• Café da manhã

    ¥32.40 ¥38.40 ¥47.28
    R$ 18,40 R$ 21,81 R$ 26,86
    Baixo custo Econômico Conforto
  • Almoço

    ¥36.00 ¥43.20 ¥51.60
    R$ 20,45 R$ 24,54 R$ 29,31
    Baixo custo Econômico Conforto
  • Jantar

    ¥40.80 ¥47.64 ¥56.40
    R$ 23,18 R$ 27,06 R$ 32,04
    Baixo custo Econômico Conforto

Guia Alimentação em Pequim

Pequim é uma cidade que conserva história e tradição, porém há alguns anos vem passando por uma transformação e deixando um pouco do conservadorismo para trás. Isso se reflete também na gastronomia, pois muitos novos empreendimentos como restaurantes, bares e cafés foram abertos nos últimos anos e não param de surgir.

Há 40 anos, Pequim contava com apenas 700 estabelecimentos e hoje há mais de 60 mil restaurantes dos mais simples aos mais renomados, dos mais tradicionais aos mais americanizados. Restaurantes de cozinha internacional, lanchonetes de fast food de marcas norte-americanas e cafeterias com estilo ocidental, hoje em dia, todos esses estabelecimentos são facilmente encontrados em Pequim, mas o lado bom é que a cozinha chinesa tradicional também não ficou para trás. O restaurante Quanjude é um bom exemplo disso, aberto desde 1864, é um clássico em Pequim, especificamente para provar o famoso Pato de Pequim. Mesmo com várias filiais pela cidade, é comum esperar um tempo por uma mesa. Outro endereço para provar o pato laqueado é o Da Dong, um restaurante mais sofisticado, onde o pato é servido em lascas dentro de uma panqueca.  

Além do pato de Pequim, é possível experimentar muitos outros pratos tradicionais, chineses e asiáticos. O frango xadrez é preparado em mais de 40 maneiras diferentes. Os chineses gostam de comer sushi até no café da manhã, apesar de ser uma comida japonesa, muitos chineses comem sushi por ser uma comida menos gordurosa e apimentada que a comida chinesa. Há uma boa oferta de restaurantes de comida japonesa espalhados por Pequim. Que tal provar um churrasco coreano? Esse é outro prato encontrado nos restaurantes de uma rede chamada Han Na Shan, com mais de 20 endereços em Pequim, para eles, uma opção boa e barata. 

A região do Business District é onde estão os restaurantes mais refinados. O Banana Leaf é um restaurante tailandês bem tradicional, com decoração típica e comida apimentada. Já, o restaurante Café Sambal está localizado em um hutong, que são vilas antigas chinesas e muitas vezes pobres, de culinária malaia, a comida é carregada no curry. Bem rústico e com boa comida. O restaurante Fangshan, funciona desde 1925, especializado na cozinha chinesa, já recebeu presidentes e reis para provar seus pratos. Um verdadeiro banquete, mas como já era de se imaginar, não é barato. O Red Capital Club, também de cozinha chinesa, oferece pratos baseados nas comidas preferidas pelos oficiais do Exército Vermelho. Uma mistura de história e experiência gastronômica.  

Mas se você quiser ter uma autêntica experiência gastronômica, visite as barracas de rua de Wangfujing, onde há desde os pratos mais clássicos como o yakisoba até os espetinhos feitos com carne de cobra, escorpiões e cavalos-marinhos. Bom para quem tem estômago forte.

A preparação de Pequim para os Jogos Olímpicos de 2008, melhorou muitos serviços oferecidos na cidade, inclusive nos restaurantes. A maior parte deles oferece hoje em dia cardápios em Inglês, antes dos Jogos Olímpicos poucos faziam isso, era bem difícil para um turista ir a um restaurante e entender o cardápio. Os garçons também tentam falar algo em Inglês, nem que sejam poucas palavras, tudo para ajudar o turista, e nós agradecemos!