhia de estudantes de outras nacionalidades, que convivem juntos e desenvolvem coisas dentro das disciplinas de arte, música, cultura e esporte, além de atividades extracurriculares dentro de grupos de interesse.

A ONG Internacional de intercâmbio AFS Intercultura Brasil oferece oportunidades de aprendizagem intercultural por meio de seu Programa de Trabalho Voluntário, que custa US$ 6.750. As inscrições para o programa em 2017 já estão abertas e podem ser feitas aqui.

escola-folclorica-da-dinamarca3

escola-folclorica-da-dinamarca5

escola-folclorica-da-dinamarca

escola-folclorica-da-dinamarca10

escola-folclorica-da-dinamarca8

escola-folclorica-da-dinamarca4

escola-folclorica-da-dinamarca7

escola-folclorica-da-dinamarca6

Post por Brunella Nunes
Fotos: divulgação/brenderup hojskole

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *