Berço da civilização ocidental e da democracia, centro cosmopolita, terra de Platão e de Sócrates, dona de dois Patrimônios Mundiais da Unesco, anfitriã dos primeiros Jogos Olímpicos da era moderna e uma das cidades mais antigas do mundo. Isso (e muito mais) é Atenas, capital da Grécia, que há mais de 3.400 anos vem sendo continuamente habitada. Um lugar que já viu muitas pedras rolarem.

A metrópole é uma mistura de caos e de paz, de passos corridos e também de olhares demorados, de avenidas engarrafadas e becos vazios. Um grande contraste. Quem está esperando o glamour silencioso de outras capitais europeias como Barcelona ou Amsterdã, pode se decepcionar. Não que Atenas deixe a desejar pelo seu charme, não entenda mal. Mas ela é uma cidade viva e de sangue quente.

Os seus habitantes são alegres, curiosos e muito expressivos. Amigáveis, os atenienses estão sempre dispostos a ajudar, por isso deixe a vergonha de lado e sinta-se à vontade para pedir qualquer informação. Se tiver a oportunidade, faça um amigo grego e tire um tempo para ouvi-lo falar, bem ou mal, de seus país.

Independente do seu roteiro, reserve alguns momentos para se perder pelas ruas de Atenas. Tome uma cerveja nas escadarias floridas de Plaka, observe as laranjeiras e as oliveiras das ruas aos pés do Partenon, coma gyros (o kebab grego) em mais de um restaurante, e não tenha pressa. Em uma cidade grande e complexa como essa, andar devagar e na contramão é uma rebeldia que vai te fazer experienciar essa cidade intensamente.

O que fazer?

O bairro de Plaka é a área turística mais visitada da cidade. Por ficar do lado da Acrópole e da Ágora (ambos monumentos imperdíveis!), agrega centenas de restaurantes, lojas de souvenires e diversos cafés.

Falando em café, você precisa provar o frappé grego. Ele é um sucesso em todo o país: Em todo canto que você olhe, há um grego com um copo de frappé na mão. Mas vá com calma: a bebida é docinha, gelada e cremosa, mas possui muita cafeína.

Perto de Plaka fica Monastiraki, o bairro dos mercados de pulgas e lojas de roupas, sapatos e bijuterias. Aos domingos é povoado por vendedores que barganham suas antiguidades na calçada. Tome cuidado com os seus pertences, pois é uma área onde ocorrem pequenos furtos.

O Museu Arqueológico Nacional possui a maior coleção do mundo de antiguidades gregas, e merece uma visita. Outro museu que vale o ingresso é o da Acrópole.

Agora revitalizado, o bairro de Psirri é o novo point cool da cidade. Pequenos restaurantes, paredes e portas grafitadas, becos escuros e lustres coloridos dão um ar moderno e artístico ao lugar. Não deixe de visitar, nem que seja para tomar um rápido café.

Pertinho de Psirri fica o Mercado Central de Atenas. Há barracas de peixes e frutos do mar, frutas secas, nozes, azeite, condimentos e muitos temperos.

Em Kolonaki, o bairro nobre da cidade, há um monte chamado Licabeto, onde os atenienses se misturam aos turistas para curtir um belo pôr-do-sol.

Se você gosta de fugir de lugares turísticos para poder observar com outros olhos o país que está conhecendo, vá conhecer o bairro de Exáchia, perto do Museu Arqueológico Nacional. A região possui a reputação de ser o lar da anarquia ateniense, onde os intensos protestos durante a crise começaram. Com uma vida cultural e noturna muito ativa, é imperdível para quem busca uma cerveja gelada – ou, de repente, um livro novo.

O National Garden é um parque enorme, cheio de árvores, passarinhos e plantas floridas. Se precisar respirar um pouco e quiser dar um tempo em um lugar calmo e tranquilo, o jardim pode ser o refúgio ideal.

Sozinho, em dupla, com amigos ou com a família, buscando festas ou cultura, Atenas é uma cidade que vai suprir todos os seus desejos, pois existem opções de lazer para todos os gostos. O importante é ir com calma para aproveitar o clima mediterrâneo da cidade.

Como se locomover

O metrô é o meio mais fácil de se locomover pela cidade. As três linhas (vermelha, verde e azul) percorrem a cidade toda. Você pode adquirir o bilhete individual que custa €1,40 e tem a duração de 90 minutos, ou o tíquete semanal, por €14, de uso ilimitado.

Andar de taxi também é uma opção bacana, já que o preço é honesto. Porém, para garantir uma tarifa cravada, você pode usar o Uber. Lembre-se de que nem todos os motoristas falam inglês, por isso seja paciente e tenha em mãos o nome, em grego, de onde você deseja chegar.

Andar é a maneira mais efetiva de se conhecer qualquer cidade. Em Atenas, as atrações principais não são distantes, e entre um museu e um café você pode descobrir uma rua bonita, um restaurante gostoso, uma praça florida ou uma igreja antiga – ou tudo isso. Usando um aplicativo com GPS, como o google maps, é quase impossível se perder. E o melhor: você não precisa gastar um real.

Onde ficar

O forte de Atenas não são os hostels, mas existe uma vasta quantidade de quartos e apartamentos oferecidos pelo Airbnb com um preço bacana. Há diversos hotéis e pousadas perto e um pouco mais afastados da região turística.

Se você vai passar poucos dias, é interessante se hospedar perto de Plaka, onde grande parte das atrações turísticas estão. Mas se estiver com um pouco mais de tempo, aproveite para se hospedar e conhecer os bairros residenciais, como Pagrati ou Nea Smyrni. Evite lugares muito afastados, como a região próxima ao porto de Piraeus, pois a segurança das ruas, ao anoitecer, não é das melhores.

Onde comer

O que não falta na cidade é restaurante. E acredite: você não vai conseguir se decidir tão facilmente. Faça uma lista com alguns locais onde você deseja comer, mas reserve alguns momentos para escolher aleatoriamente, seguindo o seu sexto sentido.

Os restaurantes abaixo são alguns dos melhores da cidade. Neles, é possível comer um gyros por 4 euros, como no O Kostas, ou uma lula recheada com queijo feta por 12 euros, que você encontra no Arcadia.

O Kostas – Restaurante especializado nos churrascos gregos

Arcadia – Serve de tudo, de sanduíches a frutos do mar, com um preço camarada.

Falafellas – Conhecido pelos seus deliciosos sanduíches de faláfel, ideal para veganos e vegetarianos (e também para os carnívoros).

Tavern Grill Mandraki – Outro especialista em churrasco grego

Kalamaki Kolonaki – Um charmoso restaurante que serve diferentes delícias típicas gregas

Independente de onde comer, não tenha medo de experimentar. A comida grega é fresquinha e muito saborosa.

  Partiu Atenas? Confira em nosso site opções de pacotes de viagem para lá!

Post e fotos por Daniela Fescina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *