É impensável para a maioria das pessoas alugar um automóvel para percorrer a mais turística e famosa cidade holandesa. Além de ser a capital mundial das bicicletas, as ruas estreitas e pequenas do centro não favorecem em nada a vida do motorista. Isso sem falar que o trânsito é complicado, o estacionamento é caro, o transporte público é bastante eficiente e o charme da cidade está na pedalada. Portanto, se a sua ideia é conhecer Amsterdã, saiba que definitivamente você não precisará de carro em momento algum.

Pesquise e reserve seu carro em Amsterdã:

Categoria Mini

valor médio de uma diária

Categoria Economy

valor médio de uma diária

Categoria Midsize

valor médio de uma diária

Categoria Standard

valor médio de uma diária

Categoria Full Size

valor médio de uma diária

Categoria Luxury

valor médio de uma diária

Categoria Compact

valor médio de uma diária

Categoria Minivan

valor médio de uma diária

Categoria Van

valor médio de uma diária

Guia aluguel de carros em Amsterdã

É impensável para a maioria das pessoas alugar um automóvel para percorrer a mais turística e famosa cidade holandesa. Além de ser a capital mundial das bicicletas, as ruas estreitas e pequenas do centro não favorecem em nada a vida do motorista. Isso sem falar que o trânsito é complicado, o estacionamento é caro, o transporte público é bastante eficiente e o charme da cidade está na pedalada. Portanto, se a sua ideia é conhecer Amsterdã, saiba que definitivamente você não precisará de carro em momento algum.

A urbe, inclusive, não incentiva isso desde a década de 70. Naquela época, com o grande número de acidentes e óbitos por conta do uso demasiado de carros, o governo resolveu intervir. Estacionar nas ruas centrais passou a ser cobrado (e caro!) e o transporte público foi planejado de forma a integrar todas as modalidades de locomoção (trens, bondes, bicicletas, ônibus, etc). Não é à toa que décadas depois o número de bikes já tenha superado a quantidade de veículos por lá!

Os estacionamentos são outro capítulo à parte. Com uma política bastante rígida, a cidade garante uma permissão aos residentes para parar os carros pela cidade, já os visitantes precisam pagar para tal. É possível encontrar vagas individuais em algumas ruas e canais, mas é bom sempre estar de olho no parquímetro, pois os valores por hora podem ser bastante salgados. Para pagar nessas ocasiões, é possível utilizar cartão de débito com PIN ou cartões de crédito (em determinados casos).

A única razão plausível para se alugar um carro na cidade é a vontade de conhecer a Holanda com mais calma. Com belíssimas paisagens, o país tem muito mais a oferecer, apesar de Amsterdã já valer por si só a visita. Para quem está com o tempo mais elástico, uma possibilidade é conhecer outras cidades da nação em uma road trip. Além de contar com takes estonteantes pelo caminho, o turista poderá ver outras nuances do local, como praias, cidades interioranas e, também, as flores tão características da Holanda.

Se essa for a sua intenção, saiba que as estradas holandesas são bastantes seguras e, de quebra, os locais são ótimos motoristas (que costumam seguir à risca as normas de trânsito, diferentemente de outros lugares do mundo). A Holanda também é um país pequeno, tornando rápidas as distâncias percorridas de carro de uma ponta a outra da nação. Outras capitais da Europa, como Bruxelas e Paris, também podem ser acessadas por rodovias a partir de lá, permitindo ainda uma viagem mais estendida pelo Velho Mundo nessa modalidade.