Bolonha fica ao norte da Itália, próxima de cidades como Florença e Milão, e se encaixa bem em um desses passeios de bate e volta de ambas as cidades. De Milão são 1 hora e 15 minutos de trem, já, Florença está bem mais próxima, são apenas 40 minutos. E como Bolonha fica bem no centro da região da Emília-Romanha, a cidade acaba tornando-se uma importante passagem para quem viaja de trem ao norte da Itália.

Mas embora as passagens de trem sejam baratas e é até possível visitar Bolonha em um só dia, Bolonha merece um pouco mais de tempo de sua viagem. Dois dias ao menos para conhecer a cidade, ou então para quem utilizar Bolonha como base para conhecer outras cidades que ficam próximas como Parma, Ferrara, Rimini, Ravena e Modena, a quantidade de tempo exato em Bolonha vai depender muito do interesse de cada um.

Em Bolonha, o ideal seria se hospedar no centro histórico da cidade, ou então quanto mais próximo do centro melhor, para fazer passeios a pé (ou quem sabe de bicicleta) e para ficar mais próximo das atrações turísticas, de restaurantes, bares, e de todo o burburinho em geral. Bolonha não é uma das cidades mais caras da Itália para se hospedar, então é possível encontrar uma hospedagem com uma boa relação custo x benefício. Claro que tudo vai depender da época da viagem, sempre lembrando que durante o verão, mais especificamente nos meses de julho e agosto, é alta temporada, então a procura é maior, assim como os preços dos hotéis. O Festival de Jazz que acontece no mês de novembro também deixa a cidade mais cheia e movimentada, por isso é recomendado reservar hotel com antecedência, assim como acontece com os meses de verão. 

Centro

O centro da cidade, além de ser super charmoso e histórico, é bem preservado e pra quem tiver oportunidade, vale a pena se hospedar por ali. As outras regiões de Bolonha com certeza são mais baratas, mas tem que avaliar se realmente vale a pena economizar com hospedagem ficando mais longe das atrações turísticas e com isso, perdendo mais tempo da viagem entre deslocamentos. Quanto mais próximo na Piazza Maggiore, melhor localizado será o hotel. Mas pra quem realmente não puder ficar hospedado centro da cidade, tudo bem, afinal Bolonha é toda charmosa, com bons restaurantes e construções bem preservadas. Nesse caso tente, quem sabe, alugar uma bicicleta para facilitar o transporte, ou então pegar ônibus ou táxi mesmo.  

Região universitária

A região universitária fica bem ao lado do centro e é onde fica a Universidade de Bolonha, a mais antiga da Europa. É uma região muito movimentada devido ao movimento dos estudantes, com muitos bares, festas e agito noturno. Pra quem não gosta muito de barulho, talvez essa não seja a melhor região para se hospedar, principalmente se o hotel for próximo da Via Zamboni, a rua mais famosa da região.

Estação de trem central

Próximo da estação de trem de Bolonha também há opções de hotéis, de vários preços. Pra quem vai se hospedar em Bolonha e se deslocar até outras cidades quase todos os dias, pode ser uma boa alternativa ficar próximo da estação de trem. Não é tão ao lado do centro histórico e também não é tão charmoso quanto o centro, mas não deixa de ser uma alternativa, tudo vai depender do roteiro e do interesse de cada um. 

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Bolonha

Hospedagem em Bolonha

menor valor maior valor
Apartamento R$ 78,45 R$ 5.800,66
Hotel R$ 180,68 R$ 898,63
Pousada R$ 181,06 R$ 1.141,11
Albergue R$ 261,51 R$ 261,51