• Café da manhã

    RD$288.00 RD$360.00 RD$468.00
    R$ 23,43 R$ 29,29 R$ 38,08
    Baixo custo Econômico Conforto
  • Almoço

    RD$624.00 RD$780.00 RD$1014.00
    R$ 50,77 R$ 63,46 R$ 82,50
    Baixo custo Econômico Conforto
  • Jantar

    RD$864.00 RD$1080.00 RD$1404.00
    R$ 70,30 R$ 87,87 R$ 114,23
    Baixo custo Econômico Conforto

Guia Alimentação em Punta Cana

Não é à toa que Punta Cana é conhecida como o paraíso dos resorts all inclusive.

Para quem ainda não conhece, um resort que funciona com serviço all inclusive significa que você vai pagar um valor por sua hospedagem e nesse valor já está incluído todas as refeições (café da manhã, almoço e jantar), além das bebidas. Mas isso não significa sempre comer e beber o que quiser, a hora que quiser, dependendo do hotel as refeições podem ter um horário para serem servidas, consulte o sistema de cada hotel antes de reservar. Também não significa que as refeições e as bebidas sejam da melhor qualidade, muito pelo contrário, a qualidade de tudo vai de acordo com o nível do hotel que normalmente quanto mais caro e luxuoso for o hotel, melhor será a qualidade das bebidas e refeições. Por isso, a grande dica é escolher um resort bom, se possível um muito bom, pois quanto melhor for o resort, melhor será a qualidade do serviço.

Punta Cana não é igual a maioria dos destinos, onde você muitas vezes mal fica dentro do hotel. Em Punta Cana espere passar a maior parte da viagem dentro do hotel. É um destino para comer, beber e descansar. Também não é um lugar onde a noite você terá que sair para comer em algum restaurante, pois o próprio hotel provavelmente terá vários restaurantes para você experimentar. Se você é daqueles que não gosta de ficar muito tempo parado e não gosta de ficar muito tempo dentro de um hotel, melhor escolher outro destino.

Em Punta Cana também não espere um garçom te servindo o tempo inteiro. Isso até ocorre em alguns poucos hotéis (de luxo) ou então durante o jantar, em algum restaurante à la carte, mas em geral, é o hóspede que vai atrás de sua comida e bebida. E falando em restaurante à la carte, os hotéis costumam oferecer alguns restaurantes dentro do mesmo complexo, mas a quantidade de restaurantes disponíveis também vai depender do nível do hotel. Pode ser que o hotel tenha três restaurantes, mas pode ser o hotel tenha nove restaurantes por exemplo, mas em todos eles há ao menos um restaurante principal, onde é servido o buffet durante o horário do almoço, com diversas opções de comidas, para todos os gostos. E na hora do jantar, a quantidade de restaurantes disponíveis costuma ser maior, com opções mais sofisticadas e restaurantes à la carte. Alguns restaurantes exigem reserva antecipada (a maioria) e uso de um traje mais formal como calça e sapato para homens. Mas caso você não consiga fazer reserva, não se preocupe, pois sempre terá um restaurante principal que trabalha com sistema de buffet aberto durante o almoço e jantar. E a variedade de comida é tanta, que talvez você nem sinta falta de comer nos restaurantes à la carte.

Não é obrigatório dar gorjeta nos restaurantes, porém ela é sempre bem apreciada, incluindo aí uma melhora no serviço. Então pra quem gosta de ter um serviço melhor, uma gorjeta para um garçom ou para o barman por exemplo, provavelmente vai resultar em uma boa melhora do serviço.

Também não espere encontrar muitas comidas típicas da República Dominicana, pois os resorts de Punta Cana são voltados para turistas de toda parte do mundo, incluindo aí muitos americanos e europeus, então a culinária predominante é a internacional. Já em relação às bebidas, a cerveja Presidente é a tradicional cerveja nacional e normalmente é servida nos resorts, então pra quem gosta de cerveja, não deixe de experimentar. 

Unindo a culinária europeia com a africana, o país traz diversidade à mesa. Entre os pratos típicos, o La Bandera Dominicana leva arroz branco, feijão vermelho e carne; e o Mofongo, composto por uma pasta de bananas-da-terra ainda verdes, com alho, pele de porco frita, azeite e recheio, que pode ser camarão, bife ou qualquer outra coisa.

Existe ainda o pesado Sancocho, que leva sete tipos de carne, frango e cordeiro, arroz, coentro, banana, abóbora, batata e mandioca. Nas redes de hotéis também fica fácil encontrar a gastronomia internacional, do Japão, Itália, França, entre outros, dentro dos diversos restaurantes. Os serviços all inclusive são um bom custo-benefício.

Para beber, o bom e velho rum, que é um dos melhores do mundo, fascina os turistas. Os nativos ainda criaram a mamajuana, um drinque afrodisíaco composto por rum ou vinho branco, ervas, canela, mel e raízes. Haja saúde!