Guia Edimburgo

O personagem mais conhecido e querido de toda a Escócia é o tema central de um dos passeios em Edimburgo preferidos dos turistas. Obviamente, nós estamos falando do Lago Ness e do monstro que leva seu nome. Tudo bem que os tours que levam os viajantes a conhecer o lago não incluem uma visitinha do monstro, mas, de quebra, eles ainda contemplam passagens por outras áreas nas proximidades. Além disso, os barcos que fazem o passeio são equipados com sistema de sonar, permitindo que ninguém perca uma eventual (ainda que improvável) aparição do monstrinho, carinhosamente apelidado de Nessie.

É quase impossível conhecer a cidade sem comprar o passeio pelo Castelo De Edimburgo, cuja posição elevada fez com que ele se transformasse em um importante ponto de defesa na região. O Castelo abriga também o Museu Nacional da Guerra, uma coleção que relata mais de 400 anos de história envolvendo diversas guerras que ocorreram no país. Comprando os ingressos para a atração antecipadamente, os viajantes pagam o mesmo preço, mas podem evitar as filas para entrada no Castelo, economizando tempo durante a visita.

Uma coisa que muitos turistas esquecem de visitar está logo abaixo dos seus pés: são as galerias subterrâneas de Edimburgo. O subterrâneo da cidade era habitado pelas classes mais pobres em uma espécie de cidade paralela construída durante a Idade Média e até hoje essa parte pode ser visitada por quem passa por ali, mediante a realização de tours específicos. Uma vez no local, os visitantes podem se surpreender com algumas das lendas macabras que envolvem o subterrâneo da cidade. Para aqueles que quiserem seguir no clima de descoberta do passado sombrio da região, a dica é aproveitar e combinar o passeio com uma visita ao Calabouço de Edimburgo, onde parte da história da cidade é encenada por atores em um espetáculo assustador.

E, para fechar com chave de ouro qualquer viagem pela Escócia, é preciso provar a bebida típica local: o uísque. Algumas empresas oferecem tours que variam de um a três dias e permitem que os viajantes explorem o máximo da cultura do destilado, conhecendo o seu processo de fabricação e experimentando algumas marcas tradicionais da bebida.