Essa transformação é resultado dos esforços do governo em alterar a imagem da cidade que hoje e tornou um importante destino turístico do país. Os investimentos em mobilidade urbana, segurança e na promoção da qualidade de vida deram bons frutos e hoje a cidade é destino de turistas do mundo inteiro.

É a cidade...

Leia Mais
  • População 2.464 milhões

  • Hora local 05:23

  • 100 Peso colombiano R$ 0,12

  • Temperatura local 18º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Medellín

Atrações turísticas em Medellín

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Medellín

Hospedagem em Medellín

menor valor maior valor
Albergue R$ 30,90 R$ 284,26
Pousada R$ 38,31 R$ 296,62
Hotel R$ 49,44 R$ 549,98
Apartamento R$ 74,03 R$ 6.073,30

Alimentação em Medellín

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 6,21 COP 5400.00 a R$ 8,14 COP 7080.00
  • Almoço


    R$ 11,26 COP 9792.00 a R$ 18,30 COP 15912.00
  • Jantar


    R$ 15,57 COP 13536.00 a R$ 26,68 COP 23196.00

Guia Medellín

Essa transformação é resultado dos esforços do governo em alterar a imagem da cidade que hoje e tornou um importante destino turístico do país. Os investimentos em mobilidade urbana, segurança e na promoção da qualidade de vida deram bons frutos e hoje a cidade é destino de turistas do mundo inteiro.

É a cidade preferida de muitos mochileiros, especialmente os que gostam de noites mais agitadas. A maioria desses viajantes se hospeda no bairro Poblado, onde estão localizados muitos bares, restaurantes e baladas. Mas, além das noites animadas, a segunda maior cidade do país tem atrações turísticas suficientes para vários dias.

A cidade respira cultura e é conhecida como a cidade colombiana com mais poetas por metro quadrado e com mais livros de versos publicados ao ano. A sensação que fica no visitante, especialmente naqueles que também são da América do Sul, é que Medellín é um celeiro de boas ideias. É só observar o metrocable, um teleférico de alta capacidade, que conecta a malha metroviária existente às regiões mais altas, ou a chamativa arquitetura das bibliotecas distribuídas pela cidade, inclusive nas regiões mais carentes.

Por ser cidade natal de Fernando Botero, um dos artistas mais expressivos da Colômbia, há obras espalhadas por toda a Medellín. A Plaza Botero, por exemplo, tem obras gigantescas em bronze do artista. Além disso, o Museu de Antioquia tem várias obras dele em seu acervo.

A segunda maior cidade da Colômbia oferece um sistema de transporte público excelente. Por isso, o visitante pode escolher conhecê-la de metrô e ônibus, ou até mesmo percorrê-la a pé, principalmente o centro.

A área rural e cidades vizinhas também tem várias atrações para quem dispõem de mais tempo de viagem. 

Como chegar

Para quem parte do Brasil, não é possível desembarcar em Medellín sem fazer ao menos uma escala. O viajante deverá parar em Bogotá e, assim, aproveitar alguns dias na capital colombiana – caso tenha tempo disponível – pode não só vir a calhar como ser uma ótima pedida! Algumas das companhias que fazem o percurso até a cidade são a Latam, a Avianca, a Copa e a Aeromexico, por exemplo.

Quem opta por essa forma de transporte fará o desembarque no Aeroporto Internacional José Maria Córdova, que fica em Rio Negro, cidade vizinha situada a uma distância de 45km de Medellín. Infelizmente o sistema de transportes da cidade de Pablo Escobar, que hoje é referência mundial, não chega ao aeroporto, portanto é preciso utilizar os bons e velhos táxis privados e compartilhados, além dos micro-ônibus, para chegar até o seu destino final.

Para quem já estiver na Colômbia, é possível entrar na cidade por meio de ônibus. Apesar de nem sempre ser muito confortável, essa é uma opção para quem tem tempo flexível e planeja economizar dinheiro. Em Medellín há dois terminais rodoviários, o Norte e o Sul, ambos recebendo ônibus com rotas municipais e intermunicipais. Os terminais também são modernos e apresentam uma boa infraestrutura para o turista, com lojas diversas, serviços bancários e de telecomunicações.

Já para quem é adepto do modelo de road trip, também é possível chegar a Medellín dirigindo um carro. O brasileiro deverá portar a sua CNH (Carteira Nacional de Habilitação), assim como o passaporte ou RG. Ele também deverá ter em vista que precisará andar com o documento original do veículo para não ter qualquer tipo de problema com as autoridades locais.

Seja qual for o meio de transporte escolhido, não deixe de inserir a cidade na sua rota de viagem pela Colômbia. Ao contrário do que se imagina, muita arte, tranquilidade e modernidade espera por aqueles que visitam Medellín!

Vida noturna

Se por um lado a cidade colombiana não é a mais rica em atrações turísticas, o mesmo não pode ser dito sobre a sua vida noturna. A grande sensação de Medellín é o seu estilo de vida, então a efervescência que toma conta da região após o horário comercial com certeza é um dos pontos altos da cidade. Esse é um dos principais motivos, inclusive, que muitos mochileiros e jovens viajantes de todas as partes do mundo escolhem incluir a cidade colombina em seus roteiros.

Com opções que vão das mais sofisticadas às mais econômicas, o que não vai faltar por lá são lugares regados a muita salsa, reggaeton, bachata, entre outros ritmos latinos. Mas se você não é do tipo que gosta de sair para dançar, não se preocupe. Em Medellín há muitos barzinhos (animados ou mais tranquilos), além de restaurantes bem gostosos para encerrar a noite em grande estilo.

Há duas principais regiões na cidade conhecidas por acomodarem uma grande concentração de bares, baladas e estabelecimentos noturnos, ambas situadas no bairro de El Poblado. A primeira e mais conhecida de todas é o Parque Lleras, que é o coração do bairro e fica dentro da chamada Zona Rosa. Lá os estabelecimentos ficam dispostos pelas ruas que tem conexão com a praça principal. Ande pelas redondezas e escolha o local que mais agradar, acredite, as opções são muitas mesmo!

Apesar de mais tímido, mas com muitas opções também está o Shopping Rio Sul e arredores. Por lá o viajante poderá encontrar baladas, como a Sixttina, além de bares com uma temática diferente, caso do La Bolsa Bar & Restaurante, ou ainda aquele lugar bacana para apreciar um bom drink e admirar uma vista impressionante, como o Open Sky Bar e o Sinko.

Seja qual for a sua escolha, saiba que Medellín tem uma das melhores vidas noturnas da América Latina, então se prepare para vivenciar isso quando chegar à cidade. Ela promete não decepcionar!