Guia Budapeste

O Leste Europeu tem um charme único que pode ser praticamente sintetizado com uma visita à imponente Budapeste. Buda e Peste já foram duas cidades, hoje unificadas, divididas pelo rio Danúbio.

A primeira coisa que chama a atenção dos viajantes ao chegar à cidade é o preço convidativo das atrações, hospedagem e até mesmo da comida. Como ainda não pertence à zona do euro, a região conseguiu conservar uma economia com valores mais baixos do que as vizinhas da Europa Ocidental, sendo uma opção perfeita para aqueles que querem conhecer o Velho Continente sem gastar muito.

Os passeios em Budapeste podem ser feitos de diversas maneiras: seja a pé, conhecendo cada cantinho com calma; de ônibus em uma passagem rápida pelos principais pontos turísticos; ou de barco, para ver tudo enquanto desfruta de um passeio pelas águas do Danúbio. Independente da forma escolhida, você poderá observar de perto locais como o Parlamento Húngaro, o Monte Gellert, a Cidadela e o incrível Castelo de Buda.

Porém, um dos pontos altos da cidade é sem dúvida a visita aos spas típicos da Hungria. O Gellert, construído em 1918, é um dos mais famosos deles, contando com 13 banheiras, salas de vapor, saunas e uma piscina em um enorme edifício construído com toques de Art Nouveau. Outra opção é comprar o passeio pelo Széchenyi Spa, o maior complexo de banhos públicos da cidade, com 18 piscinas, sendo que a maior parte delas é alimentada por fontes minerais.

Os amantes do vinho e da boa gastronomia também encontrarão muito o que fazer pela cidade, onde é possível reservar tours por vinícolas húngaras localizadas na região de Etyek, reconhecida por seus vinhos brancos e espumantes. Outra opção é aderir a passeios gastronômicos na cidade como uma maneira de descobrir mais sobre a comida local com os pratos típicos do país. A satisfação é garantida.