• Café da manhã

    RON10.02 RON12.52 RON19.88
    R$ 9,49 R$ 11,86 R$ 18,83
    Baixo custo Econômico Conforto
  • Almoço

    RON20.40 RON28.38 RON32.40
    R$ 19,32 R$ 26,88 R$ 30,69
    Baixo custo Econômico Conforto
  • Jantar

    RON29.80 RON34.86 RON44.84
    R$ 28,23 R$ 33,02 R$ 42,47
    Baixo custo Econômico Conforto

Guia Alimentação em Bucareste

Um dos principais atrativos de quem vai à capital romena é a culinária local. Mesmo que o brasileiro não esteja habituado a comer os pratos típicos do país, ir para lá e deixar de experimentá-los chega a ser um pecado. A gastronomia romena brinda o turista com alguns quitutes de tirar o fôlego, então não hesite em experimentar o que puder durante a sua estadia na terra do Conde Drácula. É claro que como em toda capital europeia, o viajante poderá encontrar por lá bons restaurantes de gastronomia italiana, espanhola e francesa, por exemplo, mas isso não deve desfocar o turista da sua missão de experimentar as comidas mais clássicas do país!

Em Bucareste o que não vai faltar são pratos que levam o Porco em seu preparo. Isso porque esse é o tipo de carne mais consumida e apreciada na região, uma vez que a carne de vaca é bastante cara e pouco tradicional. Os frangos também são uma opção, mas geralmente estão em pouquíssimos itens do cardápio. De qualquer forma, as aves surgem como uma alternativa mais econômica de proteína que pode ser consumida durante a sua estadia na Romênia.

Para abrir o apetite, tome a Tuica. Essa bebida nacional deve ser ingerida antes das refeições e consiste em ser um conhaque preparado com ameixas. Em seu processo de destilação ainda podem ser acrescentados pedaços de maçã, pera e uva, fazendo da Tuica uma espécie de licor muito apreciado pela população local.

Agora quando o assunto é aperitivo, comece provando o Mici, uma espécie de bolinho preparado com carne de porco moída bem temperada. Lembrando uma almôndega, porém em formato de pequeno salaminho, o prato funciona como um tira-gosto sendo acompanhado por pão e mostarda. Para completar a experiência, uma cerveja romena combina bem com o quitute. Uma das mais apreciadas por lá é a Silva.

Outra comida clássica local é o Sarmale. Legado do Império turco-otomano em diversos países do Leste europeu, esses charutinhos de repolho têm recheio de carne, arroz, legumes e ervas. Podem ser encontrados em praticamente todos os cantos de Bucareste, desde barraquinhas de ruas até restaurantes sofisticados da cidade. O prato é tão popular por lá que cada local possui sua versão própria, portanto experimente o Sarmale em diferentes lugares da capital romena.

A Mamaliga também tem seu espaço garantido em todo o país. Consistindo em ser uma espécie de polenta, essa iguaria é servida ao cliente acompanhada por queijo branco e tochitura. Aliás, a Tochitura (quando consumido separadamente) é um cozido de porco que vem acompanhado por polenta, ovo frito e queijo fresco salgado por cima.

Para aqueles que são fãs das tábuas de frios no Brasil, a dica é experimentar o Platou, que faz algo similar na Romênia. Consistindo em ser uma prancha de carnes, batatas e queijos, esse prato pode ser consumido de forma individual ou, ainda, pode ser compartilhado. A iguaria tem fama de ser bem servida, portanto só peça o Platou se você estiver com bastante fome!

Como no restante do Leste europeu, os Kurtos são doces que podem ser encontrados em qualquer lugar. Esses pães cilíndricos, que em outros países são recheados com creme e nutella, por exemplo, costumam vir apenas com açúcar ao redor na cidade de Bucareste. Os Papanassis também são uma ótima pedida para sobremesas, assemelhando-se a donuts de massa de queijo com cobertura de creme e geleia.

Como não é difícil de reparar, a culinária romena é cheia de sabores, mas também garante ao turista muitas calorias. Portanto, vá com calma se não quiser voltar ao Brasil com alguns quilinhos a mais!