Considerados o povo mais latino do Leste europeu, os romenos também trazem em seu DNA o calor humano, a receptividade, além de uma língua não tão distante assim do latim. Portanto, para quem elege a capital do país como seu destino de férias pode ter certeza que encontrará por lá uma população muito solícita para...

Leia Mais

Atrações turísticas em Bucareste

  • Ateneu Romano

    Ateneu Romano

    Local destinado a concertos.

    Concerto Sinfônico RON60.00 R$ 56,83
    Ir para o site
  • Igreja de Stavropoleos

    Igreja de Stavropoleos

    De graça RON0.00 R$ 0,00
    Ir para o site
  • Village Museum

    Village Museum

    Museu ao ar livre.

    RON15.00 R$ 14,21
    Ir para o site
  • Parque Herastrau

    Parque Herastrau

    Um dos mais belos parques de Bucareste!

    De graça RON0.00 R$ 0,00
    Ir para o site

Guia Bucareste

Considerados o povo mais latino do Leste europeu, os romenos também trazem em seu DNA o calor humano, a receptividade, além de uma língua não tão distante assim do latim. Portanto, para quem elege a capital do país como seu destino de férias pode ter certeza que encontrará por lá uma população muito solícita para ajudar no que for necessário. Situada no meio do continente, a Romênia sempre foi um lugar de passagem para muitos povos, como turcos, gregos, romanos e húngaros, por exemplo, que deixaram a sua marca na cidade do Conde Drácula. Essa característica também pode ser observada pela arquitetura de Bucareste, que com certeza aparece como um dos pontos altos da cidade.

Geralmente cerca de 3 a 4 dias são suficientes para conhecer o município, porém se quiser fazer os passeios bate e volta para os arredores, como para a Transilvânia, a sugestão é ficar um pouco mais, estendendo a sua viagem para ao menos 7 dias. Para começar o reconhecimento local, faça um Free Walking Tour que sai da Praça Unirii. Com cerca de duas horas de duração, o city tour garante informações úteis e cobre boa parte das principais atrações da cidade. O melhor de tudo é que você pode decidir ao final quanto pagar pelo passeio!

Depois de fazer esse apanhado geral, você poderá voltar a lugares que merecem uma visita mais aprofundada, como o Parlamento. Construído durante a ditadura de Ceacescu, esse edifício – que tem 12 andares e 1.100 salas – reflete bem as ideias megalomaníacas do então governante romeno. Esse é o segundo maior prédio administrativo do mundo, perdendo apenas para o Pentágono, nos Estados Unidos. Faça uma visita ao interior do local para ter uma noção da sua magnitude. Hoje, o Parlamento acomoda o Senado, a Câmara dos Deputados, além de alugar salas para eventos e conferências. Em frente a essa majestosa construção fica a Praça da Constituição, que também deve ser checada pelo turista.

Se você é fã da arquitetura e da riqueza de detalhes dos templos religiosos, visite o Monastério Stravopoleos, um prédio histórico que fica escondido na rua do tradicional café Caru'cu Bere, assim como as igrejas ortodoxas de Kretzulescu e de Santo Antônio. Vale lembrar que a região de Old Town conta com muitas construções religiosas, fazendo com que o viajante possa investir tempo considerável visitando apenas esses lugares.

Ainda no centro histórico da capital romena está o Museu de História Natural, um dos mais visitados da cidade. Nele é possível ver diversos animais e entender mais sobre as causas e efeitos dos fenômenos naturais, sendo uma ótima pedida para quem vai à cidade acompanhado por crianças. Outro ponto cultural que não pode ser passado em branco é o Museu Nacional da História da Romênia, que em suas escadarias possui a escultura mais fotografada da cidade, a de Trajano nu segurando uma loba.

Para completar o seu tour pelo centro histórico, não deixe de visitar o bairro de Lipscani, que hoje funciona como um importante centro comercial, mas também tem a vida noturna mais animada da capital romena. Outro ponto de parada obrigatório é a Calea Victoriei, que desponta como a rua mais importante e elegante da cidade. Nela, ao longo de quase 3 quilômetros de extensão, o viajante poderá encontrar muitos edifícios históricos que foram construídos durante os tempos áureos de Bucareste. Além do Museu Nacional da História da Romênia, o turista poderá se deparar com o Palácio Militar Nacional, o Palácio C.E.C, o Teatro Odeon, a Praça da Revolução (também chamada de Piata Palatului), a Igreja Ortodoxa de Kretzulescu, a Biblioteca da Universidade Central, o Museu Nacional de Arte Romena, a Casa Capsa e o Ateneu Romano (anfiteatro para concertos de música clássica).