Apesar de ser a terceira maior cidade dos Estados Unidos, Chicago não apresenta grandes dificuldades para o viajante que decide visitar o local. Com atrações turísticas concentradas em downtown, os bairros da região central surgem como as melhores opções para aqueles que vão à cidade com propósito de lazer. Hospedando-se nessa área, com caminhadas entre 20 e 30 minutos, é possível conhecer os principais pontos da cidade, o que acaba por tornar a escolha de acomodação relativamente fácil.

A decisão, portanto, deverá ser entre os bairros que compõem downtown, cada um deles com as suas características e perfis. A área mais nobre fica delimitada entre Old Town, o Millenium Park e o Lago Michigan. Abaixo, o Quanto Custa Viajar lista as melhores opções de bairros levando-se em consideração esses pontos. São elas:

Magnificent Mile

Localização mais famosa da cidade que compreende os melhores hotéis, restaurantes renomados, lojas de grife e shoppings. Como se pode imaginar, a Milha Magnífica não é o local mais barato de Chicago para se hospedar, mas esse é o preço que se paga por ficar na área mais premium da cidade. Além de ser bastante abastecido por metrôs e ônibus, o bairro está bem localizado (na verdade, o turista poderá fazer tudo a pé e nem precisará contar com a desenvolvida rede de transportes da região). É uma área indicada para quem procura conforto e quer investir financeiramente em uma boa hospedagem.

Lincoln Park

Situado ao norte de downtown e às margens do Lago Michigan, esse é um bairro que mescla a tranquilidade de uma área tipicamente residencial com o agito noturno de restaurantes e bares “da moda”. É um dos bairros mais populares de Chicago e atrai bastante a atenção de turistas jovens e descolados. Fica mais distante das atrações turísticas, mas isso não chega a ser um grande problema pois uma estação de metrô serve bem a região. Tem como principais atrativos o Lincoln Park Zoo e o Conservatory. É uma área indicada para jovens que procuram por uma vida noturna efervescente.

Loop

É o centro financeiro de Chicago. Por aqui a maior concentração é de grandes empresas e de prédios comerciais que são envolvidos pelo agito costumeiro do horário comercial. Bem localizado, o bairro tem um ótimo abastecimento de metrôs e ônibus (o nome Loop, inclusive, deriva disso, pois as linhas de metrô fazem um loop – uma volta – ao redor de alguns quarteirões da área). Apesar de ser essencialmente uma área para negócios, o Loop também é uma boa alternativa para quem vai passar um período pequeno na cidade e para quem busca lugares para sair a noite. É uma área indicada para turismo de negócios e, por isso, os preços não costumam ser os mais baratos.

River North

Bairro marcado pela intensa vida cultural e artística, com diversas galerias de arte e exposições. Imerso em uma atmosfera mais descolada, alternativa e hype, o local desponta como uma opção interessante para jovens que procuram também por boas casas noturnas e restaurantes. É uma área indicada para pessoas que não tem medo de explorar o novo e estão sempre ávidas por novidades.

Streeterville

Mais um bairro caro de Chicago! Por aqui o que você vai encontrar é a tranquilidade de uma região residencial que está próxima a todos os pontos de interesse da cidade. Apesar de ter os preços salgados, é possível encontrar promoções que ajudem com os custos. É uma área indicada para quem vai à Chicago com a família e com crianças, mas que supre bem as necessidades de qualquer pessoa que esteja à procura de paz e tranquilidade durante a sua estadia.

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Chicago

Hospedagem em Chicago

menor valor maior valor
Pousada R$ 94,80 R$ 565,91
Albergue R$ 132,05 R$ 257,03
Apartamento R$ 237,68 R$ 8.383,90
Hotel R$ 264,93 R$ 834,20