• Café da manhã

    kr$75.60 kr$90.00 kr$115.20
    R$ 35,02 R$ 41,69 R$ 53,36
    Baixo custo Econômico Conforto
  • Almoço

    kr$115.20 kr$162.00 kr$228.00
    R$ 53,36 R$ 75,04 R$ 105,61
    Baixo custo Econômico Conforto
  • Jantar

    kr$126.00 kr$210.00 kr$282.00
    R$ 58,36 R$ 97,27 R$ 130,62
    Baixo custo Econômico Conforto

Guia Alimentação em Oslo

Engana-se quem imagina que a gastronomia norueguesa possa ser resumida em peixes secos, salgados ou defumados. Apesar dessa fama ser resultado de uma cultura gastronômica que só começou a mudar há poucas décadas, hoje a Noruega está em uma crescente expansão de sabores e texturas.

Em um dos países mais ricos do mundo, a fome e a pobreza ainda eram um dos maiores problemas no começo do século XX. Por isso, durante centenas de anos a principal fonte de proteína foram os peixes, conservados para que durassem meses.

Com uma extensa costa marítima de águas geladas e límpidas, a pesca de salmão, truta, arenque e bacalhau continua sendo uma das atividades que mais coloca a comida na mesa dos noruegueses, já que a carne vermelha é caríssima. Porém, graças ao cultivo de legumes, frutas e verduras que são plantados na região, a variedade e versatilidade dos pratos aumentaram.

Inclusive, há um movimento fortíssimo para que se consuma os alimentos que foram produzidos ali, impulsionando não só o comércio local como também evitando gastos de gasolina e liberação de gás carbônico do transporte. Sem contar que, por causa das suas áreas naturais preservadas, os alimentos crescem livre de agrotóxicos e poluição, possuindo uma alta qualidade.

O lado negativo de se comer em Oslo ou em toda a Noruega são os preços – os próprios moradores evitam os restaurantes por causa do gasto. Se prepare para desembolsar uma boa grana, e aproveite para se jogar nas comidas de rua e para fazer compras em supermercados, onde existe uma grande variedade de pães, queijos, iogurtes e geleias.

Alguns itens tradicionais não podem ficar de fora da sua lista, como o Pølse, uma salsicha coberta de ketchup, que não é consumida em um pão, e sim em uma panqueca feita de batata. A carne de carneiro norueguesa é considerada uma das melhores do mundo, e pode ser consumida fresca ou em conserva, como no caso do fenalår, um prato feito de pernil de carneiro curado.

As carnes de caça, como de alce, rena e veado também estão presentes, mas em algumas épocas do ano. O país possui uma fiscalização rigorosa dos seus alimentos, inclusive dos animais, por isso a temporada de caça é seguida religiosamente. Se tiver sorte poderá encontrar essas iguarias em supermercados e restaurantes.

Falando em iguarias, o queijo mais consumido na Noruega é o brunost, também conhecido como queijo marrom. Ele possui esse nome graças ao soro de leite (de vaca, de cabra ou ambos) coalhado que é caramelizado, dando um sabor único ao laticínio. Experimente comê-lo com waffles no café-da-manhã, com ou sem geleia por cima. Os noruegueses amam waffles e consomem diariamente pela manhã ou tarde.

Não se assuste se a maioria da comida for servida fria, e se o almoço não for tão farto. Os noruegueses costumam fazer a principal refeição na hora de jantar, que começa e termina antes das 20 horas. Em um país onde as temperaturas são baixíssimas na maior parte do ano, estar em casa antes de anoitecer é um belo conforto.

Conheça alguns dos melhores restaurantes para se comer em Oslo

VulkanFisk
Localizado dentro do Mathallen, o mercado de comida de Oslo, o restaurante e peixaria oferece um cardápio recheado de opções de pratos com peixes e frutos do mar fresquíssimos. O King Crab, uma espécie de caranguejo gigante é servido frito e apimentado, sendo uma das estrelas da casa. Outro prato famoso é o Lutefisk, um peixe seco preparado com soda caustica – parece assustador, porém é uma das refeições mais queridas de todo o país.
Preço: $$ - $$$
Endereço: Vulkan 5 – Mathallen

Smia Galleri
O aconchegante restaurante é especialista em comida escandinava, mas faz as suas próprias versões de pratos tradicionais, com uma pegada contemporânea. Além dos pratos a lá carte, é possível escolher o menu degustação com três, quatro ou cinco itens, com entrada, prato principal e sobremesa. Bolinhos de massa com carne de porco, bacalhau ao vinho tinto e lagosta são algumas das opções do menu.
Preço: $$ - $$$
Endereço: Opplandgata 19

hos Thea
Considerado um dos melhores restaurantes da cidade, também possui pratos a lá carte ou a opção de um menu degustação. Um dos carros chefes da casa é lombo de rena ao molho de cogumelo. É de comer rezando. O bacalhau ao leite com purê de batata e raiz forte ou o peito de pato ao molho doce de vinho tinto, também não ficam para trás.
Preço: $$$$
Endereço: Gabels Gate 11

Tunco 

Se estiver cansado da comida norueguesa – ou de gastar tanto dinheiro nas refeições– uma ótima opção para recuperar o fôlego é o Tunco, casa especializa em wok, um macarrão com legumes, carnes e vegetais, tradicional da China e da Tailândia. Lá você escolhe a proteína, o molho, os vegetais que irão acompanhar e o tamanho da caixinha, que pode ser média ou grande.
Preço: $
Endereço: Bjerregaards gate 2

Haralds Vaffel
Quando o assunto é waffles noruegueses, o Haralds Vaffel é o restaurante mais recomendado da cidade. De salgados a doces, de bacon a Nutella, de gorgonzola a sorvete, é possível encontrar uma imensa variedade de recheios e sabores. Seja para saciar a fome pela manhã ou para dar uma beliscada antes da janta, provar essa massinha tão amada na Noruega é imprescindível.
Preço: $
Endereço: Torggata 7